sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Rotting Empire – “Sui Generis” – 2012 - Rebirth the Metal Productions (Importado)

O Death Metal é um estilo um tanto quanto fechado. Pouco se mescla com um dos gêneros mais brutais do Metal, mas nada que seja impossível. Se a banda for de qualidade, pode incrementar diversas influências ou elementos no Death Metal, sem que perca sua real essência.

Os alemães do Rotting Empire mostram esse talento e já em seu primeiro trabalho, esse inusitado “Sui Generis”. Vou explicar. A banda possui uma essência basicamente Death Metal, desde os riffs mórbidos e pesados, passando por uma cozinha com muita pegada e os típicos vocais guturais.

Então, os caras mesclam isso tudo com uma variação rítmica constante, misturando rapidez com momentos mais cadenciados, além de incrementar ótimos arranjos acústicos e até uma boa dose de melodia e groove em suas composições. Repetindo: mantendo sempre a essência!

Em momento algum a banda nos remete ao tão famigerado Melodic Death Metal, e sempre mantém a pegada original do estilo, se inovando sem deixar de ser Death Metal! Incrível não? Só o leitor ouvindo pra conseguir explicar de acordo este fato. E para isso vá direto às composições In This Cold Life que possui um ótimo refrão, Southside Terror, Nailed to the Cross, Off to War e Total Self Destruction.


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records