quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Miasthenia – “Antípodas”

(2017 – Nacional)
                                       
Mutilation Records

O Miasthenia pode ser considerado um dos principais nomes do Black Metal nacional, porém hoje a banda soa além disso. Além porque sua sonoridade atingiu uma característica bem própria e isso também se reflete na temática, já que a banda opta por cantar temas focado nos ancestrais sul-americanos.

Neste quinto álbum a banda traz as temáticas pré-colombianas com um foco na palavra antípodas, que designa tradicionalmente as regiões situadas do outro lado da Terra. Isto é, mostra como os cristãos europeus viam este lado da América e a resistência de seus povos, contadas somente como o Miasthenia, através de Hécate (vocal / teclado) a especialista no assunto, sabe fazer.

Impressiona como a sonoridade do trabalho é puxada pelas temáticas, soando como uma bela trilha aos relatos. Isso mostra um trabalho quase perfeito de guitarras, tanto nas bases quanto nos solos, impondo agressividade e melodia ao mesmo tempo. Mérito do grande Thormianak, que também encontrou a fórmula correta para a banda.

Enquanto a bateria de V. Digger dita o ritmo versátil das composições, Hécate parece trazer arranjos ainda mais fortes de teclados, o que se tornou essencial na sonoridade do Miasthenia devido ao conceito seguido pelo trio. Isto sem contar as próprias vociferações da vocalista, que narram estes importantes temas para a cultura de todo nosso povo sul-americano.

“Antípodas” é aquele tipo de trabalho que prova que uma banda que já chegou a seu ápice criativo pode continuar lá, mostrando todo seu talento e potencial sem forçar, sempre com equilíbrio. É exatamente esse o status dessa banda, que faz uma apresentação ao vivo tão boa quanto sua música.


9,0

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records