sexta-feira, 18 de março de 2016

Unleashed – “Dawn of The Nine”

(2015 – Nacional)                                          
                                    
Nuclear Blast/Shinigami Records

Fruto de mais uma parceria entre a Nuclear Blast e o selo nacional Shinigami Records, chega ao território brasileiro o 12º álbum de estúdio dos suecos do Unleashed, uma das bandas mais legais do Death Metal e que sempre buscou novidades em sua sonoridade, mas sem jamais perder sua essência.

O disco é conceitual e se aprofunda ainda mais na mitologia nórdica, temática quase sempre utilizada pela banda. Desta vez abordam ‘Oldalheim’, que é basicamente a continuação da história pós-apocalíptica da mitologia nórdica e resume fatos contra todas as religiões surgidas desde então.

Vale lembrar que o conceito é uma continuação do que foi abordado desde “As Yggdrasil Trembles” (2010) e “Odalheim” (2012), álbuns que antecedem “Dawn of The Nine”. Talvez por isso, o novo trabalho traz um certo clima épico que fica restrito às linhas tradicionais do Death Metal do grupo.

As características da banda estão impostas em cada composição, sendo que num todo o álbum parece resumir bem a carreira do Unleashed. Afinal, o grupo passou por períodos mais soturnos do Death Metal e outros mais focados no Heavy Metal tradicional, sendo que as linhas tradicionalistas aparecem com ênfase no disco.

Sendo uma das bandas mais interessantes no quesito ‘refrão’, aqui os mesmos aparecem em quase todas as faixas e soam marcantes. As bases de guitarras, assim como os solos dão a tônica do disco, tendo uma cozinha que fortalece bem o peso e ajudam na variação rítmica que é o forte de “Dawn Of The Nine”.

A produção de Fredrik Folkare é primorosa, sendo que a capa do disco – que condiz e muito com o tema abordado – é uma das melhores do Unleashed, mérito de Pär Oloffson (Exodus, Immortal, entre outros). Destaque para as faixas A New Day Will Rise, The Bolt Thrower, Let the Hammer Fly, Dawn of the Nine e Welcome the Son of Thor!.


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records