sábado, 22 de março de 2014

Skin Culture – “The Flames Still Burns Strong” – 2013 – Laser Company Records (Nacional)

O Skin Culture é aquele tipo de banda nacional com cara de gringa. Não, não veja pelo lado pejorativo, há muitas bandas nacionais que possuem extremo profissionalismo, mas ao mesmo tempo é pega pela preguiça típica brasileira e não investe firme no conceito compor, lançar e fazer shows.

O quinteto investe forte nisto, tanto que já está no seu terceiro álbum e já tocou ao lado de nomes como Sepultura, Korn, Ill Nino , P.O.D., Soulfly , Chimaira e Born Of Osiris em menos de 10 anos de carreira, sem esquecer que lançaram um DVD documentário a respeito da banda.

“The Flames Still Burns Strong” mostra uma banda tinindo e furiosa. Se você aprecia os gêneros mais modernos do Metal, tais como o Groove Metal, Metalcore e o Thrash Metal noventista o Skin Culture é a sua Disneylândia. Nuances de Hardcore ainda são incorporadas à sonoridade aqui encontrada.

Levemos em conta a fúria das guitarras que estão tão carregadas que podem colocar o seu tímpano em risco. As linhas de baixo só fazem com que este fato se comprove (não ouse ouvir no fone – lógico que é brincadeira) e a bateria demonstra uma fúria fora do comum com interessantes levadas. Tudo com os vocais urrados da forma mais ‘desgracenta’ possível.

Como se isso não bastasse ainda há participações de nomes como Desi Hyson (The Original Waillers - banda do Bob Marley), Marcello Pompeu (Korzus), Fabricio Ravelli (Imbyra), Luciano Vassan (tamuya Thrash) e Emi Rojas (Desierto Gris) que deram uma riqueza ainda maior ao trabalho.

A produção de Raul Dipeas e do próprio vocalista Shucky Miranda está soberba, sendo que a masterização ficou a cargo de Brendan Duffey no Norcal Studio. Destaque para Set Me Free, For the Same Hell as Before, a ousada que inclui uma levada reagge One Tribe, One Soul, One God e First For Hunting. Bom, agora vou ali respirar.


8,5

Vitor Franceschini



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records