quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Território Metálico – “Miasthenia/Moretools/Valhalla/Roasting”

(2015 – Nacional)

Independente

O Território Metálico foi de certa forma um projeto ousado. Primeiro porque lançar algo de Metal no Brasil já requer o mínimo de ousadia, segundo pelo fato de unir quatro bandas em um material de qualidade muito acima da média e, por fim, transformar isso em material físico, além de tentar obter o retorno merecido.

Idealizado por Riti Santiago, baterista do Moretools, o trabalho foi gravado no Galpão Matrix em Brasília/DF, local da própria produtora que organizou tudo (inclusive a plateia que teve que guardar vaga) e proporcionou equipamentos de primeira linha, o que resultou num trabalho no mínimo digno.

São quatro bandas clássicas do Distrito Federal: Valhalla, Miasthenia, Moretools e Roasting (a única que não é de Brasília e sim de Taguatinga), onde curiosamente – e coincidentemente – três delas contam com vocalistas mulheres. Apesar de todas investirem no Metal extremo, as bandas possuem suas características e são distintas.

A Valhalla abre o DVD e logo de cara chama atenção a baterista e vocalista Ariadne. Ela que caiu de pára-quedas no posto de ‘cantora’, impressiona pela técnica nos bumbos e sua potência vocal. Isso sem contar a postura imponente, fixando o olho o tempo todo na plateia como pede a uma ‘frontwoman’. As irmãs Adriana (guitarra) e Alessandra Tavares (baixo) dispensam apresentações na execução de seu Death Metal brutal e agressivo. O repertório é o último EP “Evil Fills Me” (2014) na íntegra, primeiro gravado por Ariadne e que possui qualidade ímpar.

O Moretools – que é uma espécie de anfitrião, pois o vídeo é dirigido por seu baterista, Riti Santiago, que confessou que de início seria um DVD da banda somente – entra destruindo com seu Metal extremo. Mesclando vários estilos (principalmente Death/Thrash/Grindcore), sem dúvidas a coesão e presença de palco são os diferenciais do grupo, além é claro da sonoridade soar mais atual, afinal, o quinteto é o caçula do DVD.

Representando o Black Metal, mas com temática baseada no paganismo dos povos da América do Sul, o Miasthenia é daquelas bandas únicas. Uma das maiores no estilo no Brasil, tem na tecladista e vocalista Hécate seu símbolo e mostra como um power trio (que dispensa o baixo) consegue soar imponente no palco. Impressiona a apresentação da banda, que prende o telespectador em uma execução primorosa. São três composições, sendo a clássica XVI do debut de mesmo nome e duas do mais novo e excelente “Legados do Inframundo” (2014).

Formada em 1990 a banda Roasting parou em 1993 e retornou em 2007. Isto é, o grupo é experiente e ainda conta com Carola (ex-Valhalla) no vocal, pra melhorar. O som é um Death Metal extremo, baseado no ‘old school’. Mudanças de andamento, variações rítmicas e peso descomunal fazem parte da apresentação que é a mais intimista do evento.

Vale destacar, que todas as apresentações contam com intercalações entre as músicas com entrevistas com as bandas (legendadas em inglês!), onde as mesmas contam suas histórias e outras curiosidades. Tudo com captação de imagem e som de primeira linha. Enfim, o primeiro Território Metálico é um registro histórico não só para o Metal do Distrito Federal, mas para o underground metálico nacional.



9,0


Vitor Franceschini

Um comentário:

  1. lá, Headbangers. Me chamo Sabrina Rodrigues.

    Fiz um canal,recentemente, no Youtube sobre ROCK/METAL e gostaria de compartilhar com todos vocês!

    confere aí : https://www.youtube.com/channel/UC-ORg77G5tQKxxKiUmvY-2w

    ResponderExcluir

Shinigami Records