quarta-feira, 25 de abril de 2018

Neros Benedictios – “Ermo”


(2018 – Nacional)

Independente

Com músicos experientes, o Neros Benedictios parece um nome novo, mas está na cena há mais de quinze anos e há treze lançou seu primeiro trabalho, a demo “Novarum Era Portae Curriendo” (2005). O grupo, que estava ‘estacionado’, retornou com este seu primeiro álbum e mostrando serviço.

Formada atualmente por João Paulo (vocal/guitarra, Hate Embrace), Ivanubis Holanda (guitarra), Douglas Batista (bateria, Alcoholocausto, Fulminante, ex-Subinfected, Trovador e Infectos) e Alexandre Cunha (baixo, ex-Hate Embrace), a banda traz em seu debut um Black Metal com leves pitadas de Death Metal e incursões de passagens acústicas medievais.

Não, a banda não soa como os Pagan Metal, Folk Metal ou Viking Metal como imaginaram, mas sim se utiliza dos arranjos como complementos e não algo essencial na sua música. A sonoridade aqui encontrada mostra um Black Metal ríspido, com melodia, variação rítmica e vocais que soam guturais na linha Death Metal, e que são cantados limpos em algumas passagens mais brandas e até mesmo composições que servem de ponte para outras mais brutais (vide Just a Metaphor e The Last Old Man).

Mas, é quando o bicho pega que a banda mostra seu talento, e um misto de raiva e melancolia permeia “Ermo”. Interessante notar a agressividade da banda sendo contida em quebradas que pendem para melodias gélidas e depressivas em certos momentos, isso quando não possui as já citadas passagens acústicas, sempre enriquecidas por um banjo.

The Call of The Valley, Reminiscence e sua levada caótica com direito a inclusão de passagens brandas e vocais limpos, a melancólica e brutal Ataraxy, além da faixa título são os grandes destaques. Mesmo assim, “Ermo” merece uma audição completa pelo conjunto da obra que saiu muito acima da média. Um dos melhores trabalhos nacionais do ano.


9,0

Vitor Franceschini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records