quinta-feira, 5 de junho de 2014

Hyperborean – “Mythos of the Great Pestilence” – 2014 – Independente (Importado)

Este é o segundo álbum do trio sueco formado por Magnus Persson (vocal), Andreas Blomqvist (guitarra) e Max Lindberg (baixo) – o atual baterista do Marduk, Fredrik Widigs foi o responsável pelas baquetas.

A banda investe em um Black Metal técnico e com muita melodia, mas nada que soe insosso ou com orquestrações a esmo. Pelo contrário, os arranjos aqui são de responsabilidade das linhas de guitarras que, inclusive, tem um trabalho fenomenal no disco e um papel fundamental.

O Hyperborean honra o legado de seu país, incluindo aí influências de bandas como o Marduk (com quem o trio tem forte ligação, como podem ver) e do clássico e cultuado Dissection. Portanto tudo com suas características próprias que ficam por conta principalmente de algumas passagens invertidas e desconexas.

A produção do trabalho, a cargo de Magnus Devo Andersson (guitarrista do Marduk), no Endarker Studio, colabora muito com a qualidade do disco, deixando os instrumentos com um timbre ríspido como o gênero pede.

Destaque sem dúvidas para as faixas Hail Dystopia, Bring forth the Dead Man, Änglamakerskan Hilda Nilsson, On the Nature of Mankind e Ethics of the Conqueror. Ainda como bonus temos um cover estilizado para Don´t Fear (The Reaper) do Blue Öyster Cult.


8,5

Vitor Franceschini



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records