quarta-feira, 25 de julho de 2018

Imperious Malevolence – “Decades of Death”


(2018 – Nacional)

Sangue Frio Produções

Título bem apropriado para um álbum do Imperious Malevolence, afinal lá se vão mais de duas décadas dedicadas ao Death Metal, estilo que a banda sempre foi fiel e presenteou o underground nacional e seus seguidores com uma dezena de trabalhos, sendo este “Decades of Death” seu quinto álbum completo de estúdio.

Estreando o baixista e vocalista Fernando H. Grommtt, o trabalho traz o som característico da banda paranaense, porém revigorado e com uma gana incrível, algo sempre bem-vindo para um grupo que está há 23 anos na ativa. Por isso o trabalho emana brutalidade e energia.

É interessante como a banda consegue ficar entre o Death Metal tradicional e o Brutal Death Metal de uma forma natural, mostrando uma carga generosa de riffs típicos aliados a uma dinâmica intensa, esta última característica da roupagem atual do Metal da morte.

Bases sólidas a cargo do guitarrista Danmented (Axecuter), objetividade e uma bateria que explora bem suas linhas, mérito do fundador Antônio Death, dão à tônica do trabalho, tendo à frente os urros de Fernando que exclamam letras que abordam desde o oculto, passando pelo caos e satanismo, mesclando a língua inglesa (a maior parte) e a língua pátria, que soa muito bem, por sinal.

Destaque para a ótima e equilibrada produção sonora a cargo de Alysson Irala e da própria banda, e para músicas como Perpetuação da Ignorância, Ascending Holocaust (que riffs!), Ominous Ritual e Arquiteto da Destruição. Uma aula de como se fazer Death Metal.


8,5

Vitor Franceschini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records