terça-feira, 23 de outubro de 2018

The Torch – “Chasing Light”


(2018 – Importado)

STF Records

Se o Alice In Chains fosse formado na Suécia, com certeza seria formado por Martin Söderqvist (vocal/guitarra), Per Romvall (baixo) e Peter Derenius (bateria). Não é exagero, e o trio nem nega as influências da banda liderada por Jerry Cantrell. Fato é que o The Torch também tem suas próprias características.

Primeiro que são mais atuais, segundo que aliam sua sonoridade fincada no Grunge ao Metal alternativo, mas não aquele cheio de ‘breakdowns’, e terceiro porque sua sonoridade é mais enérgica e pra cima. Isso sem contar que a banda ainda possui uma veia ‘meio’ Stoner.

Portanto, é impossível não associar a banda a nomes com o já citado Alice e Soudgarden, principalmente. A melodia é intensa e descende do Hard Rock, o clima, mesmo que mais pra cima, transparece aquela obscuridade fria de Seattle. Tudo bem tocado, com guitarras bem desenvolvidas, arranjos ricos e uma cozinha precisa.

Basta ouvir faixas magistrais como Black Wings, que inicia o trabalho de forma empolgante e com um baita refrão, a introspectiva The Thousand Stones e a fenomenal Medicine. Todas músicas de fácil assimilação e que causam, de certa forma, até uma certa nostalgia.

A produção de Sebastian “Basse” Olsson conseguiu manter o som da banda atemporal com qualidade ímpar no som. Sem sombras de dúvidas, “Chasing Light” é um disco que com seu equilíbrio irá fazer o gosto de fãs desde o Rock alternativo, Grunge, passando pelo Hard Rock, até o Metal. Muito bom!


9,0

Vitor Franceschini

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Arte News: JAÉDER MENOSSI tocará com PAUL GILBERT em São Paulo


JAÉDER MENOSSI tocará com PAUL GILBERT em São Paulo

Guitarrista da banda JAVALI se apresenta em “Jam” com um dos maiores guitarristas do mundo. 

JAÉDER MENOSSI, guitarrista da banda JAVALI, foi um dos escolhidos para subir ao palco ao lado do lendário PAUL GILBERT, em uma apresentação única no Brasil.

Em evento organizado pela “TC7 PRODUÇÕES”, Paul Gilbert (Mr. Big e Racer X) vem ao Manifesto Bar em São Paulo apresentar seu WorkShow, que conta com músicas de sua carreira e alguns covers. Ele também responderá a perguntas dos fãs durante o evento que acontece dia 28 de Outubro (domingo) a partir das 19 horas. O show faz parte das comemorações de 24 anos do Manifesto Bar.  Mediante uma pré-seleção feita pelos organizadores, e corroborada por votação popular na internet, Jaéder foi um dos escolhidos pra tocar junto com Gilbert no evento.  O outro músico brasileiro também escolhido pelo mesmo sistema -  e que também participará da “jam”- é AFFONSO JUNIOR.

Jaéder Menossi vem se destacando como um dos mais respeitados guitarristas brasileiros da atualidade. Além de ser um dos fundadores da banda JAVALI, já tocou com vários artistas de renome, com destaque para a banda ‘BUSIC’, tendo atuado em diversos shows ao vivo, bem como programas de TV como “THE NOITE – DANILO GENTILI” e “SHOW LIVRE”. Admirado por sua habilidade técnica  e virtuose, é também compositor e  faz ‘backing vocals’ na banda  “JAVALI” .

Prestes a lançar o 5º álbum da carreira, previsto para o final do ano, Jaéder e a “JAVALI”  mostram que estão com todo o gás após 26 longos anos de estrada.

SERVIÇO:
Data: Domingo, 28 de outubro de 2018
Abertura da casa: 19h
---
Local: Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi – São Paulo/SP
Fone: (11) 3168-9595 | WhatsApp (11) 94747-5883
Censura: 16 anos
Acesso a deficientes / ar condicionado
Manifesto Bar – www.manifestobar.com.br
Ingressos:
bit.ly/PaulGilbertNoManifestoBar
E nas bilheterias do Manifesto, sem taxa de conveniência.

Confira mais sobre JAÉDER MENOSSI  e a banda JAVALI nas redes sociais:
www.popjavali.com.br           


OVERHEAD: comprovando ser a melhor banda de Rock/Country do Brasil com o lançamento de “Na Madrugada, de Bar em Bar”
Para os fãs de um Rock and Roll vibrante, cantado em português e com temática envolvente, o novo álbum do Overhead é a pedida certa para esse estilo. Lançado no mês de setembro, “Na Madrugada, de Bar em Bar”, vem repercutindo em vários locais de imprensa especializados, datando o álbum como a certeza de “Diversão e Energia” em todas as 10 faixas presentes no registro.

O álbum contém mesclas muito bem dosadas de Rock and Roll com Country brasileiro, elevando o nível da banda para uma das mais importantes do gênero no atual cenário musical. Pensando grande e em como evoluir ainda mais sua sonoridade, o Overheadrecorreu aos serviços de Marcelo Pompeu (Korzus) e Josiel Rusmont para a produção do álbum. O disco possui uma timbragem única e captações límpidas, possibilitando distinguir exatamente cada um dos instrumentos executados.

Lançado em formato físico e digital, o álbum “Na Madrugada, de Bar em Bar” está disponível para audição completa no Spotify, Deezer, ITunes, Google play, Napster e várias outras plataformas e também disponível para compra física através das redes sociais do grupo no Facebook e Instagram.

Confira “Na Madrugada, de Bar em Bar” pelos links abaixo:


Um dos nomes mais importantes do Rock nacional está de volta, dessa vez com um álbum forte e impactante, se ainda não conhece os trabalhos do Overhead, não perca tempo e acesse um dos links e confira esse grande registro.

Tracklist:
01 – BR da Morte
02 – Cartaz de Procurado
03 – Na Madrugada, De Bar em Bar
04 – O Diabo e a Garrafa
05 – Eles
06 – Entre Espelhos
07 – Exclusa
08 – Na Contra Mão
09 – Outra Frequência
10 – Se Tá Ruim pra Você

Formação:

André Moreno – vocal, guitarra
Bruno Bevenuti – guitarra
Ivo Ferreira – baixo
Brendel Alba – bateria

Mais informações:


SCARS: banda retorna as atividades e anuncia parceria com a Black Legion Productions
A veterana banda de Thrash Metal Scars, retorna a ativa após um hiato que durou mais de uma década. Após o disco “Devilgod Alliance”, os Thrashers paulistanos encerraram suas atividades. Passado muitos anos após a ruptura e ainda a legião de fãs continua enorme. Após fazerem uma campanha para a volta do conjunto, em um grupo para sua homenagem nas redes sociais, a banda resolveu que era hora de  anunciar  volta de forma definitiva.

“Nós do SCARS, neste momento muito especial para cada um de nós, queremos agradecer a todos que estiveram envolvidos, de uma maneira ou outra, grande ou pequena, na preparação do retorno do SCARS à cena Metal, mostrando seu contínuo suporte e carinho para que o retorno fosse inevitável e memorável. Temos a resguarda da Black Legion Productions como nossa assessoria para que a volta seja feita da maneira mais profissional possível. Temos certeza que essa parceria trará muitos frutos. Obrigado a todos e nos vemos na estrada! SCARS!!”

Além de anunciar o retorno, a banda também prepara o lançamento novo material, dois singles que irão preceder o novo disco, previsto para o ano de 2019. As faixas “Armageddon” e “Silent Force” tem previsão de lançamento ainda este ano e mostrará a força do novo line-up do Scars, agora composto por três de seus membros originais Régis F. (vocal), Alex Zeraib (guitarra) e João Gobo (bateria), juntos com Edson “Teacher” Navarrette (guitarra) e Marcelo Mitché (baixo).

A faixa “Armageddon” encerrará a trilogia iniciada nos dois discos anteriores, que começou com  o inferno em “The Nether Hell” e teve sequencia com a  ruptura de Deus e Lúcifer em “DevilGod Alliance”. Desta vez a banda  retratará a criação do inferno, a batalha celestial e a queda de Lúcifer. Para marcar esse lançamento será lançado uma tiragem especial de camisetas para o novo material, além de camisetas em homenagem aos 15 anos do disco “Nether Hell”,  pela True Metal Records & Distro.

Para marcar este retorno, Alex Zeraib e Régis F concederam uma entrevista exclusiva ao portal Metal na lataonde relatam os motivos do seu retorno, seus planos para o futuro e a nova formação da banda.

Assista ao vídeo que a banda anuncia a nova formação:


Maiores Informações:


Feriadão com metal: cariocas do LYRIA tocam em São José dos Campos

Evento conta com abertura da banda local Brightstorm

O metal nacional é a trilha sonora do feriadão. No dia 02 de novembro (sexta-feira), o Lyria retorna a São José dos Campos com a turnê do disco “Immersion”, no Hocus Pocus Studio & Café. Conhecidos como uma das maiores bandas de metal atuais, o Lyria é recebido pela anfitriã Brightstorm, que une diversas vertentes do metal em uma apresentação enérgica. Os ingressos antecipados custam 20 reais e são vendidos online, via Sympla. As bandas receberão o público para meet & greet e disponibilizarão merchandise autografado para os participantes.


Hipnotizante e explosiva, assim é a apresentação do Lyria. Com fãs na Europa, Estados Unidos e Brasil, o grupo carioca traz em seu repertório os álbuns “Immersion” (2018) e “Catharsis” (2014). Com shows lotados em São Paulo e no Rio, a banda une arranjos bem trabalhados, letras com temáticas positivas e o metal sinfônico. O Lyria é formado por Aline Happ (voz), Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria).


Recebendo o Lyria em São José dos Campos, a banda BrightStorm  traz influências de grandes nomes do metal sinfônico como After Forever, Nightwish e Epica. No repertório do show, canções do EP "Past in Flames" (2014) e do disco "Through the Gates" (2017). O grupo é formado por Naimi Stephanie (voz), Alexis Nunes (bateria), Will Lopes (guitarra), Edy Silva (baixo) e Gabriel Bernardes (teclado).

Criada em 1994, a casa de shows Hocus Pocus abriga também um estúdio de gravação e ensaio. O local fica na Rua Paraibuna, nº 838, no bairro Jardim São Dimas, em São José dos Campos.

Serviço
Lyria & Brightstorm
Data: 02/11/2018 (sexta-feira)
Horário: 22h
Local: Hocus Pocus Studio & Café
Endereço: Rua Paraibuna, nº 838 - Jardim São Dimas - São José dos Campos/SP
Ingressos: R$ 20 (lote promocional por tempo limitado)
Classificação etária: 18 anos - Menores acompanhados dos responsáveis


ARREPIO PRODUÇÕES # 06 - Rock de Garagem (Parte I)
A nossa luta pela divulgação de ideias e da música como forma de resistência continua. Já estamos na sexta edição, e neste programa vamos falar de um evento que teve como suporte a força de vontade, a insistência em divulgar bandas locais de trabalho autoral, seja no Rock, Punk ou no Heavy Metal. Com a palavra os amigos e parceiros de luta underground Luis Paulo (Músico) e Daniel Caixeta (Professor e Músico), dão um depoimento esclarecedor de como acontecia o Rock de Garagem, que aconteceu em Patos de Minas de 2005 a 2014. Temos também um bate papo com o produtor Mayckon Pacheco juntamente com os amigos Juruna e Sandro Braga que falaram sobre o segundo Rural Fest Open Air, que vai rolar na cidade de Lagamar/M.G nos dias 30/11 e 01/12. Temos o já tradicional quadro Caixa de Pandora com destaque para a banda paulista Blixten.
Ficha Técnica:
Apresentação: Romulo Carlos
Edição: Ana Nascimento
Pauta/Produção: Romulo Carlos
Parceria: Som do Darma,Coletivo La Migra,Dominiinferi,The Metalvox,Cangaço Rock Comunicações, O Subsolo, Arte Metal,Metal Media.
- Participe do quadro Caixa de Pandora (Videoclipes),envie seu videoclipe para:

Mais Informações:


EROS: Confira o EP “Back With Wisdom” na integra pelo Spotify
Após seu retorno as atividades no ano de 2016, o grupo de Thrash MetalEROS, vem lançando várias novidades com a atual formação e revitalização do projeto que foi criado em 1987 e perdurou até 1992.

Após liberar o clipe oficial de “Assassin” no canal do YouTube da banda, o grupo disponibilizou o primeiro EP em todas as plataformas digitais. Intitulado de “Back With Wisdom”, o registro possui 04 faixas rápidas e que apresentam toda a essência do grupo carioca.

Confira o álbum:

Atualmente a banda está em fase de construção de novas canções, que estarão presentes no primeiro full após esse recomeço. Outras ações estão sendo trabalhadas pela banda, assim como a construção de novos vídeos clipes que serão idealizados com o conceito visual voltado a animes, assim como foi feito em “Assassin”.

Formação:

Themys Barros – vocal, guitarra
Raphael Marins – guitarra
Thomas Abrantes – baixo
Gabriel barros – bateria

Mais informações:


NO GRACIAS: Se posicionando de acordo com seus valores
Através de nota publicada em sua página oficial no Facebook, a banda No Gracias publicou uma nota em que afirma seu posicionamento em relação a conturbada situação política que o país atravessa. O grupo mantém a postura adotada em suas canções, repudiando qualquer tipo de extremismo que possa levar ao autoritarismo e censura das liberdades individuais.


Confira a nota na íntegra:
Reflexão urgente
Esperamos que todos que seguem e curtem essa página realmente curtam nossas músicas. E que se identifiquem com a banda também pelo conteúdo das letras. De qualquer modo, a gravidade do momento obriga que a gente se expresse de forma mais direta.
A democracia brasileira já respira por aparelhos e dia 28 pode ser seu último suspiro. Isso não é uma manifestação partidária. Está bem além das naturais discordâncias sobre como é melhor que a sociedade funcione, debatidas dentro do jogo democrático.
Quando um candidato usa, para seu marketing, o gesto de simular uma arma atirando, isso já deveria despertar preocupação. Mas o pior é que o gesto pega. Quando alguém que se candidata em eleições defende ditadura, seria uma questão de lógica ter receio de seus propósitos. Mas quando ele ganha votos, parece que os votantes estão usando a democracia com intuito de perdê-la. Quando um deputado posta uma foto de alguém torturado por asfixia com um saco, já há algo de muito doentio. E quando isso vira motivo de riso, a doença está espalhada. Quando um político elogia a tortura e homenageia torturador, ele se revela um lixo humano. Mas quando o lixo é desejado para presidente, temos então uma epidemia. Com todas as atrocidades, hoje já expressadas sem qualquer vergonha, não seria nenhuma surpresa se, comemorando uma vitória eleitoral, além de tiros para cima, sejam repassados, divertidamente, memes de ratos sendo colocado nas vaginas de esquerdistas.
O ódio gera falta de empatia, o que revela também a hipocrisia do uso do cristianismo. Muitos alemães sob o nazismo não se importavam com a violência absurda contra “os outros”, pois judeus eram comparados a ratos, sujos, a “escória” (não por caso esse termo também é usado hoje). Recentemente, feministas foram caracterizadas como feias e não higiênicas.
Como fenômeno psicossocial, o fascismo libera o que há de mais vil da irracionalidade humana. É a chave que abre a caixa civilizatória onde cada um deveria deixar guardados seus demônios.
Certamente, nem todos que estão embarcando na onda fascista estão tão doentes assim. Mas, em nome de um antagonismo político (muitas vezes já doentiamente transformado em ódio), estão subestimando e negligenciando o risco do fascismo para toda a sociedade, para a liberdade de expressão, para um mínimo de civilidade nas relações humanas. E aí as pessoas passam a tolerar o intolerável. Certamente, muitos alemães embarcaram na onda nazista sem tanto ódio, e sim com esperança, apostando em um “novo” discurso que traria melhora para sua vida.
E a história se repete… Em um contexto de crise econômica, desemprego, sensação de insegurança e desesperança, surge uma figura salvadora que se apresenta como sendo de fora do sistema político vigente (no caso de hoje, fake). E então temos:
Culto à personalidade (“mito”).
Militarismo.
Apelo à disciplina e autoridade – uma ideia de alguém como um pai autoritário que vai “botar ordem na bagunça”.
Apelo ao nacionalismo (mesmo que fake, no caso de alguém voltado ao capital internacional).
Conservadorismo moral – dogmas de como a vida deve ser vivida por todos.
Aparato de propaganda que cativa o irracional – O cérebro com ódio acredita em tudo que o fomenta. E “a mentira repetida mil vezes vira verdade”. Isso que Goebbels não dispunha de rede social nem tinha como montar uma indústria de disseminação de fake news com robôs e algoritmos.
O inimigo para exterminar – Para unir todo mundo em torno do seu ídolo, é preciso um inimigo, sejam outros povos, minorias, ou um partido político tratado como a encarnação do Mal (um mal que está em todo ser humano).
A ameaça por teorias conspiratórias – as pessoas precisam sentir uma ameaça da qual serão salvas pelo ídolo, seja o domínio dos judeus, o fim da “família” pelo “gaysismo” e feminismo, o “comunismo”… a invasão alienígena… o que for.
Agora, o fascismo está aí. Os fascistas já passaram. Para botar de volta os demônios na caixa da civilização e da democracia vai demorar. O ódio, a intolerância e a estupidez de raciocínio já impregnam as relações sociais. E os inquisidores medievais estão empoderados. A caça às bruxas já começou. Quando estiverem com o poder oficial nas mãos, salve-se quem puder. A NO GRACIAS já traz uma negação no próprio nome. E nunca foi tão importante dizer “Não”. O cenário é triste. Mas vamos resistir. #elenão

Foto: Bruna Leoratto


MASK OF SEMBLANT lança novo EP “Dead Tales”

Mask of Semblant anuncia a chegada de segundo EP, Dead Tales, nas mais diversas plataformas digitais.

Dead Tales dá continuidade ao trabalho da banda com uma sonoridade ainda mais visceral, ágil e agressiva, mas mantendo ainda elementos melódicos característicos da banda. O conteúdo lírico vem se transformando. Se por um lado, o primeiro EP, Existence, retratava o sentido de cada cavaleiro do apocalipse, o recém-lançado Dead Tales introduz uma perspectiva mais terrena em relação à destruição e decadência derramadas sobre o mundo, nos âmbitos coletivo e individual.

Dentre as 6 músicas do EP, algumas possuem vínculos conceituais a serem desvendados, enquanto outras dão forma a verdadeiros contos de terror, como ilustrado pelo título.

Já disponível em algumas plataformas:

Para mais informações:
Site oficial: www.maskofsemblant.com


KRAKKENSPIT e ESCOLA ALEMÃ estão confirmados no “Old Metal Sunday” em Goiânia no dia 16 de dezembro
Será realizado em Goiânia no dia 16 de dezembro, um domingo, o festival Old Metal Sunday, que reunirá nomes veteranos da cena Heavy Metal do estado de Goiás. O evento está sob a realização daRoadie Metal Assessoria.
Uma das bandas confirmadas para o Old Metal Sunday é o Krakkenspit. Apesar de ter sido fundada recentemente, ela é formada pelos antigos membros da banda Terminator, uma das pioneiras do Heavy Metal goiano, e divulgam seu EP de estreia “Fear My Name”.
Outra atração confirmada é a veterana banda Escola Alemã. Fundada em 1986, a banda de Heavy/Thrash Metal é uma das pioneiras do Heavy Metal no estado. Tendo ficado um tempo na inativa, a banda retornou recentemente e está prestes a lançar seu material de retorno, o EP “Back To The Front”, do qual duas músicas já estão disponibilizadas no Youtube.
Além destas duas bandas, estão confirmados no Old Metal Sunday o Mortuário, outra pioneira do Metal goiano, e o DJ Glauco Brandão, que será o responsável pelo som mecânico e que animará o público em vários momentos. O Old Metal Sunday será realizado no Monkey Pub e maiores detalhes sobre este grande encontro de veteranos do Metal goiano serão divulgados em breve.
MAIS INFORMAÇÕES:
Facebook Escola Alemã:  https://www.facebook.com/bandaescolaalema/
Facebook Krakkenspithttps://www.facebook.com/krakkenspit/


GRINDING REACTION: banda será uma das atrações do festival “Masters Of Noise” no dia 02 de dezembro em Diadema/SP
Será realizado no dia 02 de dezembro em Diadema/SP o festival Masters Of Noise, que reunirá grandes nomes do Hardcore, do Crossover, do Thrash e do Punk underground do país. São ao todo 21 bandas que estão escaladas para esta grande reunião do que há de mais extremo em termos de Metal e Hardcore nacional.
Dentre as principais atrações que compõem o cast do festival estão as bandas Test, D.E.R., Grito eRastilho. Outra grande atração do fest será o Grinding Reaction, veterana de quase duas décadas do cenário Hardcore paulista e que lançou recentemente o seu novo álbum, “O Caos Será A Tua Herança”.
O Masters Of Noise está marcado para acontecer no Container Pub Stop a partir de 14:00. Maiores detalhes sobre este grande festival serão divulgados em breve.

SERVIÇO
FESTIVAL MASTERS OF NOISE
Data: 02 de dezembro (domingo)
Horário: 14:00
Local: Container Pub Store. Rua Orense, 60, Diadema/SP
Maiores detalhes serão divulgados em breve
GRINDING REACTION É FORMADO POR:
Ricardo – vocais
Victor – guitarras
Rafael – guitarra
Renato – baixo
Weslley – bateria
MAIS INFORMAÇÕES:


EXYLLE: banda se apresenta ao lado dos húngaros do Crippled Fox no dia 04 de novembro em Curitiba
A banda húngara Crippled Fox é considerada um dos nomes mais importantes da atualidade dentro do estilo Crossover. Comemorando dez anos de carreira, a banda vem ao Brasil em novembro para comemorar esta marca com seus fãs daqui. Uma das datas fechadas de sua visita ao Brasil é o dia 04 de novembro, em Curitiba/PR. Uma das bandas que farão as honras da casa neste evento será o Exylle.
Formado por Victor Hugo (vocais, contrabaixo), Kevin Vieira e Johnny Bordignon (guitarras) eAlex Rodrigues (bateria), o grupo apresentará as novas composições que farão parte de seu novo trabalho de estúdio, “Exylle”, que está prestes a ser lançado, tendo em vista que suas gravações já foram encerradas. O EP de estreia, o elogiado “Dead When Born By The Church”, também será lembrado neste evento.
Além do Crippled Fox e do Exylle, estarão se apresentando neste dia os amazonenses do Repetentes e as bandas Mustaphorius e Infarto. Este grande encontro realizar-se-á no tradicional pub 92 Graus, a partir de 17:00. A entrada custará R$20,00 e pode ser adquirida online pelo link que está disponibilizado no serviço abaixo.

SERVIÇO
CRIPPLED FOX (HÚNGRIA) EM CURITIBA
Bandas: Crippled Fox, Repetentes (AM), Exylle, Mustaphorius e Infarto
Data: 04 de novembro (domingo)
Horário: 17:00
Local: Pub 92 Graus. Avenida Manuel Ribas, 108, São Francisco, Curitiba/PR
Entrada: R$20,00
Venda on-line: http://bit.ly/2yPCkWu
Link do evento: https://www.facebook.com/events/2147769295549091/
EXYLLE É FORMADO POR:
Victor Hugo – vocais, contrabaixo
Kevin Vieira – guitarras
Johnny Bordignon – guitarras
Alex Rodrigues – bateria
MAIS INFORMAÇÕES:


SACROSANCT lança lyric video
Os alemães / holandeses da SACROSANCT, fundada pelo ex-guitarrista do Pestilence, Randy Meinhard, lançaram um novo lyric para 'Only One God', faixa tirada do seu quarto álbum 'NECROPOLIS' para ser lançado em 30 de novembro de 2018 via ROAR! Rock Of Angels Records. SACROSANCT, com ex-membros do Pestilence e Sphere of Souls, retorna ao cenário após um hiato de 25 anos. O vídeo pode ser visto aqui: https://youtu.be/0_XyyYMYQOU

O álbum pode ser adquirido em:

Mais informações:

Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

sábado, 20 de outubro de 2018

Vídeos


As Paradise Falls (Austrália)
As Paradise Falls é uma banda australiana de Metalcore/Deathcore que não faz cerimônias e prima por brutalidade, além de incluir passagens mais brandas. Atualmente divulgam o debut “Digital Ritual” lançado em 2017.
Mais informações:



Vinide (Finlândia)
Divulgando seu segundo álbum, “Reveal”, o Vinide investe num Metal sinfônico que faz jus ao estilo. Peso e muitos arranjos carregados de melodia fazem parte de sua sonoridade.
Mais informações:



Soulwound (Finlândia)
Thrash Metal agressivo e ríspido, como pouco se vê hoje em dia. Aliás, a Finlândia também surpreende no estilo com o Soulwound que divulga o segundo disco, “No Peace”, lançado lá em 2016.
Mais informações:



Anarcheon (Canadá)
Um som bem peculiar que chamam de Shemonic Metal. Sabe-se lá do que se trata, o Anarcheon é no mínimo curioso.
Mais informações:



Gods of Silence (Suíça)
“Neverland” (2017) foi o único álbum lançado até agora por estes suíços. O trabalho é um portentoso Prog Metal, com feeling e muita técnica.
Mais informações:

Imperative Music – “Volume XV”


(2018 – Nacional)

Imperative Music Records

A coletânea internacional Imperative Music chega a sua 15ª edição e prova ser uma das maiores expoentes do Metal mundial neste formato. O trabalho é tupiniquim, feito pela Imperative Music Promotion (agência, gravadora e loja), mas que conta com bandas e distribuição em todo o mundo, com apoio de gravadoras como a Nuclear Blast, por exemplo.

Com qualidade gráfica, de produção e das bandas, sempre traz ícones no seu tracklist e desta vez nada mais, nada menos que Death, Destruction, Cradle of Filth e Hammerfall dão as caras aqui. As bandas dispensam apresentações e por motivos óbvios, lembrando que não entram com faixas inéditas.

O Death vem com a clássica The Philosopher, enquanto o Destruction a regravação de Confused Mind do álbum “Thrash Anthems II” (2017), o Cradle of Filth com Achingly Beautiful do mais recente disco “Cryptoriana - The Seductiveness of Decay” (2017) e o Hammerfall aparece com Hector Shymn da versão de aniversário do box “Glory To The Brave – 20 Year Anniversary Edition” (2017).

Dez bandas brasileiras aparecem no trabalho, todas com grande destaque e mostrando até qualidade superior no que concerne a produção e criatividade. Shadows Legacy, The Undead Manz, Karyttah, Dixie Heaven, Dancing Flame, Tchandala, Inner Call, Norium, Apple Sin e Fenri’s Scar representam o Brasil.

Vale mencionar, que a Shadows Legacy, Dixie Heaven e Apple Sin se destacam no conjunto da obra em geral, já que o CD também traz vídeos e essas bandas também se destacam no audiovisual. Assim como as gringas West of Hell (Canadá) e Amethyst da Costa Rica. Mais uma vez, a Imperative faz um trabalho agregador e que merece destaque no cenário mundial. Tem banda? Eles têm vagas!


8,5

Vitor Franceschini





Shinigami Records