segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Scar For Life – “3 Minute Silence” – 2012 – Infektion Records (Importado)


Bandas portuguesas sempre me soaram peculiares e originais. Pelo menos essa é a impressão que sempre tive do Metal oriundo da terra de Camões. Nomes como Moonspell e Heavenwood ajudaram a recriar um estilo e, mesmo sob influência de grupos clássicos, conseguiram colocar sua personalidade em voga nas suas músicas. E o que dizer do Grindcore oriundo de lá? Cantado na língua pátrio e sempre doentio?

O Scar For Life, oriundo da capital Lisboa, caminha pelos mesmos trilhos de seus conterrâneos mais famosos, porém segue um estilo um pouco diferente, ou melhor, estilos diferentes. Afinal, Leonel Silva (vocal), Sérgio Faria (guitarra), Alex Santos (guitarra/baixo), João Colaço (bateria) e Nelson Raposo (piano), se enveredam por gêneros que vão do Gothic Metal, passando pelo Prog e até pitadas de Melodic Death Metal.

O som do grupo demonstra peso, complexidade e variação de andamentos, fato comprovado na trinca que abre o disco, já que Last Crow mostra um Melodic Death Metal de cair o queixo, enquanto Metabolic caminha mais para o lado do Prog Metal e White Shades soa completamente Gothic/Doom, com direito a vocais femininos (a cargo de Jane Castro). O interessante é que a banda não se perde nessa variação de estilo, já que as composições possuem a mesma essência e soam acessíveis.

A faixa título também segue a linha do Gothic Metal, mesclando peso com partes mais ‘cleans’ e mais alternação de vocais masculinos e femininos. É importante ressaltar que os vocais de Leonel são cantados e de forma ´simples’, soando somente as vezes gutural, porém em momentos mais extremos. Brave Enough é um bom exemplo disso, pois, apesar da melodia, é uma faixa agressiva e densa.

Não fosse o excesso de ‘balada’ e melodia, “3 Minute Silence” seria um álbum um pouco mais encorpado e mais variado, já que termino a audição sentido falta de mais agressividade. De qualquer forma uma grata surpresa e um som para que gosta da junção brutal/emotivo. Aprovado!




8,5

Vitor Franceschini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records