terça-feira, 31 de março de 2020

Necrowar – “All Trajectory”


(2019 – Nacional)

Independente

Logo ao atingir sua maioridade, pois são dezoito anos na estrada, a banda fluminense Necrowar chega ao seu tão aguardado debut. E o trabalho veio cheio de responsabilidades, afinal de contas, as demos e o EP antecessores, este último principalmente, ofereceram bons trabalhos.

E “All Trajectory” atende as expectativas com a banda partindo ainda mais funda em sua proposta focada no Death Metal. O disco ainda traz bases de guitarras que descendem do Thrash, porém a sonoridade maciça encontrada nas composições o põe quase que completamente no estilo fúnebre.

O Necrowar também prima pelo peso, e prefere variar no andamento do que na velocidade pura e simples. Com passagens semi cadenciadas, os ritmos vão se alternando. Essa versatilidade anula qualquer cansaço e faz com que o álbum, mesmo diante de dezesseis faixas, soe interessante a cada audição.

Com urros nas vocalizações, e uma cozinha certeira, as composições soam soturnas na maior parte. Legal também que a banda continua com os temas de guerras, mas saindo um pouco da zona de conforto, abordando aqui as guerras civis da Líbia e Venezuela, além da guerra do Golfo. Todas de forma chocante! Que venham mais trabalhos da Necrowar!


8,5

Vitor Franceschini




segunda-feira, 30 de março de 2020

Arte News: DAVID ELLEFSON: baixista do Megadeth dá detalhes sobre novo single que terá renda revertida para o combate do COVID-19 na Itália


DAVID ELLEFSON: baixista do Megadeth dá detalhes sobre novo single que terá renda revertida para o combate do COVID-19 na Itália
O baixista do vencedor do Grammy, Megadeth, David Ellefson, está programado para lançar "Simple Truth", o novo single de sua banda solo de mesmo nome, ELLEFSON, em abril, com todo o lucro destinado ao combate italiano ao Covid-19. A faixa co-escrita por Ellefson e o vocalista Thom Hazaert, com o guitarrista e baterista italiano Andy Martongelli e Paolo Caridi, aparecerá no sucessor completo de “Sleeping Giants” (2019), uma compilação dos dois lados com várias músicas novas, e retrabalhos do material solo instrumental de David Ellefson anterior, co-escrito e produzido por Ellefson e Hazaert.

“Sleeping Giants” foi lançado como um álbum complementar "trilha sonora" da biografia de Ellefson em 2019 "MORE LIFE WITH DETH", também co-escrita com Hazaert. O grupo trabalhou no álbum gravando remotamente faixas na Itália, Londres, Phoenix e Wisconsin durante a quarentena.

A faixa será lançada em todas as saídas digitais em 17/04, com um lançamento direto do BANDCAMP em 10/10, via COMBAT RECORDS de Ellefson, com todos os lucros de downloads e transmissões doados à CROCE ROSSA ITALIANA, a Cruz Vermelha Italiana, que são nas linhas de frente da guerra contra o Covid-19, coordenando a resposta à pandemia do país com o Ministério da Saúde da Itália.

Ellefson diz: “Nós escrevemos a música em Milão durante um ensaio da turnê, e muito disso foi gravado lá. Nós andamos de um lado para o outro com Andy na Itália, do Platinum Underground em Phoenix e com o nosso mixador e co-engenheiro Alessio Garavello em Londres. Enquanto todos permanecemos positivos e apenas nos mantemos ocupados, é de partir o coração ver o que está acontecendo por lá com o número de mortos subindo todos os dias."

Ele acrescentou: "Fizemos vários shows na Itália na nossa turnê européia 'MORE LIVE WITH DETH' no ano passado, e eu estava lá com o Megadeth em fevereiro. É absolutamente devastador ver o que o país está passando agora. O povo, e a cultura, tem sido tão acolhedora comigo ao longo dos anos, que estou honrado em fazer o possível para retribuir algo durante esse período de necessidade".

Hazaert acrescenta: “Enquanto David esteve lá um milhão de vezes ao longo dos anos com o Megadeth, nossa turnê no ano passado foi realmente minha primeira experiência com as pessoas e a cultura incríveis da Itália. Agora metade da nossa banda, que se tornou querida amiga, mora lá, o que a torna ainda mais perto de casa. Trabalhar nesse disco com esses caras, que estão atrás dele 100%, enquanto basicamente no ponto zero para todo esse cenário pseudo-apocalíptico louco em que todos vivemos agora, realmente oferece uma perspectiva diferente".

"Liricamente, a música é realmente sobre não desistir e não fazer nada. Afinar o barulho e perseguir seus sonhos, não importa o que aconteça, e não deixar ninguém dizer que você não pode fazer algo. E, eu acho, viver o bizarro cenário de “ROCK STAR” de estar em uma banda com David, o cara do Megadeth, que realmente era um dos meus ídolos, eu acho que é bastante autobiográfico, mas todos estamos extremamente orgulhosos disso, e realmente todo esse álbum estamos fazendo, é apenas um disco pesado e pesado de Hard Rock. Existe uma química musical incrível, e eu sei que, pessoalmente, mal posso esperar pelas pessoas para ouvi-lo. E poder usá-lo como uma oportunidade de retribuir aos nossos amigos na Itália torna muito mais especial.”
Ellefson também deu aulas gratuitas durante a crise do Covid-19 à crianças carentes por meio da David Ellefson Youth Music Foundation e de sua iniciativa SCHOOL'S OUT, em parceria com a Grammy Music Education Coalition, Dolby, Cisco, Jackson Guitars, Hartke, Samson e mais, presenteou os alunos com instrumentos e equipamentos gratuitos com as lições dos instrutores de música Rock Stars, incluindo Ellefson e seus colegas de Megadeth, Dirk Verbeuren e Kiko Loureiro, Nita Strauss (Alice Cooper), Chris Kael (Five Finger Death Punch), Clint Lowery (Sevendust), Bumblefoot (Ásia, Sons of Apollo, ex-Guns N 'Roses), Chad Szeliga (Black Star Riders), Chris Poland (Ohm, ex-Megadeth), Jimmy DeGrasso (ex-Alice Cooper, Megadeth) , Marc Rizzo (Soulfly, Cavalera) e muito mais. Para mais informações, para nomear um aluno ou doar, visite ellefsonyouthmusicfoundation.com.

Mais informações:


D.I.E. relança clipe polêmico que foi banido do YouTube em 2016
No ano de 2016, a banda D.I.E., lançava no YouTube seu segundo videoclipe, que inclusive carrega o nome da banda, o clipe rapidamente recebeu inúmeros acessos, passando dos 60 mil views em pouco tempo de seu lançamento.

Ocorre que um ex-empresário da cidade de Botucatu/SP, que à época havia concedido sua empresa de cimento para as filmagens do clipe, pouco tempo após de receber o vídeo em premier e aprová-lo, entrou em contato com os músicos da D.I.E., solicitando que o mesmo fosse retirado do ar, pois o pastor da sua igreja e “irmãos” de culto haviam assistido ao clipe e ficados indignados com as imagens que manchavam a história da igreja evangélica.

Vale lembrar que o roteiro do clipe retrata os membros da banda assassinando juiz, empresário, pastor e político corruptos que utilizam o poder para benefício próprio.
A banda não concordou em retirar o clipe do ar, assim de forma sorrateira, o ex-empresário e seu advogado, entram com processo contra o Google, não contra a banda, inacreditavelmente conseguiram uma liminar retirando sumariamente o vídeo do ar, a banda ainda tentou se manifestar no processo como terceiro interessado, mas a nossa (in)justiça não buscou elucidar os fatos e da forma menos trabalhosa condenou o Google a não exibir o videoclipe.

Acontece que agora, depois de 4 anos o processo foi finalmente arquivado, a empresa e a igreja não existem mais, assim a banda D.I.E. irá mexer novamente neste vespeiro e relançará seu videoclipe nos próximos dias no canal da banda no YouTube e demais plataformas digitais, fiquem ligados e aproveite para seguir a banda e saber tudo sobre esse polêmico vídeo que deu e ainda dá o que falar.

Links:
https://web.facebook.com/dietheofficialband/


AZZAROK: estreia novo single, Life Countdown, em todas as plataformas de Streaming
Na semana passada, a banda Azzarok apresentou aos fãs o single "Reach Your Dreams" e em menos de uma semana do lançamento da faixa, o grupo de Heavy Metal brinda nossos ouvidos com mais uma belíssima canção que estará presente no segundo álbum de estúdio, Life Countdown.

Inclusive, o novo single é o que dá nome ao álbum, segundo da carreira do Azzarok. Life Countdown apresenta linhas rápidas e técnicas, sendo essa a quarta faixa lançada previamente ao disco.

O single pode ser conferido em todas as plataformas de streaming e é um lançamento oferecido pelo selo digital da Roadie Metal.


Azzarok:
Matheus Eleto (voz)
Moisés Corazza (baixo & vocais)
Filipe Rocha (guitarra)
Lucas Souza (guitarra)
Reinaldo Carvalho (bateria)

Mais informações:


WARLEGGION: músicos da banda concedem explicações acerca da faixa Knock Me Dowm
Dois músicos da banda Warleggion, Flavio Sozigam (baixo/vocal) e Maurício Filho (guitarra), revelaram o conceito lírico e harmônico de Knock Me Down, música essa que carrega o nome do novo disco da banda e é, a faixa de abertura do registro.

Segundo Flavio, compositor da letra, Knock Me Down: “Retrata a inflexibilidade da força de vontade do ser humano em superar más influências, de si próprio e de pessoas que nos cercam; que devemos trazer o “inimigo” para perto para podermos restringir “sua” ação de uma forma mais eficaz……diz também que nem tudo que reluz é ouro”.

Já o guitarrista Maurício Filho, revela todos os detalhes rítmicos e harmônicos criados para a música: “Os riffs da música Knock me down recebem fortes influências de bandas como Judas Priest e Iron Maiden, voltada para uma sonoridade bem clássica, após a grandiosa intro de baixo e batera, temos um riff com sonoridade meio country rock, no estilo John 5 ou Zakk Wylde, executado com “chicken picking” que prepara o riff cavalgado clássico do verso, o pré Chorus choca com um riff mais quebrado e cadenciado, vindo a seguir um potente riff estilo Judas no refrão, o solo tem duas partes sendo a primeira melódica e na segunda a banda toca acompanhar os arpejos em mais velocidade, algo quase Power metal, o pós solo traz uma sequência de arpejos em uma rítmica diferente executado por toda a banda, que então retorna para o refrão novamente, a música finaliza com clássicas dobras em 3a executadas pela guitarra e baixo. A melodia vocal soa bem singular e muito marcante, a música está um tom abaixo soando mais moderna. Misturando a sonoridade clássica ao metal atual”.

A música pode ser conferida no canal oficial da banda no YouTube e em todas as plataformas digitais. Abaixo link do vídeo e do Spotify para você escolher como escutar essa belíssima obra composta pelo Warleggion:
Escute pelo YouTube:
Escute pelo Spotify:


ME CHAMA DE ZÉ: revela detalhes sobre a produção do primeiro videoclipe da carreira, que será lançado nesta próxima sexta-feira, 03 de abril
Falta apenas 04 dias para o mundo conhecer o primeiro trabalho visual da banda Me Chama de Zé, prestes a disponibilizar o clipe oficial da música que concede nome a banda e está presente no EP de estreia do grupo, o músico e vocalista da banda, Rafael Siqueira (Cebola), revela alguns detalhes do que está sendo preparado para a banda.

Programado para estrear oficialmente no dia 03 de abril, o clipe de Me Chama de Zé, obteve seu roteiro escrito em parceria com Guilherme Cardoso da DSN, que também foi o responsável pela direção das imagens.

Segundo Rafael Siqueira: “Neste lançamento queríamos que vários elementos estivessem presentes mesmo num vídeo tão curto, que é o caso da nossa referência dos anos 90, evidenciado em nosso visual, iluminação e captação de imagens, com muito movimentos e a energia da banda. Além disso, nossa referência à cidade grande, ao caos e ao submundo urbano, citado na letra.

Sobre a escolha de Guilherme Cardoso para direção, Rafael Siqueira teceu elogios ao produtor e o quanto ele somou muito aos trabalhos: “Em parceria com Guilherme, criamos um roteiro envolvente que será desvendado em seu lançamento. Lembro, ao chegar no estúdio, toda atenção e cuidado que a equipe do Guilherme teve conosco, desde um lugar especial no backstage, onde pudemos nos concentrar, trocar algumas ideias e combinar os últimos detalhes. As gravações foram intensas, o Guilherme não deu mole para a banda, nos fazendo suar a camisa, colocando a energia lá no alto”.

A banda liberou o Teaser que contém as primeiras imagens do videoclipe. Confira:

Me Chama de Zé:
Rodrigo Ferreira – Guitarra
Ronaldo Augusto – Baixo
Denis Almeida – Bateria
Rafael Siqueira (Cebola) – Vocal e Guitarra
Links:


DOGMA BLUE: aprenda a tocar a música, Disorder em vídeo lançado pelo guitarrista, Tales Ribeiro
Tales Ribeiro, guitarrista da banda Dogma Blue, publicou no canal oficial do grupo no YouTube, um vídeo caseiro onde ele ensina como tocar uma das músicas presentes do EP de estreia, Quietus.

O vídeo de aproximadamente 13min, explica com clareza e detalhe, como tocar cada um dos riffs e estrofes de guitarras da música, Disorder, que é considerada pelos fãs como uma das mais pesadas do disco.

O vídeo pode ser conferido abaixo:

Formação:
Marcelo Paes – Vocal
Tales Ribeiro – Guitarra
Rodrigo Kolb – Guitarra
Roberto Greboggy – Baixo
André Prevedello – Bateria
Mais informações:


DROWNED: estreia vídeo ao vivo de AK-47 no YouTube
O Drowned acaba de disponibilizar em seu canal de YouTube, o primeiro vídeo que apresenta a banda em performance ao vivo e que, originalmente foi lançada no disco Damned Alive.

A faixa, AK-47, gravada em Belo Horizonte, também presente no disco da banda, pode ser conferida na íntegra pelo link abaixo. Assista:

O disco, Damned Alive, foi lançado em 2020 exclusivamente para usuários de plataformas de Streaming. Confira o registro completo pelo link do Spotify:

Drowned:
Fernando Lima – Vocals
Kerley Ribeiro – Guitars
Marcos Amorim – Guitars
Rafael Porto – Guitars
Rodrigo Nunes – Bass
Beto Loureiro – Drums


IMPESTED: confirma saída do guitarrista Igor Sena da banda
Infelizmente todo início tem um final, com essa frase, a banda Impested revela que o guitarrista, Igor Sena, não faz mais parte da banda e oficialmente está fora do grupo e não fará mais parte dos trabalhos do grupo.

Mesmo sendo considerado um dos fundadores da banda, Igor Sena que decidiu deixar o grupo e com isso, os músicos João Lucas (Vocal), Vinicius Alexandre (guitarra) e Guilherme Cit (baixo), darão continuidade ao projeto Impested e informam que muito em breve, estarão apresentando as novidades e novos singles que estão sendo preparados com essa atual formação.

Impested:
João Lucas Espíndola – Vocal
Vinicius Alexandre – Guitarra
Guilherme Cit – Baixo/ Backing Vocals

Mais informações:


THE UNDEAD MANZ: estreia novo lyric vídeo, dessa vez para a música The Vine
Consolidando-se cada vez mais como uma das bandas mais interessantes por suas ricas criações, sejam elas visuais, musicais, ideológicas e conceituais, a banda The Undead Manz, aproveita esse momento de isolamento para apresentar várias produções inéditas aos seus fãs e seguidores.

Passados uma semana do lançamento do Lyric vídeo da música, Psycho, a banda ataca novamente e acaba de estrear em seu canal de YouTube, mais um lyric vídeo oficial, dessa vez para a faixa The Vine.

O vídeo foi elaborado encima de um anime japonês, The Animatrix,  que sintetiza visualmente as ideias construídas na música The Vine, que fala sobre uma nova sociedade criada por máquinas e robôs.

Assista:

Formação:
Z – Vocals/Guitarra
Arduinnah – Guitarra
A.K.– Baixo
Reactor – Bateria

Mais informações:


GUTTROLL: estreia single, Hate of the State nas plataformas digitais
Mesclando elementos de Hardcore com bases enraizadas no Thrash Metal, os cariocas do Guttroll, acabam de estrear oficialmente em todas as plataformas digitais, liberando o primeiro single, Hate of the State, para usuários de Spotify, Deezer, Apple Music, Napster, Tidal, Amazon Music e várias outras plataformas.

A música, Hate of the State, pode ser conferida na íntegra através da coletânea Roadie Metal Vol.14, que teve a incumbência de ser a responsável por apresentar os trabalhos do Guttroll nas plataformas de streaming, com sua última edição lançada.

A faixa foi gravada ao vivo em estúdio e apresenta toda a agressividade, dessa que vem se tornando uma das bandas mais impactantes do estado do Rio de Janeiro.

Confira:

Integrantes.
Rafael Ojeriza = vocal e guitarra.
Alex Melo = bateria.
CONTATOS.
Instagram = @guttrollband
Facebook = Guttroll
Telefone = 024-9.8838-3457
E-mail = guttroll@outlook.com


MONSTRACTOR: revela lançamento de single inédito e concede detalhes acerca da música
O Monstractor confirma oficialmente que todas as músicas de seu novo disco, Back From The Junkyard, estão todos masterizadas e finalizadas, restando muito pouco para que o registro seja oficialmente lançado ao público.

Porém, antes de confirmar a data e lançar o álbum completo, o Monstractor irá passar por algumas etapas e uma delas será a liberação de um single previamente ao disco. A música, Taken, será a segunda que a banda disponibiliza aos fãs, antes do registro oficial.

Segundo o vocalista e baixista da banda, Klein, essa música tem em sua letra assuntos atuais e que condizem com o momento vivido pelo país: “É interessante dizer, que quando escrevi esta música, há mais de 2 anos, a minha intenção era colocar em pauta o tema da autodestruição da humanidade e os desgastes causados por nós ao planeta. O disco todo tem essa pegada”.
“Quis falar sobre a tensão pessoal em que vivemos no dia a dia, geralmente por conta da ganância e do fluxo que seguimos cegamente. Mas a letra se encaixou perfeitamente nisso tudo que estamos vivendo. Isso me fez tomar a decisão de lançar agora. Pois eu não queria lançar nada num momento tão delicado para todos nós, em meio a essa Pandemia, mas a letra se tornou muito pertinente."

A música será oficialmente liberada dia 06 de abril em todas as plataformas digitais. Siga os canais da banda e aguarde o novo single:

Formação:
Christian Klein – Vocal/Baixo
Diego Monsterman – Guitarra
Thomas Abrantes – Guitarra
Demetrios Maia – Bateria

Mais informações:


SHAMAN: Assista videoclipe inédito de “Brand New Me”

A banda Shaman acaba de lançar o videoclipe de “Brand New Me”. O vídeo conta com imagens gravadas no show de retorno da banda em São Paulo, na Audio Club. O Shaman é formado atualmente por Alirio Netto (vocal), Luis Mariutti (baixo), Hugo Mariutti (guitarra) e Ricardo Confessori (bateria). O vídeo foi filmado pela Foggy Films, de Junior Carelli e Rudge Campos. A arte da capa do single foi desenhada a mão pelo fã e ilustrador Eduardo Untura (https://www.instagram.com/eduardountura/).

Assista “Brand New Me”: https://youtu.be/AbYNgyj1UXM

“Essa é uma música que fala sobre renascimento e que cabe perfeitamente para o momento que o mundo vivendo. Ela serve para ajudar as pessoas neste renascer da vida como um todo. Brand New Me é a primeira faixa que gravei com os caras e ela é muito especial pois tem o DNA do Shaman”, disse Alírio Netto.

O show onde foi gravado o videoclipe aconteceu no dia 9 de Fevereiro na Audio, em São Paulo. “Tínhamos muitos compromissos agendados e tudo acabou sendo cancelado depois da morte do Andre, e ainda mais lidar com a dor de perder um amigo com a carência do nosso público, foi muito difícil, e ainda está sendo, mas o que nos faz continuar é a certeza que o Andre concordaria e apoiaria a nossa decisão de continuar. Então nos reunimos e achamos que o Alírio se encaixaria perfeitamente nesta nova fase. Ele respeita o Andre, tem carisma, tem técnica de sobra necessária pra interpretar de forma magnifica todas as nossas músicas, além de ser um ótimo instrumentista também”, disse Hugo Mariutti.

Links relacionados:
Site Oficial: http://www.alirionetto.com/
Facebook Alirio Netto: https://www.facebook.com/nettoalirio/
Instagram: @alirio_netto
Facebook Shaman: https://www.facebook.com/shamanbandofficial/
Instagram Shaman: @shamanbandofficial


BROKEN & BONED: confira um vídeo playthrought do baixista Lúcio de Paula

Lúcio de Paula é um dos fundadores do Broken & Boned / Foto: Fábio Viana

Publicar vídeos que mostram a técnica da Broken & Boned, não é novidade para a banda, pois em seu canal do YouTube há vários playthroughts com os guitarristas Carlos Nava e Marcelo “Marshaell”. Para ampliar este projeto, o baixista Lúcio de Paula cai em campo e mostra ao fã do grupo como é gerado o peso que você ouve no álbum ‘Hypocrisy Hymns’ (2018), através da música ‘Rage’. Confira pelo link https://bit.ly/2WUYCE7
O quinteto de Marabá/PA está em fase de pré-produção do segundo álbum, e ainda neste primeiro semestre lançará um videoclipe para ‘Fútil’, primeiro single de divulgação do CD. O disco que se chamará ‘Lies Inside Delusion’ será lançado pela MS Metal Records e distribuído pela Voice Music.
LINKS RELACIONADOS
Para contratar a Broken & Boned
(85) 9.9690.7536


KUAZAR: single/clipe 'Obscure & Violent' antecipa álbum de retorno


Foto: Krys Amon

Trio paraguaio de thrash metal conta agora com a presença do baterista brasileiro Marcelo Moreira (Almah, Kiko Loureiro, Circle II Circle, Graham Bonnet Band, Marmor, Burning In Hell)


"Obscure & Violent", primeiro single de "Hybrid Power", o álbum de retorno do grupo paraguaio Kuazar, acaba de ganhar um videoclipe, que traz cenas filmadas em Los Angeles/CA (EUA) e nas cidades de Ciudad del Este e Assunção (PAR). "As imagens da banda foram captadas pelo experiente cinegrafista Krys Amon (Rede Globo, Esporte Espetacular). As cenas extras foram captadas e editadas pela produtora MC Flight, de Andres Martinez", revelou o experiente baterista Marcelo Moreira, que agora se junta a Josema Gonzalez (vocal e guitarra) e Marcelo Saracho (baixo).

Veja o videoclipe de "Obscure & Violent" em https://youtu.be/gOjfn5Lp1tk

"Obscure & Violent" fala da natureza violenta da humanidade e como atos agressivos estão sempre presentes de maneira quase "natural" na vida do ser humano. "O refrão diz 'o ódio é a fonte do nosso poder', o que resume a ideia principal da letra, explorando a existência natural de sentimentos ruins, agressivos e sádicos na humanidade. Desde os cultos religiosos espirituais até as guerras, a presença do mal e dos pensamentos agressivos está sempre presente na humanidade", explicou Josema Gonzalez.

O Kuazar vem se destacando nos palcos da América do Sul, tendo realizado shows no Paraguai, Brasil e Bolívia, tocando ao lado de Megadeth, Kreator, Behemoth, Hirax, Sepultura, Violator e Krisiun, obtendo uma sólida base de fãs em um curto período de tempo.

Com músicas agressivas e versáteis, incluindo toques de elementos latinos, o trio lançará "Hybrid Power", sucessor de "Wrath of God" (2009) e do DVD "Wrath on the Road" no primeiro semestre. O material foi gravado nos Estados Unidos, nos estúdios Fuel Music Studio e Marmor Studio, contando com mixagem e masterização a cargo do experiente Brendan Duffey. "O álbum traz novos elementos, com uma pegada mais moderna, criando um som com características próprias, que lembra, em alguns momentos, bandas que nos influenciaram, como Slayer, Gojira, Lamb of God e Sepultura", concluiu Marcelo Moreira.

Mais informações em facebook.com/kuazarmetal

Contato: contactokuazar@gmail.com




ODIN'S KRIEGER 2020 com THE HU é remarcado para dezembro deste ano

Banda da Mongólia, fenômeno mundial que combina música étnica com rock, toca em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba; ingressos comprados valem para as novas datas

O The Hu, fenômeno da música mundial devido à única mistura de rock com elementos étnicos da Mongólia (como canto tradicional polifônico mongol e elementos do folclore oriental), atração principal nas três datas da edição especial do Odin’s Krieger, teve seus shows remarcados para dezembro deste ano. Os ingressos comprados para os eventos que aconteceriam em abril serão válidos para as novas datas.

O primeiro show do The Hu é dia 2 de dezembro, no Rio de Janeiro (Espaço Kubrick), com Triddana (folk metal, Argentina) e Tailten na abertura. São Paulo recebe o quarteto mongol dia 5/12, no Carioca Club, também com Triddana, Taberna Folk e Oaklore. Dia 6/12 é a vez de Curitiba, no CWB Hall, ao lado do Terra Celta e mais uma vez do Triddana – os argentinos, sensação do folk no país vizinho, também estreiam em solo brasileiro.

O The Hu foi formado em 2016 na moderna capital da Mongólia, Ulan Bator (que entre os séculos 16 e 17 era um dos maiores centros budistas do mundo). Os músicos Gala, Jaya, Temka e Enkush se uniram ao produtor Dashka para conceber algo uma sonoridade forte e única, com instrumentação mongol tradicional, canto gutural difônico, guitarras distorcidas, tambores bombásticos e ritmos agressivos junto a sons folclóricos do Oriente.

“Hu” é a raiz da palavra mongol para ser humano, que inspira a peculiar e cativante música que chamam de “Hunnu Rock”. É apenas um nome para tentar explicar a força de uma banda, formada por quatro graduados em Música e com vasta experiência pela Ásia e Pacífico em outros projetos, cujos primeiros videoclipes – para as músicas “Wolf Totem” e “Yuve Yuve Yu” – alcançaram mais de 45 milhões de visualizações em questão de um ano.

Cinematográficos e épicos, com o impacto do visual que remete a uma Mongólia histórica e, de certo modo, tribal, além de mostrar os instrumentos diferentes que eles usam mesmo em palco, os clipes logo chamaram a atenção da indústria musical. Estampou páginas de jornais, como The Guardian e The Independent, foi destaque na Vice, DW, Classic Rock e em diversos canais de TV do mundo asiático.

O The Hu logo estourou, atingiu o estrelado. De viral do Youtube ao 1º lugar o Top New Artists da “Billboard” devido ao disco de estreia, “The Gereg” (setembro/2019). Óbvio o globo terrestre inteiro estaria ansioso por vê-los ao vivo e a primeira turnê europeia (que começou dia 15 de janeiro) já está completamente sold out: cerca de 30 shows com todos os ingressos vendidos antes mesmo do início do giro.

Os mongóis fazem música que exalta mitos, ancestralidade e o vínculo do homem com a natureza, um tipo de música que não se parece com nada do que já existe. É, sem dúvida, uma sonoridade genuína e de uma profundidade estrondosa, que em cena prometem uma experiência sem igual.

Serviços
Rio de Janeiro - Odin´s Krieger 2020 - Edição especial
Data: 2 de dezembro de 2020
Horário: a partir das 17h
Local: Espaço Kubrick (avenida Mem de Sá 66, Lapa/RJ)
Bandas: The Hu (Mongólia), Triddana (Argentina) e Tailten (Brasil)
Ingressos: R$90 (1º lote, meia entrada estudante/promocional), R$110 (2º lote, meia entrada estudante/promocional)
Classificação etária: 18 anos (entre 14-17 anos somente acompanhado por pai ou mãe munidos de documentos)

São Paulo - Odin´s Krieger 2020 - Edição especial
Data: 5 de dezembro de 2020 (sábado)
Hora: a partir das 14h
Local: Carioca Club (rua Cardeal Arcoverde, 2899 - SP)
Bandas: The Hu (Mongólia), Triddana (Argentina), Taberna Folk (Brasil) e Oaklore (Brasil)
Ingresso: R$ 90 (Pista, 1º lote - meia entrada estudante/promocional); R$ 190 (Camarote Open Bar com cerveja, hidromel, água e refrigerente + Camiseta + Copo oficial, meia entrada estudante/promocional)

Venda física: Locomotiva Discos (rua Barão de Itapetininga, 37 - Loja 8 - República/SP) - sem taxa de conveniência

Curitiba - Odin´s Krieger 2020 - Edição especial
Data: 6 de dezembro de 2020 (domingo)
Hora: a partir das 15h
Local: CWB Hall (rua Dr. Claudino dos Santos, 72)
Bandas: The Hu (Mongólia), Triddana (Argentina) e Terra Celta (Brasil)
Ingresso: R$ 90 (Pista, 1º lote - meia entrada estudante/promocional); R$ 190 (Mezanino Open Bar com cerveja, hidromel, água e refrigerente + Camiseta + Copo oficial, meia entrada estudante/promocional)

Venda física: Espaço Carmela (rua Dr. Claudino dos Santos, 72) - sem taxa de conveniência


GOAT NECROPSY anuncia lançamento do primeiro single/clipe via Slam Worldwide
O duo brasileiro de DeathGrind, Goat Necropsy, anuncia o lançamento do primeiro trabalho, o single/clipe "Devoured By The Hounds", que será lançado dia 6 de abril no SLAM WORLDWIDE, o maior canal de divulgação de bandas extremas no mundo. Goat Necropsy é uma das poucas bandas brasileiras a lançar material no canal, o que é uma grande conquista para o metal nacional. "Devoured By The Hounds" faz parte do primeiro EP da banda, Bloody and Fresh, que será lançado dia 12 de maio.

Uma das bandas mais pesadas, putrefatas e promissoras do metal extremo na atualidade, Goat Necropsy foi formada por W.Johann e Vic Ferreira em novembro de 2019. Duas mentes insanas fazendo metal extremo com temas sujos, sanguinários e pútridos, mesclando letras GoreGrind com sonoridade Death Metal, Slam e Splatter. Com influências de Carcass, Dying Fetus, Aborted, Cannibal Corpse e Napalm Death.

Vic Ferreira, dono de uma voz potente e única, chegando do gutural ao inhale, estudou técnica de vocais extremos e produção musical no MI (Musicians Institute) em Los Angels CA. W.Johann é conhecido inicialmente pelo seu trabalho junto ao KroW - uma das maiores bandas do cenário Death Metal do Brasil -, já se apresentando no Rock In Rio e também faz parte do Victorizer junto ao renomado vocalista Vitor Rodrigues (Ex-Torture Squad)
Faixas:

1. Chopping Organs
2. The Collector
3. Anal Vomit
4. Devoured By The Hounds

Formação:

Vic Ferreira (Vocal)
W.Johann (Guitarra e Baixo)

Links Relacionados:


THORHAMMERFEST 2020: Festival segue confirmado e com ingressos promocionais
 O festival Thorhammerfest 2020 segue com os ingressos promocionais no valor de R$ 50,00, em razão da pandemia do COVID-19, da alta do dólar e em respeito aos fãs, garantindo assim um valor mais baixo até o inicio de abril. Valores de um novo lote serão informados em breve. As vendas se concentram apenas pela internet, através do site do Clube do Ingresso, o evento segue 100% confirmado para o dia 02/11 em São Paulo, no Clube Piratininga. A 14º edição do festival contará com as seguintes bandas: Cernunnos, da Argentina, Bornholm da Hungria, e as atrações brasileiras Vingard, Tandra, The Heathen Scythe, Crown Of Fallen Heroes e Miasthenia.

Compre o ingresso aqui:

Ao longo dos meses serão publicadas entrevistas com as bandas do cast, e a primeira banda entrevistada foi o Tandra, de Curitiba/PR, revelando detalhes sobre mais recente trabalho e sua temática, que busca inspirações em diversas culturas do mundo. "Time and Eternity", primeiro álbum dos curitibanos, se destaca pela qualidade e tem obtido excelentes reviews pelo mundo. Já a banda húngara Bornholm tem divulgado fotos das sessões de gravações do novo trabalho, que sucederá “Primaeval Pantheons”, lançado em 2016.

Confirme presença no evento:

Contatos:
Site oficial:
www.thorhammerfest.com.br
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br


THE ANGER: Em entrevista, guitarrista conta detalhes do projeto e planos futuros
Lançado recentemente, o álbum “Through Love, Anger, Pain and Sorrow”, do projeto The Anger, tem conquistado resenhas positivas, comprovando a força do material. Dentre os reviews, destaca-se o texto de Vinny Almeida, publicado no site Rock Vibrations, onde o redator elogia a capacidade de Rafael Orsi, ex-guitarrista do Genocídio, e do baterista Fábio Moyses (Chaos Fear, MoyMondo, Pig Machine) em criar músicas agradáveis e enérgicas: “Uma coisa bem legal que podemos perceber aqui é que não se trata de álbum cansativo, alguns lançamentos naturalmente possuem um certo "cansaço auditivo" após 3 ou 4 faixas, porém, aqui o exemplo é o inverso pois a cada canção se tem a impressão de que a energia se mantém (ou até melhora em alguns aspectos e visões musicais, dependendo do seu gosto, obviamente)”. E em entrevista no próprio Rock Vibrations, Rafael Orsi explicou essa característica que envolve o trabalho: “Minha vontade era fazer um disco que as pessoas possam colocar num churrasco, ou encontro de amigos qualquer e deixar lá. Também pensei muito no fator de replay. Há um disco do Joe Satriani chamado “Shockwave Supernova” que tem essa característica muito legal, ele não cansa ou demora a cansar, é possível ouvi-lo algumas vezes em sequência. Esse sentimento me inspirou bastante”.

Confira a entrevista completa:

Confira a resenha:

Outra resenha que destacou a sonoridade variada e dinâmica do projeto foi à publicada no Blog Arte Metal, com as palavras de Vitor Hugo Franceschini de Carvalho: “Em “Through Love, Anger, Pain and Sorrow”, Orsi abrange várias de suas influências dentro da música pesada, principalmente o Metal, Rock and Roll e Hard Rock e consegue unificar tudo em uma sonoridade pesada, dinâmica e cheia de energia, além de certa agressividade. O resultado é um som bem bacana, com peso na medida certa, e por se tratar de um guitarrista, o disco passa longe de exibicionismo, mas longe mesmo. O negócio aqui é música para amantes do Metal/Rock. Bases sólidas de guitarras, solos melodiosos, agressividade na cozinha e o vocal cheio de drive de Orsi dão a tônica.”

Confira a resenha completa:

Composto de doze faixas, que transitam por diversas sonoridades, o projeto contou ainda com os vocalistas convidados Aivan Moura e Marcel Briani. Nos planos de Rafael Orsi estão as gravações de um EP de covers e outros projetos, ainda em andamento. Com A pandemia do COVID-19 em curso, o músico concentra-se em compor novo material e na escolha e arranjos dos covers, sem data de lançamento concreta.

Ouça “Through Love, Anger, Pain and Sorrow” nas plataformas digitais:

Contatos:
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br


A CAVERNA: EP de estreia é disponibilizado nas plataformas digitais
Já está disponível em todas as plataformas digitais o EP “Saia da Caverna”, do projeto A Caverna, formado pelos músicos Zélão, do interior de São Paulo, e Rafael Orsi, ex-Genocídio e atual The Anger. Inicialmente apenas lançado no Youtube, o EP foi distribuído em todas as plataformas digitais pela Wargods Press, em parceria com a CD Baby Brasil. O vocalista Zélão fez um apanhado geral da temática de cada faixa: “O EP abre com “Avenidas da Metrópole”, que aborda o caos urbano das grandes cidades; “Longo Caminho” sobre a luta e persistência em seus sonhos, principalmente no mundo da música; “Visões da Guerra”, que estabelece uma metáfora da guerra sendo travada por opiniões politicas de lados opostos na Internet, como temos visto nos tempos atuais, sendo isso alienante intencional pelos detentores do poder enquanto roubam nosso país; fechando com “Rock é Rock Mesmo”, música-emblema sobre a persistência do Rock na história e no futuro, em cima do título do filme “The Song Remains the Same” aqui no Brasil, do Led Zeppelin, numa homenagem à esta banda”.

Confira o track list:

01 – Avenidas da Metrópole
02 – Longo Caminho
03 – Visões da Guera
04 – Rock É Rock Mesmo

Ouça o EP no Spotify:

O duo já está trabalhando no vindouro EP “Tempos Estranhos”, inclusive divulgando o single “Ainda Não Acabou”. Os planos do projeto estão em pausa devido a pandemia do COVID-19, mas segundo o vocalista, tão logo a crise cesse, os trabalhos serão reiniciados. Zélão ainda declarou: “Parafraseando o título do single, só posso dizer que são tempos muito estranhos, mas  não devemos temer o pior, mas sim lutar para que consigamos sair dessa o quanto antes. Fiquem em casa o quanto puderem, sabemos que não é fácil, mas é a solução mais acertada para vencermos este vírus. Ouça aquele disco que você tanto gosta, leia algum livro, assista aquele show de sua banda preferida, mas não se abata”.

Foto por Aivan Moura

Contatos:
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br


FÖXX SALEMA: Assista entrevista em vídeo para o canal da Arrepio Produções
Acaba de ser disponibilizada uma entrevista em vídeo com a vocalista Föxx Salema para o canal da Arrepio Produções, conduzida pelo seu esposo, o tecladista Cleber Magalhães. Nela foram abordados temas como sua iniciação no mundo da música, os primeiros shows, suas influências, a repercussão do seu álbum autoral (“Rebel Hearts”) e toda sua luta contra a transfobia dentro e fora do Metal. Embora tenham realizado o primeiro show oficial de lançamento do álbum no mês de fevereiro, com ótima receptividade por parte do público, diversas tratativas de shows tiveram que ser postergadas para após o término da pandemia de COVID-19, com a vocalista recomendando: “Fique em casa, se possível, resguardando seus familiares mais vulneráveis e evitando exposição na rua. Infelizmente continuamos no governo com um presidente incompetente e que mantém seu descaso com a população. Assim, façamos a nossa parte, cuidem-se!”.

Confira o vídeo:

Föxx Salema também recebeu destaque no site WikiMetal, em matéria intitulada “Quarentena WikiMetal: bandas brasileiras que você precisa conhecer (Parte 1)”, onde publicaram o vídeo do show realizado no mês passado em Belo Horizonte/MG.

Confira a matéria no WikiMetal:

O álbum em si pode ser ouvido em inúmeros serviços de streaming, dentre eles, o Spotify:

E o CD está sendo vendido em formato digipak e com encarte, tanto na loja física quanto no site da Die Hard (http://bit.ly/2tSub5o) na Galeria do Rock em São Paulo, no Rio Grande do Sul através da Som de Peso (http://bit.ly/38Q4b9m) e em Minas Gerais pela Punho Cerrado Distro (www.facebook.com/restoyo82) e pela Kaotic Records (www.facebook.com/kaoticrecordsbh).

Contatos:
Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br


SOLAR FLARE lança "MEDIEVAL"
A banda de power metal de Ohio, SOLAR FLARE, se uniu à Ghost Cult Magazine para transmitir sua nova música "Medieval". A música é retirada do seu próximo álbum auto-intitulado, que será lançado em maio.


Ouça a música aqui:

Tracklisting:

1. Medieval
2. Under the Sun
3. Born to Burn
4. Pharaoh
5. Nous Sommes
6. Taken to the Other Side
7. World In My Head


'Hate' de SARCÓFAGO recebe tratamento de reedição de luxo da Greyhaze Records em 15 de maio

A Greyhaze Records, agora chegando ao final de sua revisão completa de todo o catálogo de gravações do Sarcófago, orgulha-se de relançar “Hate”, um álbum frequentemente esquecido, em 15 de maio em formatos de vinil e cassete de luxo. Como é habitual nos lançamentos da Greyhaze, o áudio foi meticulosamente remasterizado a partir da fita master original. Visualmente, todas as obras de arte homenageiam o lançamento original, com elementos gráficos adicionais que evocam toda a escuridão e a majestade do black metal deste álbum.

"
The God's Faeces" (áudio oficial)
www.youtu.be/unq_cxMhcz4

Pedido antecipado
www.tinyurl.com/tnxfbgx

O Sarcófago sempre foi conhecido como uma das bandas mais radicais a habitar a paisagem do metal. Essa reputação seria mais do que solidificada com o lançamento do terceiro LP da banda, simples e apropriadamente intitulado “Hate”. Depois de flertar com o grande momento do metal com “The Laws of Scourge”, a banda percebeu que seu lugar era nas profundezas da música horrível e doentia. Para nunca caber em uma caixa preconcebida, sua natureza era simplesmente enfurecer-se com força total como um animal selvagem. Com essa noção no coração, o Sarcófago lançou o álbum que se tornaria conhecido como uma de suas declarações mais sem desculpas e controversas.

Originalmente lançado em 1994, “Hate” foi recebido positivamente por fãs e críticos. Os temas sombrios e doentios do álbum que pairam sobre noções de suicídio, assassinato e descida à loucura foram temperados pelos melhores momentos de Wagner Lamounier no violão, enquanto seus riffs agitados e perversos permeiam todo o álbum. A escolha do baterista também foi digna de nota, pois a banda optou por não usar um. Em vez disso, todas as baterias foram programadas `com a intenção de fazê-las soarem desumanamente rápidas. Essa escolha de percussão seguiria a banda em todos os seus lançamentos posteriores, incluindo “The Worst” e “Crust”. Em resumo, a mensagem agnóstica do álbum visa o intestino e castiga o ouvinte do começo ao fim.

Informações:


HYEMS dá detalhes do novo álbum
A Black Metal Horde, Hyems, da Alemanha, terminou seu novo álbum e lançará sua próxima obra-prima em 1º de maio de 2020. Com seu nono álbum "Anatomie des Scheiterns", a banda não apenas impressiona com sua autenticidade musical, mas também com seu conceito sofisticado.
 

Os hinos oferecem letras altamente políticas e lidam com uma falha individual, coletiva e por último, mas não menos importante, mutuamente social, que leva a catástrofes de diferentes tipos. Musicalmente, você pode esperar uma coisa acima de tudo: Black Fucking Metal! O álbum será lançado em CD e vinil.

Links:
Website: http://hyems.net


A DAY IN VENICE dá detalhes do novo disco
A Day in Venice (aka Andrej Kralj) lançará em breve seu novo álbum "Lights", um EP de 4 músicas com Scott Foster Harris e Jyi nos vocais. O EP verá a luz em 20 de abril de 2020 e estará disponível em todas as plataformas de streaming, enquanto os super fãs, assinantes e seguidores poderão baixá-lo gratuitamente no Bandcamp oficial da banda antes de seu lançamento.

Como Andrej explicou, “este EP difere do álbum anterior “III”, tanto sonora quanto liricamente. É uma nova exploração sonora que oferece diversas variações de rock alternativo, psicodélico, eletrônico e acústico. Liricamente, está oferecendo uma posição positiva em relação a esses tempos de isolamento e pessimismo. Este EP é de certa forma um enorme obrigado pelos meus seguidores. Para aqueles que nos apoiaram um dia nos últimos anos. Um presente. Uma contribuição nesses tempos desiguais de isolamento e escuridão.”

Notas Adicionais:
Andrej cuidou de toda a produção de “Lights«”, enquanto Steve Kitch dominou esta delicada jóia de 4 pistas.

Ligações:
https://www.facebook.com/adayinvenice/
https://www.instagram.com/andrej__kralj/
https://www.youtube.com/channel/UCg0IEruRrjpmojbdZA9aPIw

Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

Shinigami Records