quinta-feira, 26 de maio de 2016

Discharge – “End of Days”

(2016 – Nacional)
                                             
Shinigami Records

Se o Discharge não desfruta do ‘mainstream’ no Rock pesado, ao menos é uma das bandas mais cultuadas dentro do Rock e Metal, além de quase todos os subgêneros que infestam o underground, no mundo. São quase quarenta anos de carreira dedicados ao Hardcore que sempre manteve o leque aberto ao Metal e suas influências, criando uma sonoridade que não é única, mas soa particular.

Apesar de ser apenas o sétimo full-lenght do grupo, a banda possui uma vasta discografia com dezenas de trabalhos em diversos formatos como EP, compilações, ao vivo, bootlegs, enfim, tudo que dignifica uma banda underground que possui a cena na veia.

Falando do que importa, ou seja, o conteúdo deste novo trabalho, temos um Discharge honrando suas características e trazendo suas raízes mais purificadas no Hardcore aos tempos atuais. Impressiona como a banda consegue soar atemporal e manter a sua sonoridade intacta mesmo nas novas composições.

A produção digna de aplausos prova que o Hardcore pode ser bem polido e ainda soar sujo, assim como a técnica da banda em executar riffs consistentes, além de solos com melodias bem dosadas e uma cozinha dinâmica. A estreia do vocalista JJ Janiak em um álbum completo foi perfeita, sendo que o mesmo mostra um vocal peculiar, agressivo e que se encaixa ao estilo da banda.

São quinze faixas distribuídas em pouco mais de meia hora que mantêm a peteca no alto o tempo todo. Refrãos fortes e uma energia contagiante emanam no disco todo, sendo que faixas como Raped and Pillaged, Meet Your Maker, Hatebomb e Infected com sua levada diferenciada, são apenas algumas das pérolas. Viciante!


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records