quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Heretic – “Barbarism”


(2018 – Nacional)

Independente

Os goianos do Heretic estão lançando o sexto “full” da carreira, “Barabarism”. Desde 2010 lançam álbuns consistentes com influências de linhas melódicas do Oriente Médio, incorporadas ao Metal Progressivo.

“Barbarism” é um trabalho maduro, que mostra a constante evolução da banda. Arranjos variados e bem feitos, técnica apurada (mas sem se tornar cansativa e “ostentativa” - risos), peso e linhas melódicas que fogem do lugar comum estão presentes nas composições.

Duas faixas instrumentais nos remetem aos primórdios da banda, encaixando-se perfeitamente no conceito do álbum. No total, são doze faixas, que nos levam a caminhos interessantes, devido ao cuidado nas escolhas de progressões harmônicas, influenciadas, como dito acima, pela rica cultura musical do Oriente médio. Vale destacar Careless Whisper, homenagem a George Michael no fechamento do álbum. Música não pode ter fronteiras!

Faixas:  01. Jihad 02. Mkultra 03. Desperation 04. Hellfire 05. Hollow 06. Hammer Falls Again 07. Holy Dystopia 08. Demonicide 09. Oblivion 10. Vow 11. Rituals 12. Careless Whisper.

Formação: Erich Martins – vocal, Laysson Mesquita – baixo e Guilherme Aguiara – guitarra, citara, sintetizadores, orquestração, esraj, tapuras, tablas, darbouka, baglama, flautas. Participações especiais: Ayman Mokdad – guitarra solo em “Hammer Falls Again” e “Demonicide” / Nym Rhosilir – guitarra solo em “Hellfire” / Luis Maldonalle – guitarra solo em “Vow” e “Mkultra” e Dirk Verbeuren – bateria em “Holy Dystopia”.


9,0

Adalberto Belgamo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records