quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Unearthly – “The Unearthly” – 2014 – Shinigami Records (Nacional)

Vivendo seu auge, como o principal nome do Black/Death Metal brasileiro, o Unearthly chega ao seu quinto álbum completo de estúdio com uma difícil missão: superar o esplendoroso trabalho anterior “Flagellum Dei” (2011). Tarefa árdua, mas não impossível para uma banda deste patamar.

O fato é que a banda seguiu seu caminho natural e lançou um trabalho a altura do seu anterior, mostrando uma evolução espontânea, além de agregar novos elementos e manter sua característica.

“The Unearthly” é um trabalho primoroso e denuncia todo o cuidado que o quarteto vem tendo com sua identidade nos últimos anos. O flerte com ritmos brasileiros se faz presente com mais ênfase e isso tem soado muito bom para a banda, que chegou a ser comparada com nomes estrangeiros que também mescla Black/Death Metal.

O novo álbum também apresenta a primeira faixa cantada em português (Eshu) que soou interessante, mas que deixa evidente que o caminho da banda é o inglês mesmo. Destaque para as faixas The Unearthly, Agens Mortis, Where The Sky Bleeds in Red e The Dove and The Crown, essa última com uma leve melodia muito interessante.

Desta feita, o Unearthly optou por produzir seu álbum no Brasil, no Estudio AM em sua terra natal e conseguiu uma sonoridade excelente a cargo do vocalista e guitarrista Felipe Eregion ao lado de Fernando Campos e Bráulio Drumond. A masterização foi feita no Grindhouse Studio, na Grécia pelo ex-Rotting Christ, George Bokos.

Participações de Felipe Lameira (Hatefulmurder), Felipe Chehuan (Confronto), Jonathan Cruz (Lacerated and Carbonized), entre outras, só apimentaram o disco. Não há dúvidas que o Unearthly manteve sua chama acesa e continua no topo do estilo proposto.


9,0
Vitor Franceschini


Um comentário:

Shinigami Records