sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Motörhead – “Under Cöver”

(2017 – Nacional)
                                    
WEA              

O que falar sobre o Motörhead? Ícone, mito, lenda, amor, paixão? Tudo isso e muito mais! “Under Cöve”r pode, de início, parecer apenas mais um caça-níquel fúnebre (risos). Ledo engano! Os fãs sabem que o Lemmy, além de ser musicalmente (e de atitude também... coisa que anda muito em falta hoje em dia.) um dos alicerces do Rock and Roll (sem mencionar o Heavy Metal) era antes de tudo um fã e colecionador de ‘música’. O álbum, portanto, é um tributo aos ídolos dele e, também - funcionando como uma via de mão dupla - uma homenagem àqueles influenciados pelo Motörhead!

Judas, Pistols, Ramones, Stones, Bowie (!!!), entre os 11 artistas agraciados com a homenagem, estão em versões matadoras e poderiam, sem dúvida alguma, terem sido feitas pela banda. Criador e criaturas se misturam e se completam. Whiplash, por exemplo, poderia ter tido a autoria tanto do Motörhead, quanto a do Metallica! Bom, todos sabem que o Thrash Metal - mesmo que superficialmente (risos) falando - deve muito (pode-se, inclusive, citar como maior influência) à banda de Mr. Kilmister!

Há uma série (em forma de box - 3 CDs) que se chama “The Many Faces of...”. Várias bandas já foram contempladas e/ou lançadas, inclusive o Motörhead. Comece com “Under Cöver” e logo em seguida parta para esse box. História e diversão garantidas!

Se daqui a 200 anos quiserem rotular a “cara e a atitude” da música barulhenta (risos), Lemmy e a banda tem a obrigação de ser uma das referências visuais, sonoras e comportamentais! E a versão de Starstruck do Rainbow com o Biff Byfford (Saxon) fazendo a parte do Dio? Lágrimas, lágrimas e mais lágrimas!


1000

Adalberto Belgamo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records