segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Entrevista; Vomitfication



São 15 anos de devoção ao underground, em especial ao Death Metal! Oriundos de Dois Vizinhos, no Paraná, a banda Vomitfication falou com o Arte Metal sobre seus trabalhos, principalmente a última demo “Sexual Demoniac Invocation” (2013), além de dar deixas de seu futuro e outros assuntos. O grupo é atualmente formado por Tiago Simioni (vocal/baixo), Cleiton Machado (guitarra) e Jamil Fritzen (bateria)

Vocês estão há praticamente 15 anos na cena e só lançaram ‘demos’ até o momento. Isto é uma opção ou a banda aguarda uma chance e/ou um momento para lançar um trabalho oficial?
Tiago Simioni: Realmente rolou só “demos” até o momento, devido à falta de grana e ter um bom estúdio próximo de nós, foi o que rolou, mas todas foram feitas com honestidade e muita vontade, e as mesmas ajudaram muito na divulgação da banda. Com certeza o próximo trabalho será de uma qualidade melhor, provavelmente um CD completo.

Aliás, a última demo “Sexual Demoniac Invocation” foi lançada em 2013. Vocês já vêm trabalhando em algum material novo? 
Tiago: Sim, sempre trabalhando em prol do Vomitfication, estamos com muitas músicas prontas, um material bem pesado e bruto, com temas insanos, características da banda.

Este novo trabalho seguirá as características das demos anteriores? 
Tiago: Sim, na mesma linha, claro que com o passar do tempo e com mais estrada, o negócio flui mais fácil, mas é o que a gente curte, música pesada, loucura, bebedeiras (risos), isso passa no som, não tem como fugir dos velhos hábitos.

Falando desta demo, que é o trabalho mais recente da banda, como vocês a vêm hoje 2 anos após ela ser lançada? 
Tiago: Eu particularmente curto muito essa demo, bem insana, caótica, um tema muito massa, infelizmente a gravação não ajudou muito, mesmo assim ela detona.

E como foi a repercussão da mesma? 
Tiago: Tem sido muito boa, foi a que mais chamou atenção, talvez por ter sido mais divulgada, por causa da internet e tal e a maioria da galera sempre falam bem, agitam pra caralho nos shows, isso pra mim já esta valendo, é um bom sinal.

Qual comparação vocês fazem entre “Sexual Demoniac Invocation” em relação as duas demos anteriores “Astral Inferno” (2011) e “Regurgitate the Vomitfication” (2008)? 
Tiago: “Sexual Demoniac Invocation” é um pouco mais técnica e a atmosfera é bem mais pesada e sombria, a música Astral Inferno poderia até fazer parte da “Sexual Demoniac Invocation”, pois também carrega esse clima mórbido, já “Regurgitate the Vomitfication” é mais old school, com letras sobre putaria e bebedeiras, desde o primeiro até o último, se você notar a banda passou por processos de evolução e acredito que no nosso mais recente trabalho nós encontramos a identidade da banda.



O que se pode notar em “Sexual Demoniac Invocation” é que o Vomitfication procura inserir em sua sonoridade todas as facetas do Death Metal. Vocês concordam? O que podem falar a respeito? 
Tiago: Cara eu curto muito Death Metal, somos todos influenciados pelo estilo em si e isso reflete em nossa sonoridade e eu sou muito grato em fazer parte disso tudo.

A sonoridade da banda também transmite um clima caótico. Essa é a intenção ou vocês deixam que tudo isso flua naturalmente? 
Tiago: Tem que rolar naturalmente ou ‘infernalmente’ (risos), som que sai meio forçado não rola.

E o que a banda pretende passar em suas letras? 
Tiago: São temas brutais, apenas devaneios de uma mente insana às vezes, não existe um tipo de mensagem por trás disso, não curto nenhum tipo de dogma ou doutrina, religião essas coisas, curto o pensamento livre, quero falar o que eu quiser, se alguém gostar ou se identificar, legal, se não gostar, fazer o que né.?

Vocês procuram investir em um Death Metal mais natural, apesar de abordarem várias facetas do estilo. Como vocês vêem hoje o Death Metal mais polido e super produzido que se tornou bastante comum na cena? 
Tiago: Ainda curto muito a linha old school, mas tem muita coisa nova bem foda rolando hoje em dia, uma gravação legal, uma qualidade boa isso é massa. Não curto muito muita técnica, “firulagem”, os caras esquecem da “rifferama”, do “mosh” aí fica aquela coisa meio maçante, então fico com a pancadaria das antigas mesmo.

E como anda a agenda da banda? Tem tido vários espaços para o Vomitfication se apresentar?  
Tiago: Shows cara, show sempre é foda, tocar, beber, viajar. Tá rolando muita coisa massa. Até o final do ano já estamos com várias datas marcadas. Isso é bom, tá rolando bastante shows, o cenário tá crescendo, é isso aí união headbanger.

Podem deixar uma mensagem aos leitores.
Tiago: Desde já agradecendo ao Arte Metal pelo suporte ao Vomitfication. Vida longa ao real Underground.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records