quinta-feira, 28 de junho de 2018

Ben Baruk – “Vidas Que Choram”

(2018 – EP – Nacional)

Independente

O Ben Baruk (filho bendito ou adorador) é uma banda carioca formada em 2014 e que chega ao seu primeiro trabalho neste ano, no caso este EP “Vidas Que Choram”. A banda é assumidamente cristã e tem como temática o amor à Jesus, que passa com sabedoria em suas letras.

Assumindo estes riscos dentro do Metal, a banda não está aí pra confrontar nada, mas sim propagar sua fé sem forçar ninguém. Musicalmente o grupo transita pelo Prog Metal e o Doom Metal, com músicas bem trabalhadas e versatilidade.

Curiosamente, a canção Galhos Secos (famosa na internet pelo refrão “Para nossa alegria”) da clássica banda cristã Êxodos abre o disco. A princípio parece uma paródia Metal, principalmente aos ouvidos ‘seculares’, mas logo fica interessante principalmente pelo instrumental pesado e bem rearranjado para o estilo.

Vem Visita e Jesus Veio à Terra pra Morrer são outros dois louvores adaptados ao Metal, sendo que a primeira é mais sútil e melodiosa, contrastando com momentos mais extremos, com ótimo trabalho de guitarras e a segunda carrega mais influências do Doom Metal numa linha mais obscura.

As composições próprias ficam por conta da instrumental Vivifica, a ótima Power/Prog faixa título, com todo seu som intrincado e variado, além de Falso Amor que segue a mesma linha de uma forma mais dramática. Ambas com ótimo instrumental e longas, mas não cansativas. As linhas vocais são um dos grandes destaques, sendo que Anna Moura e Maria José mostram as partes limpas e o guitarrista Rafael Rodrigues empresta seus guturais enriquecendo o trabalho e o dando ainda mais agressividade.

A produção é boa, mas pode receber mais ajustes num próximo trabalho, as vezes essas vozes ficam muito na cara, porém o restante está bem timbrado e com uma boa captação. Indicada a um público específico, o Ben Baruk pode soar mais abrangente se apostar ainda mais em composições próprias.


7,5

Vitor Franceschini

Um comentário:

  1. Passando para agradecer, para mim é uma honra estar nas colunas desse blog... TMJ

    ResponderExcluir

Shinigami Records