quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Heretic – “The Errorism”

(2016 – Nacional)
                                      
Independente

O Heretic construiu sua carreira fazendo música instrumental mesclada com a música tradicional do oriente médio. Isto é, a banda capitaneada pelo músico Guilherme Aguiar, investe no peso do Metal, além de levadas e arranjos da música tradicional daquela região.

“The Errorism” é o quarto full-lenght e quinto no geral (se contar o EP “Lamashtu” de 2013) e traz o grupo inspirado, com sua musicalidade amadurecida e coesão ímpar. O peso e a timbragem dos instrumentos também se destacam, dando qualidade extra ao disco.

O disco duplo traz dezessete composições, sendo duas ao vivo e um cover do Nile, para a faixa Ruins. É difícil destacar uma ou outra, pois a cada audição uma diferente chama atenção, mas é fato que conseguiram acertar mais uma vez em estrutura, arranjos e energia, pois o trabalho transcende sem deixar o ouvinte cansar e estamos falando de um disco instrumental duplo! Ponto pra banda.

O conceito do álbum, apesar de não termos letras, é nitidamente diante dos erros e como as pessoas se utilizam deles para se justificarem, como no terrorismo, por exemplo. Essa é uma forma mais resumida de explicar isso e este é mais um trunfo da banda, conseguir passar uma mensagem em forma de música.

O disco bem produzido pelo próprio Guilherme, contou com participação de Luís Maldonalle (Bella Utopia) que gravou solos de guitarra, Fifas Rules (Aurora Rules) que gravou linhas de baixo fretless, Moyz Henrique (Ghon) que também gravou um solo de guitarra e Laysson Mesquita (DDO) que também contribuiu com as linhas de baixo fretless. Aprovado!


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records