quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Pagan Throne – “Swords of Blood”

(2015 – Nacional)

Rising Records/Eternal Hatred Record/ Black Legion Productions/Oneye Records

Após cinco anos de seu debut “The Way to the Northern Gates” (2010, lembrando que a banda lançou um EP e um single nesse intervalo), os cariocas do Pagan Throne retornam com seu segundo disco, este “Swords of Blood”, trazendo uma evolução natural, além de mais amadurecimento.

Mas, o que chama atenção realmente no novo trabalho é a versatilidade que o quinteto traz, além do nível de profissionalismo que a banda tem atingido. Mesmo mantendo o foco no Pagan Black Metal, o Pagan Throne não fecha o seu leque e deixa fluir elementos do Folk e do Metal Tradicional que se encaixam perfeitamente à proposta do grupo.

Outro fator é que cada composição possui sua característica, mas a banda consegue mesmo assim manter sua essência. Com guitarras bem desenvolvidas (solos bem melódicos) e uma cozinha coesa, além de rápida, a banda varia, alterna os ritmos assim como as ótimas linhas vocais que vão desde o limpo (porém agressivo), passando pelo rasgado e o gutural.

O trabalho de produção do baixista Eddie Torres no Michelangelo Studio está corretíssimo, só faltando um pouco mais de peso nas guitarras. Óbvio que é apenas um detalhe que não tira o brilho do disco como um todo de forma alguma. A arte gráfica ficou muito bacana, e o aspecto visual dos músicos é impactante para o estilo proposto.

A cada audição uma ou outra faixa diferente chama mais atenção, portanto os destaques ficam por conta de Rites of War, Fallen Heroes, a épica Northern Forests, Beast of the Sea, a ‘tradicional’ Kingdom Rises e Path of Shadows. O fato é que o Pagan Throne é uma das bandas brasileiras que mais entendem do estilo.


8,5

Vitor Franceschini



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records