quarta-feira, 29 de outubro de 2014

InteraBanger



A seção InteraBanger do Blog Arte Metal, além de procurar inovar e tirar o veículo de certa rotina, tem o intuito de interagir com o leitor, músicos e especialistas no assunto sobre álbuns polêmicos ou não de bandas já consagradas e relevantes.

Desta vez escolhemos o Obituary, afinal a banda acabou de lançar seu 9º álbum de estúdio após 5 anos. A banda é uma das que mais manteve próxima às suas raízes, e pelas opiniões abaixo isso não tem mudado muito.

“Totalmente insano, ‘old’ Death/Thrash da Flórida, um dos melhores de 2014!” (Fernando Faria Maciel, leitor – Paracatu/MG)

“Bom, e nada mais que isso... Muito difícil um álbum de Death Metal ser espetacular ou surpreendente hoje em dia.” (Rafael Andrade, leitor -  Ituiutaba/MG)

“Esperava algo transitório fora do contexto. O que posso dizer sobre esse álbum...é Obituary e ponto.” (Alessandro Cunha, leitor – Itaboraí/RJ)



“A primeira música me surpreendeu muito, achei que ia rolar um Obituary diferente, porém foi só passar pra segunda música e passa a surpresa. Mas, da primeira a última música, o trabalho é excelente.” (Alexandre Rodrigues, multi instrumentista do Crushing Axes)

“O AC/DC do Death Metal (risos). Mas achei foda, melhor essa distorção de sempre do que as de ‘plástico’ que a maioria das bandas usa hoje em dia.” (Diego Thrashwölf, guitarrista da banda Attomic Soldier)

“Obituary sendo Obituary. Mantendo a violência em todos os sentidos: capa, som, ao vivo. Queria muito que eles viessem pra cá em 2016, pois em 2015 tem Maiden e entre Maiden e Obituary, com certeza fico com Maiden.” (Thiago Pontes, leitor – Ourinhos/SP)

“Eu ouvi o álbum todo e garanto o negocio é devastador. Death Metal de primeira linha...” (Cláudio Mosca, leitor – São Paulo/SP)

“’Sujo’ e agressivo como sempre... O "tapa na orelha" é certo! A arte da capa é um show a parte.” (Leandro Fernandes, colaborador)

“Mantendo a pegada da melhor banda de Death Metal da atualidade!” (Zam Ferretti, leitor – Leme/SP)

“Tudo soa perfeito nele, desde a capa, música e desempenho dos integrantes. A nova formação deu um gás novo à banda, o que nos dá a certeza de que ainda farão sangrar ainda muitos ouvidos. Pra mim, sem pestanejar, o álbum de 2014! Fabuloso!” (Ricardo Leite Costa, colunista do Música e Cinema - http://musicaecinema.com/)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records