terça-feira, 29 de março de 2016

Deep Purple – “...to the Rising Sun (In Tokyo)”

(2015 – CD/DVD – Nacional)
                                    
Shinigami Records

Além de lançar o também CD e DVD ao vivo “From the Setting Sun… (In Wacken)”, o selo brasileiro Shinigami Records traz ao mercado nacional o outro volume da saga “...to the Rising Sun (In Tokyo)”. Obviamente o show foi gravado no Japão, mais precisamente no Nippon Budokan, no dia 12 de abril de 2014.

Além do show completo da banda, com um repertório mais abrangente, aqui o Purple faz uma apresentação mais intimista e aparentemente mais coesa. Impressiona como a banda de quase meio século de estrada e músicos que podem ser considerados idosos conseguem manter certa pegada e coesão (claro que guardadas as devidas proporções).

O CD é duplo e em sua primeira parte, além de músicas de seu último álbum “Now What?!” (2013), a banda destila os clássicos menos ‘carne de vaca’, assim diríamos. Mesmo mostrando suas limitações atuais (sem querer bater na mesma tecla), Ian Gillan parece bem humorado nesta apresentação e segura a onda de acordo com suas necessidades. A inclusão da faixa The Mule do álbum “Fireball” (1971) foi bem feliz, por sinal.

Apesar de muitos não dar o devido valor, a performance de Don Airey está cada vez melhor, principalmente nesta longa apresentação de quase duas horas onde ele segura a onda para a banda com seu solo no segundo CD que agrada, apesar dos pesares destes tipos de passagens (também há solo do guitarrista Steve Morse).

Falando em segundo CD, este traz os clássicos absolutos da banda e acredito que não é preciso mencionar faixas como Perfect Strangers, Smoke On The Water e/ou Space Truckin’, por exemplo? Pois elas estão lá, e pelo menos sonoramente a banda não dá sinal de cansaço. A falta de Highway Star não tem como passar em branco.

DVD

A Shinigami também lançou o DVD da apresentação que traz exatamente o mesmo repertório (e show), só que vem num formato simples. O vídeo saiu separadamente e mostra este ‘showzaço’ com captação de excelente qualidade, onde a apresentação mais intimista fica melhor ainda de ser vista.

Realmente Ian Gillan está bem à vontade e mostrando uma educação extra com os japoneses que, aliás, se mostram bem atentos ao show e participam de forma quase nula, fato um tanto quanto característico do público local. Apesar de vários solos e incursões, o show é dinâmico e tem um ritmo que não se deixa cansar.

No caso do DVD a falta de um extra aqui e acolá o deixou meio pobre nesse quesito, mas longe de frustrar a qualidade do show que contou com captação de dezenas de câmeras em HD. O fato é que este é mais um material para colecionador e para quem é fã de Rock Clássico, pois a aula é garantida em todos os formatos aqui.


8,5

Vitor Franceschini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records