sexta-feira, 30 de março de 2018

Arte News: BLIXTEN: protagonismo feminino no resgate da sonoridade clássica do metal


BLIXTEN: protagonismo feminino no resgate da sonoridade clássica do metal

A banda foi formada pela vocalista Kelly Hipólito em 2013 e seu primeiro trabalho é o EP “Stay Heavy”

Os modelos de tradição são essenciais para a manutenção da origem de sujeitos, grupos e comunidades. Suas pegadas, seus rastros, o conhecimento de onde vieram!
Para a comunidade metal, o Heavy Metal Tradicional, frente as sonoridades do contemporâneo, tem essa representação. O Metal Tradicional preserva o sentido original do estilo ao manter as raízes que lhe dão sustentação. O desenvolvimento estético do estilo ainda permitiu o desdobramento de outras tradições sonoras, como o Thrash 80’s ou o Death Metal Old School que também são símbolos de resistência frente a produção criativa do metal contemporâneo. No entanto, esses modelos de tradição também podem representar posturas exclusivas que transformam diferenças em desigualdades. Ou seja, dentro dos modelos de tradição nos diferentes segmentos como o Metal Tradicional, Thrash 80’s e o Death Metal Old School, pode haver uma incapacidade de compreender o diferente ou uma intolerância com a diferença.

Entre essas diferenças não se apoiam apenas questões estético-sonoras, mas sobretudo as mudanças ocorridas na sociedade em geral que também se reverberam para a comunidade metal. Uma delas é a maior participação da mulher na produção, difusão e consumo da cultura heavy metal. E é justamente nesse ponto que a banda Blixten faz a tradição se adaptar às transformações e às diferenças ao ser liderada por uma mulher, a vocalista Kelly Hipólito, ao mesmo tempo que resgata a sonoridade do heavy metal tradicional.

A Blixten é originaria de Araraquara, interior de São Paulo, e além de Kelly também é formada pelo guitarrista Miguel Arruda, o baixista Aron Marmorato e o baterista Murilo Deriggi.
Entre suas principais influências, o grupo cita nomes como Twisted Sister, Iron Maiden, Anthrax e Warlock, banda de Doro Pesch, talvez a principal representante feminina no segmento do metal tradicional de todos os tempos.

Ao lembrar de quando tudo começou, a vocalista Kelly Hipólito reconhece que houveram dificuldades adicionais pelo fato de ser mulher.
“Eu tive minha primeira banda aos 13 anos. Quem tocava comigo sempre dava apoio e não rolava preconceito, o problema mesmo era o pessoal de fora, que não me conhecia e já julgava simplesmente por eu ser mulher e liderar uma banda. Pensa comigo: uma garota de 13 anos, cara de bebê, com influências de bandas que pouquíssima gente conhecia, isso era a morte pros marmanjos que frequentavam a noite!”
Para Kelly, as mulheres que vieram antes dela no metal significaram uma fonte de inspiração e resistência.
“Sempre me agarrei nas minhas inspirações femininas como Doro Pesch, Lita Ford, Leather Leone, Joan Jett, Suzi Quatro, Lee Aaron, Ann Boleyn, entre tantas outras. Mas eu nunca quis ser igual a elas, mas sim ser lembrada como elas, como uma mulher forte, de atitude e inspiração para tantas outras mulheres vocalistas que estão por vir. E a Blixten surgiu dessa vontade, de sair de comum, de fazer algo verdadeiro, algo que eu sentisse prazer em fazer. E por sorte, e muita, muita procura, eu encontrei os caras certos para isso! Eu não estou fazendo música pra mim, nossa música é pra todos, sem fronteiras, sem militâncias, mas, ainda assim, quero que sirva de gatilho para muitas mulheres botarem cara a tapa e fazer aquilo que têm vontade, sem pensar no que o outro pode dizer.”
Depois de ter disponibilizado seu primeiro single “Like Wild” em Abril de 2017, e de ter realizado dezenas de shows, entre eles alguns de destaque como a participação no Festival Araraquara Rock de 2017, ocasião em que foi convidada para “representar a cidade e também a contribuição feminina para o rock”, a Blixten lança agora o EP “Stay Heavy”.
Gravado no estúdio Távola em Araraquara, o EP “Stay Heavy” reúne cinco canções autorais e inéditas: “Requiem Aeternam”, “Trapped In Hell”, “Stay Heavy”, “Maktub” e “Strong As Steel”, além de “Like Wild” como faixa bônus.

“Stay Heavy” está disponível na íntegra nas principais plataformas digitais de música:
Spotify - https://goo.gl/U79hNV
iTunes – https://goo.gl/iqBE3Z
Napster - https://goo.gl/YvgyTw
Amazon - https://goo.gl/25DHjy
CD Baby - https://goo.gl/nWqJ11

Um vídeo para “Like Wild”, gravado ao vivo no Araraquara Rock, também está disponível no canal oficial da banda no Youtube:https://youtu.be/REnZcZSG2sw


UGANGA confirmado como uma das atrações do Abril Pro Rock

"Tocar no Abril Pro Rock foi mais uma enorme conquista do Uganga nesse ano que está sendo muito especial pra gente. Ainda mais considerando o quadro deprimente que o país se encontra.”


Não é nada fácil para um músico como Manu “Joker”, autor da frase acima, permanecer por tantos anos no segmento do rock/metal autoral com a mesma vontade e relevância. São tantos desafios! E existem atalhos que muitos não hesitam em tomar! Manu poderia ter escolhido se apoiar no seu passado com o Sarcófago. Ou talvez ter montado uma banda cover? A verdade é que só com o Uganga foram mais de 25 anos, cinco álbuns, um DVD, duas turnês pela Europa e centenas de shows por quase todas as regiões do Brasil. E há certos momentos que são especiais. Receber a ligação da produção do Abril Pro Rock convidando o Uganga para se apresentar na edição desse ano foi um deles. É quando Manu “Joker” olha para o passado e reconhece: “Valeu a pena!”

“Desde a antiga revista Bizz que acompanho a evolução desse que é um dos maiores festivais do Brasil. E agora é a nossa vez de mostrar nosso trabalho nesse palco sagrado. O rock tá em baixa, a modinha impera? Foda-se! É nessas horas que roqueiros de verdade devem arregaçar as mangas e ajudar e reerguer o estilo, como já fizemos em tantas outras vezes. Espero celebrar a música pesada e a liberdade artística com nossos irmãos e irmãs do nordeste no dia 28 de Abril. Estamos na pilha!"

O Uganga se apresenta no Abril Pro Rock em meio às gravações de seu novo disco, “Servus”. Com produção do próprio vocalista Manu “Joker” e de Gustavo Vazquez, o quinto álbum de estúdio do Uganga, sucessor do aclamado “Opressor” (2014), está sendo financiado pelo Wacken Foundation, organização alemã sem fins lucrativos idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air (W:O:A) e que apoia projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo, e também pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, Triângulo Mineiro, de onde a banda é originária.

Realizado desde 1993 em Recife/PE, o Abril Pro Rock é um dos mais tradicionais festivais de música em atividade na América Latina!
Neste ano são dois dias de festival, 27 e 28 de Abril. O show do Uganga acontece no segundo dia, sábado, quando também se apresentam Moonspell, Immolation, Heavenless, entre outros.
“O Uganga já estava na nossa lista há alguns anos. Como costumamos falar, bateu na trave algumas vezes, mas agora deu certo! Fora que tinha vários fãs pedindo! Temos certeza que será um grande show.”, afirmou a produção do festival.

Os ingressos para a 26ª edição do Abril Pro Rock vão de R$ 50,00 à R$ 120,00 e estão à venda através do sistema Sympla:https://www.sympla.com.br/abril-pro-rock-2018__251566

Entre outras novidades, o DVD “Manifesto Cerrado”, lançado recentemente em versão digital, já está em processo de prensagem e vai ganhar sua edição física em Abril. Lançado para celebrar os 20 anos de carreira do grupo, “Manifesto Cerrado” reúne um documentário de longa-metragem que conta a história da banda e um show inédito realizado na histórica estação ferroviária Stevenson em Araguari/MG. "Manifesto Cerrado" foi financiado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Araguari/MG e o seu lançamento online, totalmente gratuito, é uma tentativa de ampliar e democratizar o acesso ao material produzido.
Assista online o documentário: https://youtu.be/FLgcH9dN-OQ
Assista também o show na estação ferroviária Stevenson: https://youtu.be/vMtQBqmoNrM


HOLDARK: vocalista fala sobre Fly My Ravens e não descarta antecipação de full length
single de estreia da Holdark, “Fly My Ravens”, já fez o som da banda romper fronteiras com seu pagan/viking metal atemporal. Lançada em janeiro de 2018, a música que fala sobre lendas nórdicas já foi conferida por bangers da Europa, América do Norte e América do Sul até onde se tem notícia. No Brasil, cresce o número de fãs puxado pelo interesse em saber mais sobre o estilo único de tocar, praticado por Luciano Scanhoela (vocal e guitarra), Francisco Vidal (guitarra), Humberto Masçau (baixo) e Wendel Rodrigues (bateria).

Fly My Ravens foi a terceira composição da Holdark, definindo o estilo de elaborar nossas músicas, principalmente com relação as guitarras – ela segue um ritmo mais lento e carregado justamente porque narra a experiência diante da aparição dos corvos de Odin a um rei, fazendo-o refletir sobre o seu passado e acreditar em seu futuro”, explica Luciano, autor da letra.

Mesmo com enredo predefinido, Luciano reconhece que seu estilo de escrever é metafórico e não descarta as várias interpretações dos fãs. “Basicamente a mensagem é a que acabei de falar, mas como não costumo fazer letras bem diretas, as pessoas podem ter suas própriasconclusões, algumas acham que ela é fúnebre e outras não, vai de como o ouvinte está se sentindo no momento em que a ouve. Ela é uma de nossas composições que segue a linha mais viking”, declara.

Atualmente a banda se encontra em estúdio preparando novo material. Brevemente um novo single sairá. “A bateria já está gravada e pronta, já marcamos para gravar as guitarras e, se obtivermos mais tempo, gravaremos o baixo no mesmo dia”, revela o músico.

Uma das metas do grupo é compor com favorecimento de tempo e mantendo a organização, para oferecer ao seu público um full length que poderá ser produzido no lugar do EP, que era a ideia inicial. “Estávamos pensando sobre isto e achamos melhor já mandar um disco completo depois deste próximo single, nem que demore um pouco mais para ser lançado, porque a intenção é não utilizar estas músicas dos singles no disco e nem as dos EP, caso saísse, mas como nossas músicas não são muito longas teríamos que compor bastante, aí é ‘foda’ (risos), por isso estamos querendo ir para o álbum completo mesmo”, encerra o vocalista.

Confira o lyric video de “Fly My Ravens” que também está disponível em formato físico através dos contatos da banda:


Originária de Tatuí/SP, a Holdark Distingui-se da maioria dos grupos que seguem o mesmo estilo, focando a maior parte de sua a melodia nos riffs e solos. Seguindo uma espécie de paradoxo aos grandes nomes da vertente viking, os paulistas preferem apostar na ausência de complexidade, para a assim moldar o próprio estilo com execuções curtas e pesadas, se distanciando de temas épicos de longa duração.

Contato:


LEVELS lança novo vídeo e assina com novo selo
A Famine Records anunciou que a banda de Metalcore Levels é a nova integrante de seu cast. Para celebrar a parceria, o grupo lançou via Ghost Killer Entertainment e The Noise um novo videoclipe, que pode ser conferido no link abaixo:


A música estará no próximo álbum da banda, que foi masterizado por Joey Sturgis da Mixing Bros; Mixado e editado por Nathan Cloos da Cloos Audio; e também apresentando Myke Terry of Volumes. O disco estará disponível em todo o mundo através da Famined Records em 15 de junho de 2018.

Mais informações:


DEIQUISITOR lança nova música via Decibel Magazine
O DEIQUISITOR e a Decibel Magazine apresentam a estreia exclusiva de "Planetary Devastation", uma nova faixa do próximo álbum da banda “Downfall of the Apostates”. O álbum, o segundo do trio de veteranos da cena dinamarquesa, será lançado em 23 de abril em CD, digital e vinil pela Dark Descent Records. Confira a música:


Pré-encomenda do disco:

Mais informações:


DEMISED lança novo vídeo
A banda de rock gótico espanhola Demised tem o orgulho de apresentar seu novo vídeo para a música "The Mournful Flight", tirada do álbum "A Warm Place To Stay" (Wormholedeath 2017).

O vídeo foi dirigido, filmado e editado por Juan A. Ros. no Razzmatazz (Barcelona) e no Garaje Beat Club (Murcia) em outubro 2017. Confira abaixo:


Siga a DEMISED:
twitter.com/DemisedOfficial


GRÁ: estréia primeiro single "Krig" em Invisible Oranges; Próximo álbum "Väsen" sai em 27 de abril

O grupo de Black Metal sueco GRÁ lançará seu aguardado terceiro álbum "Väsen" pela Carnal Records no final de abril de 2018.

O site Invisible Oranges estreia o primeiro single "Krig" da, que pode ser transmitido no link abaixo:


"Ouvir isso é como redescobrir o Black Metal novamente". - Jon Rosenthal, Invisible Oranges.

Mais informações e pré-encomendas:


THE KUT lança novo vídeo
A banda inglesa de rock alternativo, THE KUT, lançou um novo videoclipe para 'Mind Games', faixa tirada de seu tão esperado álbum de estreia 'Valley of Thorns', que será lançado em 4 de maio de 2018 pela Cargo Records UK.

O álbum foi produzido por James “Lerock” Loughrey (Skindred / Def Leppard / White Zombie / My Vitriol). O vídeo pode ser visto aqui:


Mais informações:


BLOOD OF THE WOLF: vindouro álbum disponível via streaming
“II: Campaign of Extermination”, novo álbum da banda Blood of The Wolf, está disponível na íntegra para audição via streaming. Para ouvir o trabalho, basta acessar o link abaixo:


Todas as faixas do disco também estão disponíveis em:


O novo disco será lançado no dia 7 de abril.

Mais informações:


ABOVE US THE WAVES lança novo vídeo
A banda grega de Death Metal / Hardcore melódico, ABOVE US THE WAVES, lançou um novo videoclipe para 'Afterlife', faixa tirada de seu segundo álbum intitulado 'ROUGH ON HIGH SEAS', que contém 8 músicas e será lançado em 8 de junho de 2018 via GROWL RECORDS uma divisão de ROAR! Rock Of Angels Records. O vídeo pode ser visto aqui:


Mais informações:


VOLSTER lança single/video
O VOLSTER (feat. Ex-membros do Masquerade e House Of Heavy) lançaram um novo single e vídeo para 'Perfect Storm', faixa-título de seu próximo álbum, que será lançado em 20 de abril pela Rock Of Angels Records.

O álbum inclui 12 faixas e foi produzido pela banda, co-produzido e mixado por Max Norman (Ozzy Osbourne, Lynch Mob, Blindado Saint, Lizzy Borden, Megadeth, Y & T) e masterizado por Thomas "Plec" Johansson (Soilwork, Onslaught, Armageddon, Degradead, Dynazty) no The Panic Room Mastering. O vídeo pode ser visto aqui:


Mais informações:

Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records