sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Shade of Mankind – “We Are the Plague” – 2015 – Independente (Nacional)

Primeiro disco destes gaúchos que surgiram em 2011 e antes haviam lançado dois EP´s e uma demo. A mescla de estilos dentro do Metal extremo faz com que quarteto de Porto Alegre consiga sair da mesmice e ainda empolgar com um trabalho que nos remete ao mais profundo underground.

O mais interessante é que mesmo ao misturar Death Metal, Grindcore e até Crust, a banda não fecha o seu leque e adota elementos inusitados para os estilos propostos. Um bom exemplo são arranjos de teclados que aparecem em algumas composições e dão um ar mais maléfico às músicas.

Além da variação rítmica, aonde quebradas tornam o som cadenciado por sinal, a banda conta com um trabalho vocal interessante que vai do gutural cavernoso ao rasgado. Essa versatilidade da banda faz com que “We Are The Plague” soe mais interessante do que se suspeita.

Com guitarras sujas, baixo distorcido e uma bateria estridente a banda destila brutalidade, mas de uma forma consciente que conta com uma produção bem empoeirada. Enfim, algo que ouvidos sensíveis não irão se acostumar, mas que agradará em cheio os fãs da podridão.


8,0

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records