quinta-feira, 23 de maio de 2013

Obskure – “Dense Shades Of Mankind” – 2012 – Independente (Nacional)

Talvez o Obskure seja o maior nome do Metal cearense atualmente, mesmo tendo por lá excelentes nomes da música pesada. Formada no longínquo ano de 1989 pelos irmãos Amaudson Ximenes (guitarra) e Jolson Ximenes (baixo), a banda infelizmente lançou apenas dois álbuns oficiais desde então.

“Dense Shades Of Makind”, o segundo petardo, saiu apenas no ano passado, ou seja, 15 anos após o debut e ótimo “Overcasting”. Gravado entre dezembro de 2007 e março de 2011 este trabalho é fruto de muita luta e do prêmio de um edital de incentivo à música da prefeitura municipal de Fortaleza.

Indo ao que interessa, a bolachinha que vem encapada por uma charmosa embalagem digipack, demonstra muito bem o que é o Obskure e o acumulo de inspiração que a banda guardou durante estes anos. Tanto que as 4 primeiras composições definem, cada uma com sua particularidade o que é a banda. Isto é, seja Death, Doom ou Melodic Death Metal, só sei que se trata de Obskure.

Christian Sovereign (confira o clipe no final da resenha) abre o disco com um andamento cadenciado e malévolo pra depois descambar pra porrada bem trabalhada. Anxious Passage Relief eleva as influências Death Metal lá em cima, enquanto Tense Eve Massacre demonstra um pé no Blackned Death Metal e possui um solo memorável.

Hidden Essence Rescue seria a junção disso tudo citado no parágrafo acima e mais um pouco. A inclusão do vocal feminino, a cargo de Claudine Albuquerque soou magistral e os arranjos de teclados são perfeitos. Ouça ainda Pieces From The Life, From One Who Stopped Dreaming e Vermin´s Banquet. Ainda há um bônus no CD com galeria de fotos e o já citado clipe para Christian SovereignUm trabalho memorável que fez valer à pena a espera, mas que não aconteça novamente.


9,0

Vitor Franceschini


Um comentário:

  1. Nada a dever a bandas internacionais...falta o público abrir o olho para isso...o Brasil tem muita banda com nível elevado..parabéns Obskure.
    Atc,
    Souza Neto

    ResponderExcluir

Shinigami Records