quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Arte News: WOLFPIRE: clima de mistério rodeia clipe "Shadows"

WOLFPIRE: clima de mistério rodeia clipe "Shadows"


"Shadows" é o primeiro videoclipe extraído do álbum de estreia do Wolfpire, "Naughty and Hungry"


O terror gótico, aquele dos antigos filmes da década de 1930, encanta os amantes do rock de todas as vertentes. Do horror punk do Misfits passando pelas guitarras estilizadas de Kirk Hammett (Metallica), Drácula, Criatura de Frankenstein e Lobisomem, entre outros monstros famosos, são figuras recorrentes há décadas no estilo. Por isso, um nome que resulta da mistura de lobo com vampiro poderia ser visto, em um primeiro momento, como parte da identidade de uma banda gótica. Porém, a origem do grupo paulistano de hard rock Wolfpire está em personagens híbridos, temas recorrentes também nos filmes atuais de sucesso. Assim, "Shadows", o primeiro videoclipe extraído do álbum de estreia, "Naughty and Hungry", lançado em 24 de novembro pela ONErpm e, de forma independente, no formato físico em CD, traz o personagem central expressando a liberdade após viver com a sensação de ter sido explorado em um relacionamento conturbado. "A música é enérgica e as principais influências são Ratt, Winger, Tyketto, TNT, Dokken e Europe", revela o guitarrista Luiz Casadio.

Veja o clipe de "Shadows" em 
https://youtu.be/YTWUS6JDsnU

Segundo o dicionário informal, a expressão 'wolfpire' estaria sendo usada por estudantes de algumas regiões como gíria para apelidar mulheres muito bonitas de um determinado grupo – "aquela garota é muito linda, não é desse mundo, ela só pode ser uma Wolfpire!". "Cada música carrega uma característica e penso que essa variedade fará o ouvinte passear por diferentes climas e ambientes", analisa Casadio, que gravou e mixou o trabalho em seu próprio estúdio, Casadio Studio (SP). Já a masterização foi realizada por Pablo Coitino, na empresa Binaulab.

Apesar de apresentar uma personagem, "Naughty and Hungry" não é um trabalho conceitual e apenas algumas faixas tratam do tema. "A música que introduz a personagem Wolfpire é a que dá nome à banda, colocando o ouvinte dentro de um ambiente que mistura terror e sensualidade. A letra revela suas características: uma mulher sensual que, na realidade, é um misto de vampira e lobo, e se utiliza da sensualidade para atrair as vítimas e se alimentar", explica Casadio. "O clima é até mais próximo do gótico e a faixa 'Spiders' reforça a tendência, mas nós praticamos hard rock inspirado na década de 80, mesmo", conclui.

Site relacionado: 
www.wolfpire.com.br

Contato para shows e merchandising: 
wolfpireofficial@gmail.com


EXYLLE: liberado no YouTube a música Destruction
Um dos principais nomes da renovação do Thrash Metal brasileiro, o grupoExylle, acaba de liberar em seu canal oficial do YouTube a música“Destruction” que faz parte do EP “Dead when Born By the Church”.

A música “Destruction” que possuí grande influência de grandes bandas deThrash/Death Metal, apresenta uma característica única na sonoridade da banda, provando que não existem barreiras na hora de compor para que as músicas soem mais intensas e fluídas o possível. Seguindo essa linha de pensamento, o grupo lançou o primeiro EP com quatro faixas intitulado"Dead When Born by the Church" em março de 2016. Esse material trouxe destaque e visibilidade.

Confira a música “Destruction”:

A letra de “Destruction” é uma anâlogia simbólica sobre o impulso de destruir tudo ao seu redor, fazendo várias alusões sobre a maldade do ser humano a cada novo dia.

Atualmente a banda Exylle vem trabalhando nas gravações do novo registro de estúdio que possuí previsão de lançamento ainda em 2018.

Formação:
Kevin Vieira – Guitar
Johnny Bordignon - Guitar
Rycardo Antonio - Drums
Victor Hugo - Bass/Vocal

Mais informações:


HOLDARK: surge o novo nome do pagan metal brasileiro
Na cidade de Tatuí/SP, surgiu no ano 2000 uma banda com temática viking, onde participavam Luciano Scanhoela (vocal e guitarra), Francisco Vidal (guitarra) e Humberto Mascau (baixo), a banda se chamava Baptised In Ice que, como sugere o nome, projetava em suas mensagens as facetas dos bárbaros do gelo nórdico e sua cultura pagã.

Dispostos a enfrentarem desafios maiores, os músicos em fevereiro de 2017 resolveram encarar outro projeto e, para isso, se uniram ao baterista Wendel Rodrigues para formarem a Holdark, que se fortaleceu pela inatividade da Baptised In Ice, se tornando uma das mais novas bandas de pagan metal do underground brasileiro.

Diferente da maioria dos grupos que seguem o mesmo estilo, a Holdark procura focar a maior parte da melodia nos riffs e solos, evitando empregar muitos arranjos à sua música. Seguindo uma espécie de paradoxo aos grandes nomes da vertente, os paulistas preferem apostar na ausência de complexidade e, com isso, criar o próprio estilo com execuções curtas e otimizadas, se distanciando de longos temas épicos.

O quarteto apresenta em suas letras assuntos ligados ao ocultismo que vagueiam pela mitologia, universo e natureza, estimulando dentro de cada pessoa o seu lado mais espiritual e filosófico, guiados por esses tópicos.

A Holdark iniciou 2018 lançando o single “Fly My Ravens”, que traduz toda a proposta lírica e sonora da banda. A música que está no youtube e facebook oficiais do grupo desde o dia 6 de janeiro, foi lançada na forma de lyric video produzido por Caio Cortonesi. Para os próximos meses estão previstos os lançamentos de mais dois singles, “Glorious Hammer" e "I Can Still Live" e, ainda neste ano, os músicos entrarão em processo de composição para estrearem o primeiro EP em 2019.

Ao vivo, a Holdark executa um set de aproximadamente 1h, onde, junto às próprias canções, constam músicas de bandas como VintersorgBathory e Borknagar, além de composições da Baptised in Ice. Conforme o grupo avança nas ideias o repertório vai se transformando até chegar a um setlist 100% autoral, mas claro, sem esquecer suas referências.


Formação:
Luciano Scanhoela (vocal e guitarra)
Francisco Vidal (guitarra)
Humberto Mascau (baixo)
Wendel Rodrigues (bateria)

Contato:


ATTIVITÀ POWER TRIO: lançado oficialmente nas principais plataformas de áudio o novo álbum Confusão
Acaba ser disponibilizado gratuitamente aos fãs da boa música, o novo álbum do grupo Attività Power Trio, intitulado de “Confusão”, o disco conta com onze faixas de puro Rock/Blues carregados de influências de bandas áureas dos anos 80.

Confusão pode ser conferido na integra pelo canal oficial do grupo noYouTube e nas principais plataformas de Streaming, tais como Spotify, Deezer, Soundcloud, Itunes, Napster, Google Play, entre outros.

Confira agora o novo álbum do Attività Power Trio – Confusão:

A banda Attività Power Trio está na estrada desde 2010 chegando ao seu segundo álbum na carreira, o grupo é um dos grandes nomes do interior doRio de Janeiro em propagar o renascimento do rock nacional. Letras inteligente e com altas dosagens de sentimentos e humor, são alguns dos pontos fortes do grupo.

Confusão – Tracklist:
01 – Confusão
02 – Atravessando a Rio Branco
03 – O Tempo
04 – Estranho
05 – Cognição
06 – Serra da Ventania
07 – Melhor que coca Light
08 – Cerveja
09 – Não estou nem aí
10 – Cercado por Loucos
11 – Berimbau

Formação:

Fábio Pimentel: Vocal/Guitarra
Douglas Tupini: Bateria
Glaudiston Couto: Baixo/Voz

Mais informações:


ATLANTIS: Primeiro show do ano acontece neste fim de semana no “Invasion From Hell”

Prosseguindo com a divulgação do atual single “Lost in Time”, os catarinenses do ATLANTIS já se preparam para a sua primeira apresentação de 2018.

O show acontecerá em Londrina/PR, no próximo fim de semana, dia 03/02/2018. Nomeado de “Invasion From Hell - SC Chapter” o evento também contará com outras três bandas catarinenses, Battalion, Violent Curse e Spiritus Diaboli, além das locais Hellpath e Speed Fire. Confira o cartaz completo:

http://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/3c84cb69d98635f9fa7acc3a3a1bae41.jpg
Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/140053050026971/

Serviço:
Show: Invasion From Hell - SC Chapter
Local: 277 Snooker Bar
Endereço: Avenida Juscelino Kubitscheck, 277 – Londrina/PR
Data: 03/02/2018
Horário: 19 horas
Ingressos: R$ 20,00

“Lost in Time” é o atual trabalho do power trio ATLANTIS, lançado no formato digital pela Sangue Frio Records em agosto de 2017, o single se unirá ao último EP, “Hotter Than A Burning Church”, e em breve chegará ao público no formato físico via Cianeto Discos.

Ouça “Lost in Time” no Spotify: https://open.spotify.com/album/4e4C35M0OPI4dMBq3Zy8iD
Encontre nas demais plataformas de streaming: https://sanguefrioproducoes.com/n/1000

Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/AtlantisHeavyMetal
https://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Atlantis/18 


FAUN e METSATÖLL são principais atrações do Odin’s Krieger Fest - Wolfenforest Edition

Bandas internacionais renomadas do folk metal/medieval se apresentam em junho no Brasil

O já tradicional evento de música folk metal/medieval no Brasil está de volta com mais uma inédita edição! Entre maio e junho, o Odin’s Krieger Fest leverá a Wolfenforest Edition a São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS) com duas consagradas atrações internacionais do estilo: Faun, da Alemanha, que retorna ao país após uma aclamada turnê em 2016, e a tão aguardada estreia do Metsatöll, ícone do folk metal mundial, com quase 20 anos de carreira, direto da Estônia.  

Odin’s Krieger Fest 2018 começa dia 30 de maio, em Porto Alegre, no Preto Zé, e no dia seguinte, 31/05, sobe para Curitiba, no HermesBar. Em Belo Horizonte, no dia 2 de junho, o festival acontece apenas com o Metsatöll no Stonehenge Bar, mas segue com as duas forças do folk internacional no último compromisso no Brasil, dia 3/06, em São Paulo, no Tropical Butantã.

Assim como nas edições anteriores, em todas as datas da Wolfenforest Edition haverá bandas nacionais como convidadas, além da concorrida venda de hidromel, exposição e comercialização de produtos medievais.

Com letras escritas em diversos idiomas europeus e inspiradas principalmente em obras do período Renascentista, o sexteto alemão Faun é desde o início dos anos 2000 mundialmente reconhecido pelas belas melodias vocais e diversidade instrumental – flautas, viela de roda, gaita de foles, cistre, tambor, harpa, sampler, sintetizador - presente nos nove álbuns já lançados. O Faun é tão importante para a cena folk/medieval que já foi três vezes indicado ao Echo, o maior prêmio musical na Alemanha. 

Metsatöll, que significa lobo na língua da Estônia, é um dos pilares do folk metal e trará peso à Wolfenforest Edition do Odin’s Krieger Fest a partir de uma base heavy/thrash bastante épica, envolvida a sonoridades produzidas por instrumentos típicos medievais. Desde 1999 na ativa, a banda trabalhou a perfeita combinação de agressividade, técnica e aura folk com o passar dos anos, e chega finalmente ao Brasil com seis álbuns lançados (Karjajuht é o último, de 2014) e diversos EPs e singles.

SERVIÇO

Odin´s Krieger Fest 2018 em Porto Alegre
Data: 30 de maio de 2018 (véspera de feriado)
Horário: 18 horas
Local: Preto Zé
Endereço: Rua João Alfredo, 486
Banda de abertura: Lugh  
Ingressos: R$ 100 (pista promocional, mediante entrega de 1 quilo de alimento) e R$ 80 (estudante): http://bit.ly/ 2Etbd6h
Censura: 16 anos

Odin´s Krieger Fest 2018 em Curitiba  
Data: 31 de maio de 2018 (feriado)
Horário: 18 horas
Local: HermesBar
Endereço: Rua Engenheiros Rebouças, 1645
Banda de abertura: Terra Celta e Captain Cornelius
Ingressos: R$ 110 (pista promocional, mediante entrega de 1 quilo de alimento) e R$ 90 (estudante): http://bit.ly/ 2nquKNd
Censura: 16 anos

Odin´s Krieger Fest 2018 em Belo Horizonte (apenas Metsatöll)
Data: 2 de junho de 2018
Horário: 18 horas
Local: Stonehenge Bar
Endereço: Rua dos Tupis, 1448
Banda de abertura:  Terra Celta, Warboar e Mcminers
Ingressos: R$ 70 (pista promocional, mediante entrega de 1 quilo de alimento) e R$ 60 (estudante): http://bit.ly/ 2BDTRAB
Censura: 16 anos

Odin´s Krieger Fest 2018 em São Paulo
Data: 3 de junho de 2018
Horário: das 14 às 23 horas
Local: Tropical Butantã
Endereço: Avenida Valdemar Ferreira, 93 (ao lado do metro Butantã)
Banda de abertura: Terra Celta e Confraria da Costa
Ingressos: R$ 120 (pista promocional, mediante entrega de 1 quilo de alimento), R$100 (estudante) e R$ 200 (mezanino open bar, 1º lote), http://bit.ly/2FxhbSR
Censura:  16 anos  


HELLWAY PATROL: conheça a nova banda de ex-Dominus Praelli

Dono de um estilo único de cantar, com muita energia, técnica e personalidade, Ricardo Pigatto marcou seu nome no Metal nacional cantando em discos clássicos do Dominus Praelli.

Com o Dominus Praelli o vocalista gravou dois dos principais álbuns da história do Metal brasileiro: ‘Holding Th Flag Of War’ e ‘Bastards and Killers’, que ganharam não só o país como o mundo, gerando shows em vários países e dividindo o palco com diversas lendas nacionais e estrangeiras.

Depois de sua saída, o vocalista, que também é instrumentista e compositor, não ficou parado e seguiu para dois novos projetos: Fabulous Bandits e Turbozilla, em que Pigatto também gravou álbuns e viajou pelo mundo.

Ricardo Pigatto apresenta agora sua nova banda: HELLWAY PATROL.

Para essa nova – e pesadíssima – empreitada, o músico assumiu também o baixo e se juntou a dois outros talentos da cena: Thiago Franzim (Red Mess, Aminoacido, Turbozilla) na guitarra e João Bolognini (Iatrogenic, Aminoacido) na bateria.

O HELLWAY PATROL surgiu oficialmente no ano passado e prontamente lançou sua primeira demo, autointitulada, que mostra um pouco do poderio do grupo e ainda contou com a presença especial de Kiko Shred, guitarrista do Tim Ripper Owens e Michael Vescera. O trabalho pode ser conferido pelo link:


Agora o HELLWAY PATROL prepara um novo trabalho, o primeiro oficial, e em breve teremos as primeiras informações sobre o novo disco e datas de shows. Para não perder nada, curta e siga a fanpage do grupo: https://www.facebook.com/hellwaypatrol/


Sites Relacionados:



KRUCIPHA: surpreendendo com um dos melhores discos do ano


Lançado no final do ano passado em parceria com a Shinigami Records, o novo álbum do KRUCIPHA, ‘Inhuman Nature’, trouxe uma banda sensivelmente mais madura e um disco plenamente criativo.

O trabalho como não poderia ser diferente, caiu no gosto dos fãs e da mídia especializada que colocou o trabalho entre os melhores lançamentos de 2017! Grande nomes da imprensa especializada se renderam aos paranaenses: O Subsolo, Metal na Lata e Underground Extremo.

Mas não foram apenas os críticos que gostaram do disco. Em votação do público realizada no renomado site HeavynRoll o disco ficou entre os melhores de metal extremo do ano, além de ter entrada também nas categorias de melhores do ano em: lyric video, vocalista (Fabiano Guolo) e baixista (Khaoe Rocha)!

‘Inhuman Nature’ também foi reconhecido internacionalmente pelo portal Headbangers Latinoamerica, que colocou o trabalho entre os melhores latino-americanos de 2017.

O CD conta com nove faixas e duas bônus totalizando onze canções. O disco foi produzido pela banda. A capa ficou nas mãos do talentoso artista brasileiro Carlos Fides (Evergrey, Almah) e conta com esculturas do artista plástico paranaense Jeferson Cesar, avô do baterista da banda, Felipe Nester. As fotografias das esculturas ficaram a cargo de André Nisgoski.

Para comprar ‘Inhuman Nature’, basta entrar em contato com a banda por e-mail ou Facebook. Além do disco, muito material exclusivo está à venda com o grupo.

O álbum também está disponível para venda nas principais lojas especializadas do Brasil e na loja virtual da Shinigami Records: https://goo.gl/mR5zGy


Sites Relacionados:


WEAKLESS MACHINE: firmando no cenário nacional com um dos discos do ano
Com seu primeiro disco, ‘Manipulation’, o gaúcho WEAKLESS MACHINE conseguiu não só a aprovação do público, mas da imprensa especializada que colocou o disco entre os grandes lançamentos de 2017.

O trabalho foi citado por vários veículos especializados como um dos lançamentos do ano e a banda como uma das revelações: Rebel Rock, A Música Continua a Mesma, HeavynRoll, O Subsolo, Metal Samsara e Metal na Lata.

‘Manipulation’ também foi muito bem em âmbito internacional e apareceu na lista de melhores lançamentos do metal latino-americano do site chileno Headbangers Latinoamerica.

O álbum foi lançado pela Roman Roads e está disponível para audição no site da banda: www.weaklessmachine.com. Para a compra física, há a loja do Facebook, onde também é possível comprar camisetas e merchandise em geral:


O trabalho foi gravado nos estúdios Monostereo e Dry House, produzido por Renato Osorio, com mixagem e masterização feitas no Black Stork Studios, a arte da capa ficou nas mãos do artista Tiago Masseti.

Os gaúchos liberaram também um videoclipe para a pesadíssima faixa ‘Unbroken’, assista:



Links relacionados:


SEVERAL EYES: banda assina contrato com a Marquee Records
O SEVERAL EYES orgulhosamente anuncia a assinatura de um contrato com a gravadora Marquee Records para o lançamento de seu debut, autointitulado.

“Estamos muito felizes com a parceria e poder ter o apoio de um selo tão importante vai ajudar muito na divulgação do trabalho” – celebra a banda.

O álbum ‘Several Eyes’ está programado para ser lançado no final desse mês de janeiro e virá em uma embalagem de luxo em digipack. A gravadora Marquee Records é velha conhecida do público e já lançou no Brasil discos de bandas como Pestilence, Pastore, Attomica e muitos outros. Saiba mais: https://goo.gl/94Ya5D

O vindouro álbum foi gravado no estúdio do grupo e produzido pelos próprios músicos. A capa é uma arte da empresa brasileira Obze Artwork (Project46, A Última Theoria e Mugo).

No final do ano passado o SEVERAL EYES liberou uma versão totalmente “metalizada” da clássica música do Depeche Mode, ‘Enjoy The Silence’, confira:


A banda também disponibilizou uma nova faixa retirada álbum para audição. A música é ‘Final Front’, belíssima mistura de Heavy Tradicional com uma pegada Thrash e pitadas de riffs modernos:



Sites Relacionados:


FUNERATUS: novo álbum foi mixado e masterizado pelo alemão Andy Classen
Foram quase dez anos de trabalho árduo, ininterrupto para que finalmente seu terceiro álbum de estúdio visse a luz do dia e o FUNERATUS queria que tudo fosse perfeito nos mínimos detalhes.

Para isso buscou a expertise de um dos principais produtores especializados em Metal no mundo: o alemão Andy Classen, que, junto com seu Stage One Studio já trabalhou com nomes como Asphyx, Tankard, Krisiun, Belphegor, Destruction, Rotting Christ, entre inúmeras outras.

“Foi um trabalho muito legal pois o Andy mostrou-se super aberto às minhas intenções de deixar o som com a nossa cara. Nosso primeiro contato com ele foi quando gravamos uma demo do disco e enviamos para ele passar um orçamento e ele se mostrou super disponível em trabalhar conosco. Sempre estivemos em contato para mantê-lo informado do progresso das gravações. Algumas vezes foi ele quem nos contactou para saber como estava indo tudo, até mesmo para saber se ainda estávamos vivos, pois dois anos gravando é muito tempo pra ele. Finalmente ele recebeu os arquivos e mostrou porque é um renomado profissional.

“Tudo foi muito profissional. Inicialmente ele fez uma mix padrão com as guitarras abertas e o baixo fechado e foi onde começamos a mostrar que nosso som foge ao padrão convencional, mostramos algumas referências de bandas como Morbid Angel, Behemoth, Krisiun, Motorhead, Iron Maiden e ele entendeu rapidamente o que queríamos. Ele foi rápido e eficiente, o melhor profissional que já trabalhamos até hoje sem sombra de dúvidas.

“O mais legal foi saber que ele estava curtindo o disco, sempre que ele enviava uma opção para analisarmos ele comentava que o disco estava muito legal e que estava gostando de fazer o trabalho, mandava abraços para todos e foi super simpático todo o tempo. Fica a vontade de trabalhar novamente com ele, pois é realmente incrível como um profissional desse nível faz com que o trabalho se torne 100% prazeroso.”

Deste lado do oceano, o FUNERATUS comandou a produção de ‘Accept The Death’ e registrou o trabalho em dois estúdios: Sete Studio, na cidade de Guaxupé/MG, onde gravou as baterias e Joca Miquinioti Studio, em Mococa/SP, onde os demais instrumentos e os vocais foram gravados.

Para completar esse time, convidaram o renomado artista brasileiro Alcides Burn – Krisiun, Nervochaos, Blood Red Throne, Rebaelliun, HeadHunter DC, entre outros – para a capa. Destaque também para a participação especial do músico e amigo Fábio Laguna (ex-Angra, Hangar).

‘Accept The Death’ será lançado em uma parceria entre os selos Distro Rock e Extreme Sound e está previsto para meados de fevereiro. Uma data concreta será anunciada em breve.

Um lyric video para a faixa ‘Rise and Fall Again’ foi disponibilizado, assista:



Sites Relacionados:


EVIL SENSE: disco entre os melhores de 2017 em votação no site HeavynRoll
O Thrash/Heavy Metal do EVIL SENSE marcou presença no ano passado com o disco ‘Fight For Freedom’, trabalho que mostrou que o grupo não está de brincadeira e recebeu muitos elogios da crítica e do público.

Público que se mobilizou para votar no trabalho durante a enquete organizada pelo tradicional site HeavynRoll e colocou ‘Fight for Freedom’ entre os melhores discos de Thrash Metal de 2017!

‘Fight For Freedom’ pode ser conferido nas principais plataformas de distribuição de música digital do mundo, veja alguns links:

Google Play: https://goo.gl/u2T2JX

O trabalho foi gravado no estúdio KW Home Estúdio, na cidade de São Paulo, com produção de AlexDog Tenebrário e do próprio EVIL SENSE. A arte da capa ficou nas mãos da Pirate Fox Design.

A versão física do álbum também está disponível para venda diretamente com a banda por e-mail ou Facebook e na loja oficial da gravadora Erinnys: http://www.erinnys.com/


Sites Relacionados:


HEADHUNTER D.C.: banda grava sua participação para tributo ao Black Sabbath
Os veteranos do death metal, Headhunter D.C., participarão do álbum Sabbath Brazil Sabbath – The Brazilian Tribute to Black Sabbath, a ser lançado pela Secret Service Records, mesma gravadora que lançou Going to Brazil...The Brazilian Tribute to Motörhead.

A gravação se deu na capital da Bahia, lugar de orígem da banda, com profissionais já conhecidos e qualificados. “Nós iniciamos as gravações do tributo ao Black Sabbath no último dia 20/01 no SD Studio, aqui em Salvador”, declara o vocalista Sérgio Baloff”.

A última etapa da gravação foi feita no dia 23 de janeiro, e agora a faixa segue para as sessões finais de produção. “Os vocais foram gravados no dia 23/01 e agora estamos no processo de mixagem e masterização”, informa.

A música escolhida pelo quarteto foi um dos clássicos da primeira era Ozzy Osbourne, do álbum “Paranoid” (1970). “Fizemos uma versão death metal para ‘Electric Funeral’ do ‘Paranoid’”, revela Baloff e continua, “O lançamento será via Secret Service em CD duplo e contará apenas com bandas brasileiras, como foi o caso do tributo ao Motörhead”.

Como disse o vocalista, o tributo ao Black Sabbath será composto por bandas brasileiras e a relação, já divulgada pela Secret Service, traz além do Headhunter D.C. os nomes: Leviaethan, Orquídea Negra, Ancesttral, Tailgunners, Syren, MX, Vulture Drowned, Korzus, Steel Warrior, Obskure, Coldblood, Chemical Disaster, Uganga, Aneurose, Voodoopriest, King Bird, Anthares, Taurus, Sextrash, Revengin, Malefactor, Silver Mammoth, For Bella Spanka, Genocídio, Jailor, Hellish War, Attractha e Panic.

De acordo com informações repassadas pelo próprio selo, a data de lançamento de Sabbath Brazil Sabbath – The Brazilian Tribute to Black Sabbath – que já teve capa divulgada – será em março de 2018.

Contato:


HELL’S PUNCH: veja teaser para "Stupid F@#$&^ Nation"
A banda mineira de Thrash Metal Hell’s Punch liberou o teaser de seu novo vídeo para a faixa "Stupid F@#$&^ Nation", presente em seu disco de estréia, intitulado  "Burn It Down"

A faixa, segundo a banda, é uma constatação de como o povo é enganado e de como deveria reagir, sem nenhuma conotação política específica.

O vídeo sera lançado dia 18 de fevereiro.


A banda vem obtendo excelente repercussão com o seu primeiro lançamento, o disco "Burn It Down, que está disponível em formato digital e físico. Escolha o player de sua preferência e escute o disco na íntegra.

O full foi lançado nas seguintes plataformas digitais: Spotify, Deezer,  Microsoft Store, Google Play.

Links para o disco:

Para mais informações:

Redes sociais:

Canal do Youtube:


Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records