terça-feira, 24 de junho de 2014

Motorfire – “Rising Fire” – 2014 - Metal Tank Records (Importado)

Como é bom ouvir e ver bandas que ainda investem no ‘old school’ em um determinado estilo. O saudosismo presente no Motorfire faz com que a cada faixa escutada sua mente remete a uma bela e única viagem no tempo, buscando sugar ao máximo tudo aquilo que foi feito nos primórdios do Hard/Heavy.

Essa banda oriunda da Eslovênia mostra sua cara com esse belo disco “Rising Fire”. Com excelentes riffs e um vocal realmente apurado, a banda é totalmente retro e fiel no estilo. Músicas marcantes e com um grande poder arrebatador, mostram que a banda é bem homogênea e capaz de seguir dentro daquilo que propuseram em desenvolver. Algo de bastante força é o trabalho da cozinha, quesito que realmente sempre fará a diferença em uma banda.

As músicas mostram realmente um verdadeiro ‘grude’ na mente, todas com refrãos marcantes e grande parte cantadas com um excelente coro de apoio dos backings. O disco começa com uma introdução que batiza o mesmo “Rising Force” e é emendada com a veloz e empolgante Burnout, que consiste em uma perfeita cozinha e um belo refrão, com destaque para as linhas de baixo.  Metropolis of Dreams trás belos riffs e um vocal realmente acentuado com agudos em momentos certos e sem exageros.

Ghost Rider tem aquela pegada Hard anos 80, com uma verdadeira aula de solo de guitarra. Como de costume, é normal bandas desse estilo criarem uma ‘baladinha’, Miss You é a que trás essa calmaria no disco, parecendo ser um pouco enjoativa em seu início, mas no decorrer agrada fácil e com um solo bem interessante. Night Version tem uma pegada Heavy bem calcada e sem invenções, música bastante básica e interessante.

Encerrando o disco com a faixa Motorfire (na verdade a última faixa é uma espécie de continuação da introdução), a banda deposita tudo aquilo que fez no disco nessa excelente música, velocidade, peso e técnica mostram o quão a banda realmente investe bem nesse saudosismo, deixando assim um belo registro que irá agradar a quem realmente aprecia um belo ‘old school’ Hard/Heavy.


8,0

Leandro Fernandes


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records