sábado, 22 de março de 2014

Finitude – “Dissensio Homines Part I” – 2012 – MS Metal Records (Nacional)

Ao mesmo tempo em que choca quando ouvimos de algum ‘banger’ que o Brasil tem muita banda e pouco espaço (o que não deixa de ser verdade), nos surpreende como nossa terrinha tem bandas de qualidade. E o Finitude, oriunda de Aracajú/SE, é uma dessas gratas surpresas.

Este primeiro trabalho da banda mostra uma versatilidade impressionante e músicos individualmente excelentes. Com um som que caminha entre o Power/Prog Metal, mas sem fechar o círculo, o quinteto destila categoria e bom gosto em suas composições.

Comecemos pelo excelente baterista Arnaldo Júnior, pois já de cara você sente que o cara é diferenciado. Sempre destacamos bateristas rápidos e precisos (como de bandas de Metal extremo, por exemplo), mas o cara aqui é um monstro. Variação rítmica, tempo, viradas impressionantes e muito mais deixam de queixo caído o ouvinte já no começo.

As guitarras de Ícaro Reis e Luiz "Gusth" Gustavo destilam ótimos riffs e solos bem encaixados com excelentes bases. O baixo de Djalma "Nexxus" Moreira é veloz e um forte pilar na estrutura das composições.

Quem dispensa apresentações é Marcelo Menezes, aliás, deveria ser apresentado antes. Onde estava este excelente vocalista antes da independência deste país? Que belo timbre tem o cara (meio na linha Matt Barlow e Paul Stanley) e uma técnica invejável, além de interpretar as composições com gana.

Destaque para a já citada Choices And Wills, além de Dissensio Homines, Tears Of The Night, Days and Nights, No Time Standing e Finitude. Enfim algo que resume, pois de 11 faixas 6 se destacam, sendo que as restantes não ficam muito atrás. Belíssimo trabalho!


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records