quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Acolyte – “Alta” – 2013 – Mordgrimm (Importado)

É sempre bom ver bandas extremas, mais precisamente Black, investir em uma pegada progressiva, tornando o som mais atrativo e viciante. O que encontramos nesse primeiro disco dos ingleses do Acolyte é um som cavernoso e ao mesmo tempo rico pela simples pegada Prog consistente aqui.

“Alta” é um disco ótimo e bem diferente, longe de vocais urrados e rasgados, guitarras densas e pesadas, mas com pegada firme e riffs entendíveis, a bateria também mostra muita técnica e um pouco mais de ‘calma’ podendo em certos momentos se escutar o som do baixo. Outro atrativo a mais é o misto de melancolia também presente com nuances soturna, certos momentos chegando a soar, em partes, com Rotting Christ.

Nove músicas que compõem esse compilado, mostrando muito profissionalismo e um diferencial à parte: “ame ou odeie”. Dito isso o disco se inicia com uma introdução bem curta emendando logo com a atmosférica Charybdis, sombria e também pesada. Seguindo para Leng (essa música fez parte do primeiro EP da banda) com seus quase dez minutos de duração mostra que realmente a banda gosta de arriscar e fazer aquilo que se tem vontade, a música em si não cansa e mostra bastante variação principalmente nos vocais e bastante alternância na cozinha e nos riffs, chega a se aproximar de um Heavy Metal.

A ácida The Nameless Expanse mostra uma pegada ‘old school’, seguindo sempre a mesma linha e poucas variações, mas em Sunrise o clima muda completamente para um som mais arrastado e obscuro, em certos momentos a calmaria toma conta e um clima de melancolia paira de forma bem discreta.

Formidine e Vultures mostram bons riffs e linhas de vozes agressivas e mais rápidas. The Ashenground mostra mais desenvoltura e muito peso, os guturais aqui são evidentes e encerrando esse excelente disco Epistle é a mais longa do trabalho com quase doze minutos de pura melancolia e soturnidade emaranhadas em cada nota executada, fechando o disco de forma honrosa.

O Acolyte é uma banda nova e com muita estrada pela frente. Os caras se arriscam em criar e inovar e isso deixou o som bastante original e sólido. Se curte um Black Metal com atrativos a mais, ouça!


9,0

Leandro Fernandes


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records