quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Arte News

DISTRAUGHT: banda conta um pouco da experiência de gravar o novo clipe

O DISTRAUGHT vem trabalhando em cima de uma temática no mínimo, pesada, em seu novo álbum, ‘Locked Forever’, hospícios e cadeias brasileiras, inclusive gravando o videoclipe para a faixa-título em um real hospital psiquiátrico.

É sobre esta experiência que a banda fala um pouco. Leia:

“Escolhemos o lugar perfeito para as gravações de nosso novo vídeo clipe “Locked Forever”. Queríamos que tivesse o clima pesado como o do hospital “Colônia” de Barbacena/MG, o qual foi a inspiração de nossas letras para o novo álbum. Pensamos então no IPF – Instituto Psiquiátrico Forense (o IPF é o local onde ficam pessoas que cometeram crimes e foram condenadas pela justiça a cumprirem medida de segurança, pois são inimputáveis).

Foi uma experiência incrível. Chegamos lá e logo alguns internos vieram conversar conosco. Cada um tinha uma história, contaram o porquê de estarem lá e os crimes que cometeram. Foram várias histórias chocantes. Dentre elas, uma que chamou muito a atenção, foi a de um Sr. que foi atestado como esquizofrênico e que assassinou os pais com golpes de foice. Ele está lá há mais de 30 anos e provavelmente nunca mais irá sair.” – nos conta um pouco Ricardo Silveira.

O vocalista André Meyer também deixa um pouco de suas impressões do local:

“Então fomos para uma galeria onde iríamos gravar nos corredores das celas, em que estavam os internos presos. Neste local, o clima era mais tenso. No início, não me senti muito à vontade, pois tinha que fazer minha parte cantando e passando pelas grades das celas com os doentes mentais me observando e perguntando coisas a todo instante. Depois fui me acostumando com tudo isso.

O ambiente era péssimo, mau cheiro e um clima pesado. Alguns solos de guitarra e algumas partes com o baixo foram gravados nas solitárias que no dia estavam vazias. A parte com toda a banda tocando gravamos num prédio abandonado de uma antiga radio na zona sul de Porto Alegre.”

Confira uma galeria de fotos do making of de ‘Locked Forever’: http://goo.gl/v4q1YN

O clipe pode ser conferido pelo link:

https://www.youtube.com/watch?v=M9XnCWBNBtw

‘Locked Forever’ já está em pré-venda. Quem comprar antecipadamente, além de ajudar a banda, tem algumas vantagens.

Comprando na pré-venda, o fã será um dos primeiros a receber o disco, que pode ser autografado, ganha um adesivo exclusivo e o melhor: FRETE GRÁTIS para todo o Brasil! Lembrando que o disco será lançando em digipack de luxo.
Para comprar, com várias opções de pagamento, visite o link:

https://likestore.com.br/store/showcase/distraughtmerchan

Contato: distraughtcontact@gmail.com

Sites relacionados:
www.distraught.com.br
www.facebook.com/distraughtband
www.metalmedia.com.br/distraught



SYREN: entrevista publicada na Roadie Crew deste mês

O SYREN está na seção cenário deste mês de outubro na revista Roadie Crew, que conta com a capa do britânico Iron Maiden.

Na entrevista, a banda representada pelo vocalista Luiz Syren, é falado um pouco da carreira da banda, mas especialmente de seu mais novo trabalho, o álbum ‘Motordevil’. A entrevista ficou sob a responsabilidade do colaborador Paulo Pontes. Mais informações: www.roadiecrew.com.br

O SYREN segue divulgando ‘Motordevil’, lançado em parceria com a Shingami Records, e está disponível para shows em todo o Brasil. O próximo show do grupo será no Rio de Janeiro, ao lado de Hibria, Tamuya Thrash Tribe e The Black Rook no dia 6 de novembro. Infos aqui: https://goo.gl/S1EuZP

O disco já está à venda. Quem quiser comprar o CD de ‘Motordevil’ pode fazer entrando em contato diretamente com a banda por e-mail ou Facebook, nas melhores lojas especializadas e no site da Shinigami.

https://www.youtube.com/watch?v=D0Lm7Cao9NI

Contato: syrenmetal@gmail.com

Sites relacionados:
www.facebook.com/Syrenmetalband
www.metalmedia.com.br/syren



HELLLIGHT: novo álbum conquistando o exterior

Que o Funeral Doom do paulista HELLLIGHT sempre teve mais prestígio no exterior que em sua pátria, não é segredo e novamente seu trabalho tem sido positivamente reconhecido pela mídia.

Sob o título de ‘Journey Through Endless Storms’, mais uma vez o trabalho foi lançado no exterior pela russa Solitude Prod e mais uma vez as primeiras resenhas são claras, como dito no site londrino The Independence Voice: “uma audição essencial para 2015.”

Mas não para por aí, o italiano IYE Zine é direto: “este é o álbum que coloca de vez o HellLight na elite do Funeral/Death Doom Melódico.” Já o norte-americano No Clean Singing destaca a faixa-título “uma das melhores faixas de Funeral Doom que ouvi.” E assim segue algumas outras resenha com o conteúdo destacando de forma positiva o quinto álbum do grupo.

“Estamos muito felizes com o que temos recebido de textos e análises de fora e também já começamos a receber algo do Brasil que tem sido muito positivo também. Só tenho a agradecer e dizer que estamos muito felizes que as pessoas estão se aprofundando mais no mundo do HellLight”, celebra o vocalista Fabio de Paula.

No Brasil o lançamento será feito em breve pelo renomado selo Mutilation Records, mas quem quiser conhecer o álbum, o mesmo já está disponível para audição e compra no Bandcamp:

http://helllight.bandcamp.com/album/journey-through-endless-storms

‘Jorney Through Endless Storms’ foi gravado no estúdio Hell Inc e produzido pelo próprio vocalista e guitarrista Fabio de Paula. A arte da capa ficou por conta do artista Rodrigo Bueno.

Confira também um lyic video para a música ‘Distant Light That Fades’:

https://www.youtube.com/watch?v=Vrsy7WrBhYY

Contato:  fabio_helllight@hotmail.com

Sites Relacionados:
www.facebook.com/helllightdoom
www.metalmedia.com.br/helllight



PANZER: DVD completo disponível gratuitamente!

O PANZER tem um grande presente de agradecimento para seus fãs e amigos que sempre estão apoiando a Máquina Thrash em sua jornada: o mais recente DVD ‘Louder Day After Day’ acaba de ser disponibilizado gratuitamente.

Para assisti-lo basta visitar o canal oficial do grupo no You Tube.

https://www.youtube.com/watch?v=7-UFxuh4UsE&feature=youtu.be

Para quem preferir, o DVD ainda está à venda em formato luxo digifile, duplo e conta, além do disco principal em DVD, com um CD contendo as músicas ao vivo e como bônus o EP ‘Brazilian Threat’.

‘Louder Day After Day – Live Panzer Experience’ está disponível nas melhores lojas especializadas e diretamente com a Shinigami pelo link: http://bit.ly/1JR9J5d ou com a banda por e-mail ou Facebook.

Contato: info@panzermetal.com.br

Sites Relacionados:
www.facebook.com/panzermetal
www.metalmedia.com.br/panzer



ENCÉFALO: confirmado ao lado de Testament e Cannibal Corpse

Um dos principais nomes da atual geração do Ceará, ENCÉFALO, foi escolhido como uma das bandas de abertura para as lendas norte-americanas Testament e Cannibal Corpse na cidade de Fortaleza.

O evento acontece no dia 15 de novembro, às 18h, no Complexo Armazém. Além das bandas citadas, completa o lineup do evento a banda Facada. Infos: https://goo.gl/MQkU2A

Testament e Cannibal Corpse dispensam apresentação e vêm ao Brasil para uma série de shows pelo país. Infos:http://goo.gl/NhJiZH

Já o ENCÉFALO segue divulgando seu novo álbum, ‘Die To Kill’, lançado este ano e que novamente coloca os cearense entre as bandas mais queridas de nossa cena.

O álbum produzido pela própria banda, com gravações feitas nos Studio 746 e VTM Studio, ambos em Fortaleza. A arte da capa ficou nas mãos do artista Thyago Olyveira.

Uma música retirada do álbum foi disponibilizada e leva o título de ‘Nigth of the Dead’.

https://soundcloud.com/metalmedia/encefalo-night-of-the-dead

Contatos: bandaencefalo@gmail.com

Sites Relacionados:
www.facebook.com/encefaloband
www.metalmedia.com.br/encefalo


STRATOSPHERA lança músicas registradas ao vivo no projeto “Valendo no Orbis”

A banda brasiliense de Blues-Rock, Stratosphera, recentemente foi convidada para participar da gravação do projeto “Valendo no Orbis”, em Brasília, onde gravou as músicas “Trem” e “A Cura Para a Loucura” do EP “Terra de Ninguém”, lançado em 2014.
O Valendo no Orbis é uma série produzida pelo Estúdio Orbis, de Brasília, que visa tirar o melhor som possível de uma banda, executando suas canções à moda antiga: todos gravando ao mesmo tempo. Não há overdubs, edições e nem dobras de nada. Quer uma guitarra a mais? Coloque outro músico pra tocar! Usando o velho método de gravação, recupera-se a energia que havia nos antigos clássicos, e é exatamente isso que o “Valendo no Orbis” quer.
A banda Stratosphera conta atualmente em seu line-up com Adônis Reis (guitarra e vocal), Rodrigo Figueiredo (guitarra), Wander Santos (baixo) e Rafael “Piu-piu” Pereira (bateria). Formada em 2013, a Stratosphera é uma banda de Blues-Rock que têm como referência artistas do mesmo gênero, tais como: Gary Clark Jr., Gov’t Mule, Jimi Hendrix, Albert King, entre vários outros.
A Stratosphera não é uma banda “retrô”, muito pelo contrário. Seu EP intitulado “Terra de Ninguém” mostra uma sonoridade moderna onde se busca novas abordagens para elementos já tradicionais no Blues-Rock tais como o slide-guitar, pedais fuzz, delay reverso e muitos outros. Elementos esses que já eram utilizados amplamente há quase 5 décadas atrás por bandas como Experience, Led Zeppelin e Allman Brothers Band, só para citar algumas. Não devemos deixar de citar também às várias referências à música brasileira nordestina presentes no disco.
O EP de 4 faixas “Terra de Ninguém” foi gravado e mixado em Brasília ao longo de 2013 e masterizado em Londres, na Inglaterra, por Alex Wharton nos estúdios Abbey Road. Para escutar o trabalho entre na página do Soundcloud da bandahttps://soundcloud.com/adonisreis

Veja vídeo da Stratosphera no “Valendo do Órbis”https://www.youtube.com/watch?v=4S5CNFbnkLk

Stratosphera – Line-up:
Adônis Reis (guitarra e vocal)
Rodrigo Figueiredo (guitarra)
Wander Santos (baixo)
Rafael “Piu-piu” Pereira (bateria)
Mais informações:


SHINIGAMI RECORDS novamente em prol dos animais abandonados

Há um ano, a Shinigami Records tomou conhecimento do maravilhoso trabalho voluntário de Elenice Coppe que, desde 2004, resgata animais abandonados e vítimas de maus tratos e, para ajudar nas despesas, a gravadora decidiu oferecer os seus produtos como prêmio de uma rifa.

Lamentavelmente a situação continua sendo difícil para Elenice e os seus animais: no último sábado, 24 de outubro, ela e os seus colaboradores foram impedidos de continuar com a “feirinha de adoção” que todos os sábados era realizada no Wal-Mart de Granja Viana (leia a história completa em http://shinigamirecords.us7.list-manage.com/track/click?u=146e175f180df2566567b17b9&id=5f7c4ba27c&e=03ad12bca7).

Para arrecadar dinheiro e ajudar a Elenice com os custos, a Shinigami Records está vendendo sacolinhas de lixinho para carro com os dizeres “Adote um amicão”. Cada sacolinha custa R$10,00 e estão disponíveis nas cores vermelha, amarela e azul. Adicionalmente quem adquirir uma sacolinha (+ R$ 5,00 de frete) poderá escolher 3 CDs da lista embaixo e comprando duas (+ R$ 5,00 de frete), 7 CDs.

* Importante: Todos os produtos serão enviados sem as suas caixinhas originais.*

AKERCOCKE - CHORONZON
AUTONOMY - AUTONOMY
BERZERKER - DISSIMULATE
COLETANEA HELLSTOUCH
CORPORATION 187 - PERFECTION IN PAIN
CULT OF LUNA - CULT OF LUNA
CULT OF LUNA - THE BEYOND
DECEMBER - THE LAMENT CONFIGURATION
DILLINGER ESCAPE PLAN - THE DILLINGER ESCAPE PLAN
FARMAKON - A WARM GLIMPSE
LINEA 77 - KETCHUP SUICIDE
LINEA 77 - NUMB
LIQUIDO - ZOOMCRAFT
LUNARIS - THE INFINITE
MISERY LOVES CO. - YOUR VISION WAS NEVER MINE TO SHARE
RABIES CASTLE - LET THE SOUL OUT AND THE VEIN
RAKOTH - PLANETSHIFT
RAKOTH - TINY DEATHS
RHEVAN - ONE MORE LAST ATTEMPT
SHORTIE - WORTHLESS SMILES
SKYLARK - DIVINE GATES PART IV THE LIVE GATE (DVD)
SKYLARK - SKYLARK
SKYLARK - TWILIGHTS OF SAND
SOCIETY 1 - EXIT THROUGH FEAR
SPLIT THREE WAYS TO HELL
WITHOUT FACE - ASTRONOMICON

Vamos ajudar!
Escolha a sua cor e os seus CDs, envie seu endereço e deposite numa das contas embaixo:

Banco Bradesco
Agência: 2883
Conta Poupança: 1006740-5
Titular: Willian Ohara Sakamoto

Banco Itaú
Agência: 6967
Conta Corrente: 11216-7
Titular: Twister Com de Discos e Fitas Ltda

E não esqueça de enviar o comprovante de depósito e as suas escolhas para loja@shinigamirecords.com.

A Shinigami Records agradece toda ajuda possível.


DEAD END lança sua terceira e última música do seu novo trabalho com lançamento oficial em 2016

Continuando a divulgação do seu novo CD a banda disponibiliza seu novo som, confira a nova música Teatro no canal da banda no youtube nesta quinta-feira 29/10/2015:


A banda continua ensaiando sem baterista e programando shows para o lançamento oficial do novo trabalho em 2016.

A banda está em fase de teste de bateristas, contato com a banda abaixo:



STRATOVARIUS no Brasil - Confira o promo video para a apresentação única em São Paulo

A Free Pass Entretenimento confirmou a única apresentação da banda finlandesa Stratovarius no Brasil. O show faz parte da turnê mundial de seu novo álbum “Eternal World Tour”, e acontecerá no dia 10 de Dezembro no Carioca Club em São Paulo.

Os ingressos já estão a venda no Clube do Ingresso – www.clubedoingresso.com/stratovarius , à vista pelo cartões (Visa ou Master) , cartões de débito Bradesco, ou também por boleto bancário.

Informações sobre valores, pontos de venda e horários em:
http://freepass.art.br/shows/stratovarius-no-brasil-2015/ 

Assessoria de imprensa oficial:
Heloisa Vidal
press@freepass.art.br 

Realização e Produção:
Free Pass Entretenimento
freepass@freepass.art.br 
http://freepass.art.br 


THEM lança single como prévia de novo álbum
A banda Them disponibilizou o single Forever Burns, que estará no vindouro álbum “Sweet Hollow”. Para conferir acesse:


O novo trabalho trará participações especialíssimas de nomes como o baixista Mike LePond (Symphony X), o baterista Kevin Talley (Suffocation), o guitarrista Markus Ullrich (Lanfear), o guitarrista Markus Johansson (Sylencer), o tecladista Richie Seibel (Lanfear) e o vocalista Troy Norr ("KK fossor") do Cold Steel.

“Sweet Hollow” tem previsão de lançamento para janeiro de 2016 e sairá em CD e vinil, além de estar nas principais plataformas digitais. Logo depois, a banda iniciará uma turnê pelos EUA, confira as datas (em inglês):

Feb 28 - Olympia Theater, Montreal

Feb 29 - Imperial Theater, Quebec City

Mar 1 - Playstation Theater, NY, NY

Mar 3 - Agora Ballroom, Cleveland, OH

Mar 4 - Concord Music Hall, Chicago, IL

Mar 6 - Showbox, Seattle, WA

Mar 7 - Avalon, Los Angeles, CA



NAMTER lança novo vídeo
A one-man-band italiana Namter lançou um vídeo para faixa Introspettiva Inumanità Disvelante, música que foi retirada de seu primeiro álbum “Il rifugio della creazione”, lançado em maio último. Para conferir acesse:


Todas as imagens foram feitas pelo próprio Namter.

Mais informações:


INSTIGATOR pronto pra lançar 7”vinil
De volta após 5 anos de sua demo “Future Shock”, a banda Instigator anunciou que irá lançar um 7” vinil. O trabalho intitulado “Bad Future” sairá no dia 11 de dezembro via Gates of Hell Records (sub-selo da Cruz Del Sur Music). As pré-vendas começam no dia 20 de novembro.

O disco apresentará membros do Antichrist, Portrait, Devil Lee Rot, Trap, Autopsy Torment e mais. Confira o track list:

Side A
1 -Anabolic
2 - Inseminoid

Side B
3 Black Magic
4 Undetectable

Mais informações:


DOOMSDAY HYMN: Presença forte em mídias chilenas.
Ainda correndo a América Latina com a sua DestrucTour, a banda Doomsday Hymn se prepara para 03 shows em terras chilenas sendo dia 30/10 em Arica,31/10 em Santiago e 01/11 em Valparaíso. 

Aproveitando essa passagem a banda concedeu entrevista para o jornal Estrella Arica onde além de falar sobre a sua passagem pela cidade, abordou o atual mercado da música dentre outros temas. A banda também gravou entrevistas para o programa Rádio Uno 97.1 e Canal Arica (TV)

Confira a matéria no jornal Estrella Arica no link abaixo (págs. 8 e 9) :


Doomsday Hymn é :
Gil Lopes (V), Karim Serri (G), Angelo Torquetto (G), Allan Pavani (B) e Jarlisson Jaty (D)


REBAELLIUN: Mais Novidades Sobre Os Relançamentos

Seguindo na pré-produção para as gravações do álbum “The Hell’s Decrees”, o REBAELLIUN anuncia mais novidades dos primeiros materiais da banda.

O clássico EP “At War” será lançado em vinil 7?, em novembro, pela gravadora holandesa Hammerheart Records, que também confirmou o relançamento dos dois primeiros álbuns “Burn the Promised Land”e “Annihilation” em CD e vinil para março de 2016.

Recentemente a banda anunciou que entrará em estúdio em dezembro para as gravações do novo álbum. “The Hell’s Decrees”, terceiro disco da banda, tem previsão de lançamento para maio de 2016 na Europa, também pela Hammerheart Records. O álbum será produzido pelo próprio guitarrista Fabiano Penna.

O REBAELLIUN se consolidou como um dos principais nomes do metal extremo nacional, sendo considerado uma das grandes potências brasileiras, com uma série de shows no exterior e reconhecimento de grandes nomes do Death Metal mundial.

Contato:  rebaelliun.brazil@gmail.com

Sites Relacionado:
www.facebook.com/Rebaelliun
www.metalmedia.com.br/rebaelliun



RAGE DARKNESS: conheça um pouco mais de cada faixa do novo álbum

A música do RAGE DARKNESS é regada de sentimentos e sensações, não apenas em sua complexa mistura de Dark, Death, Modern e mesmo Prog Metal, mas também em seu conceito lírico.

Para que possamos aproveitar ainda mais o recém-lançando debut ‘Engine Of Misanthropy’, o grupo nos apresenta um faixa-a-faixa.

Intro: apesar dos constantes acréscimos de influência, a Rage Darkness continua sempre mostrando a sua essência no Dark Metal com arranjos orquestrais e coral. O nome da banda como todo o conceito das letras de “Engine Of Misanthropy”, foram criados em cima da primeira música do então projeto “Silent War”.

Em seguida, “Morphine” mostra a evolução da banda em termos técnicos e mais velocidade nas composições comparadas as músicas dos EP’s lançados. Um pouco de Thrash, death e riffs de guitarra baseados em trítonos da idade média. Sim! Movimentos de Beethoven estão subliminarmente inseridos na agressividade desta música.

Após a morfina, “Fear Of Change” quebra qualquer rótulo singular que poderíamos dar ao álbum. É uma homenagem a Tom Englund (Evergrey) quando veio ao Brasil em turnê e conversou com o vocalista Vinne. Uma inspiração e tanto.

Infectando ainda mais o clima, a faixa “Virus” entra bem trabalhada e diversificada lembrando os anos 90 do industrial com death metal norte-americano, até o progressivo escandinavo com violões e variações de gutural e vocal limpo.

“Behind Your Eyes” aparece para acalmar, com intensas melodias de guitarra e boas estruturas de vocais limpos.

Mostrando a opressão do blackned death metal: “Thanks For Your Hostility”.
O tema desta música agradece de forma irônica o abismo em que a humanidade caminha. A própria criação desenvolvendo devastação, a liberdade da ciência com efeitos colaterais irreversíveis acorrentados em sua própria órbita.

“Painful Farwell” com estilo ocidental, é uma faixa de protesto contra qualquer pessoa que tente ou tire a sua própria vida. Baseada em uma história real de um oficial militar que se despediu deste mundo de uma forma brutal.

“Trial Of Hate” apesar de ter vocais limpos, lembra algumas bandas de black metal no final dos anos 90, com teclados bem sacados dandomais força a agressividade das guitarras e vocais.

A versatilidade em formato semiacústico deste debut também é representada pela faixa “Inner Self”, com um bom trabalho de baixo e bateria e vocais bem encaixados ao um leve quarteto orquestral.

Uma mescla de Doom com Death Metal fica bem evidente com “Silent War”, uma grandiosa composição, com vocais soturnos e riffs de guitarra pesados e marcantes.

Fechando com o tema do CD, “Engine Of Misanthropy” protesta com agressividade o que nos leva a misantropia involuntária. A tecnologia nos afasta das experiências presenciais nos tornando muito mecânicos e sem emoção em contato com outras pessoas. A capa deste disco junto a letra e melodia é autoexplicativa: dentro de cada ser ainda existe coração e inocência, como uma criança, mas à nossa volta está tudo desgastado e chegando ao seu fim. Nos tornando pequenas engrenagens de isolacionismo social.

‘Engine Of Misanthropy’ foi gravado no Studio Bunker em Curitiba com gravação, mixagem e masterização por Alexandre Cegalla. Já a capa ficou por conta do artista Jean Michel (Keep Of Kalessin, Incantation, Ragnarok). Para ouvir e comprar pelo Bandcamp, visite o link:

https://ragedarkness.bandcamp.com/releases

O álbum também está disponível em sites como iTunes, Google Play. Interessados em comprar podem fazer através do site do RAGE DARKNESS:

http://www.ragedarkness.com/#!buy/cz79

‘Engine Of Misanthropy’ também está disponível em formato físico e pode ser encontrado diretamente com a banda por e-mail ou Facebook.

Contato: ragedarkness@outlook.com

Sites relacionados:
www.ragedarkness.com
www.facebook.com/Rage.Darkness
www.metalmedia.com.br/ragedarkness



ARMAHDA: loucura da rainha e governança no Brasil

O ARMAHDA segue liberando informações acerca das músicas de seu debut álbum, autointitulado, desta vez com a faixa ‘Queen Mary Insane’. A terceira faixa do álbum discorre sobre D. Maria I, de Portugual, também conhecida no Brasil como “Maria Louca”.

A música foi liberada para audição gratuita no Youtube em forma de lyric video. Para compreender melhor a letra e ao que se refere, a banda escreve:

“A Igreja fazia parte do projeto de colonização do território brasileiro, como um órgão administrativo do Estado, auxiliando-o a manter os valores apostólicos doutrinários em favor da subordinação do povo à Coroa portuguesa.

Em tom ameaçador, a rainha D. Maria I, exigia por cartas que “desde os primeiros anos que devem guardar inviolável fidelidade a S. Majestade, rogar a Deus por ela, obedecer a sua autoridade e cumprir as suas leis”. A rainha de Portugal defendia a catequese como meio de inclusão social dos indígenas, cobrando de governadores todos os seus esforços para levarem os índios “ao conhecimento da religião, para mudar os seus costumes em outros mais humanos, e mais úteis para a sua própria conservação”.

No Brasil, quando desembarcava com a família real, que fugia de Napoleão, ela gritava com medo de demônios que a cercavam. Este incidente lhe valeu o apelido de “Rainha Maira I, a Louca”. Existem histórias que relacionam sua loucura com uma doença mental manifestada após as mortes de seu marido e, logo a seguir, de seu filho primogênito, o qual supostamente ela recusou vacinar contra varíola, devido às suas crenças religiosas. Atos inconsequentes desta Princesa do Brasil, como a proibição da produção de manufaturas na colônia e dos privilégios portugueses na exploração de ouro serviram de estopim para revoltas, como a Inconfidência Mineira.”

Confira o lyric video:

https://www.youtube.com/watch?v=MpIiIQi2tTM

As duas primeiras músicas já foram liberadas. ‘Ñorairô’ serve de introdução para o álbum, a palavra significa “guerra” em guarani, tema recorrente no trabalho da banda. A segunda música, “Echoes from the River”, discorre sobre o tratado de Madri. Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=mSbWyalJm2c

Quem não acompanhou o lançamento de seu primeiro álbum, em 2013, o ARMAHDA chamou atenção não só do público como da mídia especializada, recebendo elogios como “este álbum é grandioso e muito rico em detalhes e também em conhecimento histórico sobre o nosso país, além de possuir músicas para fazer qualquer headbanger sair batendo cabeça” (Whiplash!), “no campo lírico surge como um sopro de ar fresco mais do que necessário a cena nacional. Porque falar de Vikings e Gnomos, se temos uma história e folclores riquíssimos? Palmas para Renato e Maurício” (A Música Continua a Mesma), “uma das mais grandiosas obras já realizadas por uma banda nacional de heavy metal, cem por cento indicado pra quem gosta de metal de boa qualidade e se interessa pela história do Brasil” (Heavy Metal Brasil), entre outras.

Fiquem ligados nas próximas semanas, mais faixas e histórias serão divulgados.

Contato: armahdametal@gmail.com

Sites relacionados:
www.facebook.com/Armahda
www.metalmedia.com.br/armahda



GASOLINE SPECIAL: já pensando em um novo trabalho

O GASOLINE SPECIAL enfim sai do bar e volta a se reunir para pensar um novo trabalho. O formato ainda não foi definido, mas as primeiras músicas já estão ganhando forma.

“Ainda não decidimos qual será o formato do novo trabalho, um EP, um álbum, ou mesmo um single, mas estamos compondo bastante e as novas músicas têm ficado muito legais. E pesadas!”, comenta o vocalista André Bode.

Enquanto esperamos, o grupo segue compondo e promete nos dar mais detalhes sobre o que vem por aí muito em breve.

Mas será esse o fim do ciclo de nosso querido ‘RCK’n’RLL’? “Talvez ainda tenhamos uma ou duas surpresas na manga que retiraremos do disco”, deixa no ar o baixista Junior Costa.

Dentro de todo este “mistério” sobre novos projetos que o GASOLINE SPECIAL se encontra uma coisa podemos ter certeza, o que virá será mais uma celebração do mais puro e autêntico Rock n’ Roll, sem rabo-preso, sem papas na língua e – graças aos deuses do Rock – sem politicamente correto que vem infestando a cena.

“Fazemos Rock do jeito que amamos, divertido, controverso, instigante. Se não for assim, não precisamos mais tocar”, finaliza o baterista Junior Scalav.

E quem ainda não conhece esse jeito de fazer Rock n’ Roll do GASOLINE SPECIAL, pode conhecer agora ouvindo – ou baixando – seu mais recente disco ‘RCK’n’RLL’ de forma gratuita em um dos links:

https://soundcloud.com/gasolinespecial/sets/rcknrll

https://www.youtube.com/watch?v=ayLg82MzTLc

http://gasolinespecial.com

Para quem preferir, o disco também está disponível para venda em formato físico. Para comprar entre em contato diretamente com a banda pelo email ou Facebook.

Contato: contato@gasolinespecial.com

Sites Relacionados:
www.gasolinespecial.com
www.facebook.com/gasolinespecial
www.metalmedia.com.br/gasolinespecial



KRUCIPHA: a polêmica percussão no Metal

Quem acompanha o Metal, em especial o Thrash Metal, já se deparou com bandas que usam e abusam de instrumentos de percussão em suas músicas. O KRUCIPHA é uma das bandas que utiliza um membro especificamente para a percussão como forma de expressão, mas saem do ‘mais do mesmo’ das bandas do estilo.

“Minha franca inspiração é o batuque de giras e o maracatu via manguebeat. Mas no que tange o metal, não dá pra pirar muito. O lance ainda é bateria e guitarra e não tem nada de errado nisso“, comenta Jgör Nosnyój, percussionista da banda, que completa:

“Penso que a percussão tem que ser para a bateria como o que o baixo é para a guitarra e é como fazemos. Mas nas linhas de composição sempre procuramos puxar a atenção em determinado momento para um instrumento em particular. E nessa hora o músico tem a liberdade pra “pirar”. Eu acho que fica bom sim, dentro do metal, nessa proposta do Krucipha. O metal é mundial e eu gosto quando o país dá ao metal a sua contribuição.

Tanto que é possível dizer, pela sonoridade, de onde vem a banda. Você escuta e diz: “isso é polonês (porque são “duros” e diretos ao assunto, porradaria pura), isso é italiano (com linhas mais puxadas para a música clássica, tem banda que tem até pianista!!) e, por que não, isso é brasileiro (em geral porque rola um batuque ou um certo groove nas palhetadas).

Com certeza é essa contribuição que nós (bandas brasileiras) damos e é como somos vistos lá fora. E quem gosta, gosta. Quem não gosta, pixa. Critica. Mas é porque o cara gosta do metal bay area, do metal “de raiz” e são mais catedráticos. Há quem diga que metal é power trio e acabou. Porém é a opinião de cada um.

Sempre tem quem se expresse. E na forma headbanger de ser. Xinga e faz sinal. Já teve show em que quando entrei no palco com a alfaia (tambor de maracatu), apontavam e davam risada. No fim eram os mesmos que iam lá apertar minha mão e dizer “que foda; é isso aí; mano que coisa louca é essa”, enfim, entusiasmados e que agitaram loucamente no mosh, ainda mais quando largo meu kit e desço no mosh junto com eles.

Teve até colega de outras bandas que quando carregavam a alfaia ou o latão pra algum lugar diziam “que vergonha, isso não é instrumento”, mas depois do show vinham com “poha, velho, que diferença faz essas merdinhas aí. Empolga demais.”

Por outro lado, tem gente que já se empolga em ver que tem esse “tempero”, por assim dizer, porque curtem a sonoridade e de como fica tudo “mais em casa”. Que, de fato, gostam de um metal mais moderno, pós new metal.

O Sepultura parava o show deles para se juntar com Pantera e ficarem batucando por 15 minutos e a galera só curtindo. Enfim, são os anos 2000 e bordoada.”

O KRUCIPHA lançou no ano passado seu debut, ‘Hindsight Square One’, e desde então vem chamando a atenção pela sua complexa mistura de Thrash Metal e música tribal. O que vale ser destacado é que esta complexidade se estendeu também à lírica da banda, que conseguiu casar de forma formidável música e letra.

Ouça a música ‘Denial’:
https://soundcloud.com/metalmedia/krucipha-denial

Confira também o lyric vídeo para a música ‘Pulse’:

https://www.youtube.com/watch?v=9qzbYxlPcC4

Videoclipe para a faixa ‘Greater Good Parasite’. Assista:

https://youtu.be/wTDOGMhakzc

Contato: krucipha@krucipha.com

Sites Relacionados:
www.krucipha.com
www.facebook.com/krucipha
www.metalmedia.com.br/krucipha


TYRANT'S KALL divulga novo clipe
Desde o dia 1º de outubro está no ar o clipe da faixa título do álbum "Gla'aki", lançado recentemente. Para conferir o clipe acesse:


O álbum, que foi lançado no dia 31 de agosto, conta com as seguintes faixas:
01. The Kraken (05:36)
02. Medusa (05:17)
03. Gla'aki (03:51)
04. Evil Eye (05:42)
05. Michel Mauvais (02:01)
06. Miskatonic Witch (03:48)
07. Fearsome Dreams In The Deep (01:30)
08. The One That Slumbers (04:43)
09. Elixir Of Immortality (06:54)

Mais informações:
www.facebook.com/pages/Tyrants-Kall/139610432722053

Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records