quinta-feira, 8 de maio de 2014

Arandu Arakuaa – “Kó Yby Oré” – 2013 – MS Metal Records (Nacional)

Tendo o músico Zândhio Aquino à frente, a banda brasiliense Arandu Arakuaa segue uma linha criativa de extremo bom gosto onde mistura o Metal com música indígena. O resultado pode ser definido como um autêntico Folk Metal brasileiro, se é que o leitor me entende.

O primeiro EP, auto-intitulado, já mostrava o direcionamento da banda, mas ainda merecia certa lapidação. Essa aperfeiçoada veio neste debut, onde a proposta fica mais evidente e o resultado final é mais que satisfatório.

O Metal que a banda aposta é extremo, com nuances de Black Metal nas vocalizações rasgadas de NáJila Cristina, que também possui um ótimo e belo timbre limpo que se alterna aos momentos mais agressivos. Zândhio (vocais tribais) e o baixista Saulo Lucena ainda colaboram com vocais adicionais, o que mostra essa parte do trabalho muito bem elaborada.

No instrumental temos uma música pesada, cheia de variações rítmicas e quebradas, com ótimas linhas de guitarras, além de uma cozinha coesa e consistente. Os arranjos, como não poderia ser diferente, é a identidade da banda, afinal a inclusão de viola caipira ficou primorosa, além de ainda contar com outros instrumentos típicos como maracá e apito.

Todas as letras são em tupi-guarani o que ganha ainda mais pontos, devido à grande dificuldade em se compor tais temas. Destaque para as composições T-atá îasy-pe, O-îeruré, Tupinambá e Kaapora. Um belíssimo trabalho e inovador que merece atenção de quem aprecia não só a música pesada, mas a boa música em si.


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records