terça-feira, 31 de março de 2015

Vallenfyre – “Splinters” – 2014 – Century Media Records (Importado)

“Splinters” é o segundo álbum dos britânicos do Vallenfyre, que inclusive já lançaram um single este ano intitulado “The Last of Our Kind”. Formado por nada mais, nada menos que Gregor Mackintosh (vocal/guitarra, Paradise Lost), Hamish Hamilton Glencross (guitarra, ex-My Dying Bride), Adrian Erlandsson (bateria, Paradise Lost, At The Gates, ex-Cradle of Filth e outros) e Scoot (baixo, ex-Nailbomb ao vivo), a banda é uma seleção do Metal extremo e sombrio.

Apesar das influências de Doom Metal, o que manda aqui é o Death Metal direto e sem muito espaço para firulas. Se você espera encontrar as linhas de guitarras típicas dos mestres do Doom Metal, esqueça, pois aqui a afinação é baixa, os riffs mais simples e diretos, além de um timbre que nos remete ao Death Metal sueco.

Mackintosh se revela um ótimo vocalista, com urros gravíssimos e cavernosos, enquanto a cozinha comanda as alternâncias de ritmo como se tudo fosse a coisa mais simples do mundo. Não há muita inovação nas composições, mas tudo é executado com maestria e muito bom gosto.

Mesmo incluindo uma pequena dose de melodia em suas músicas, o Vallenfyre opta por um clima mais sombrio e agressivo, sem dar muito espaço para a acessibilidade. Destaque sem dúvidas para faixas como Bereft, Aghast e Splinters. Muito legal ver nomes consagrados apostando no underground!


8,0

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records