sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Subversilvas – “Subversilvas” – EP – 2012 - Independente (Nacional)*

Confesso que tenho muito senso de humor, mas quando fui resignado a resenhar esse trabalho e vi o nome da banda, torci o nariz e esperei algo metido a ‘engraçadinho sem graça’. Afinal, com um nome desses, banda nenhuma não gera tão sentimento quanto o supracitado.

Felizmente a graça fica somente por conta do nome, já que esse power trio paulista formado por Jesus (baixo e vocal), Harold (guitarra) e Fellipe (bateria) faz um som sério e de qualidade. O estilo adotado pela banda transcende entre o Thrash Metal, o Crossover e o Hardcore e soa agressivo e com letras cheias de revolta. Os riffs são muito bem desenvolvidos, mesmo soando simples, enquanto a cozinha demonstra destreza e coesão.

Cantando em português, Jesus destila palavras de protesto, com letras inteligentes e cheias de fúria. Com um vocal agressivo (ora gutural, ora rasgado), sua voz se encaixa perfeitamente às linhas instrumentais. São cinco ótimas faixas onde destaco “Lutar” e “Brasil”, sendo essa última com um pouco mais de groove e variação rítmica em sua execução.

Gravado no estúdio Fábrica de Sonhos, em São Paulo e produzido por Bernardo Pacheco, o EP possui uma ótima qualidade sonora, com todos os instrumentos nítidos e nada tão digitalizado. A masterização e mixagem ficou por conta de William Blackmon, enquanto a arte gráfica foi feita por João Henrique Palma e Fellipe Fonseca Morello. Um bom trabalho para amantes de uma música furiosa e cheia de rancor.


7,5

Vitor Franceschini


*Resenha gentilmente cedida pela revista digital Hell Divine (http://helldivine.blogspot.com.br/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records