quarta-feira, 25 de maio de 2016

Metal Church – “XI”

(2016 – Nacional)

Shinigami Records

Para os fãs de Metal Church dois presentes. Um marca o retorno de Mike Howe, que pode não ser o principal nome a carregar o microfone da banda (posto principal do saudoso David Wayne), mas que lançou clássicos com o grupo. O outro é o fato de a gravadora Shinigami Records lançar este novo trabalho no mercado nacional.

O décimo primeiro disco do Metal Church soa como se a banda tivesse vindo do final da década de 80 direto para os dias atuais. Afinal, a banda consegue manter as características que a consagrou e encaixar nisso uma roupagem atual que faz com que as composições aqui contidas soem atemporais.

Como poderia se esperar, as linhas de guitarras do eterno líder Kurdt Vanderhoof e Rick van Zandt são o carro-chefe. Com timbres sempre bem escolhidos, destilam riffs característicos e ainda contam com passagens/incrementações acústicas, elemento que o Metal Church sempre gostou de usar.

A cozinha de Steve Unger (baixo) e Jeff Plate (bateria) mostra uma boa coesão, sendo que as linhas de Unger enfatizam o peso e Plate consegue soar versátil explorando seu kit da forma necessária. Enquanto isso, Howe nem parece ter cinquenta anos. O homem está cantando muito (talvez até melhor que em seus primórdios na banda) e mostra-se extremamente à vontade.

“XI” é um disco que prima também pela variação no clima e andamento das composições, o que torna sua audição ainda mais prazerosa. Destaque para a dinâmica Killing Your Time, No Tomorrow (clássico imediato) e a cadenciada Sky Falls In. Sem dúvidas o melhor disco do Metal Church dos anos 2000.



8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records