quinta-feira, 25 de julho de 2013

Forlorn Path – “Man's Last Portrait” – 2013 – Independente (Importado)

Banda residente em Nova Jersey, EUA, mas que possui integrantes com nomes que descendem do russo, ou seja, Dave Imbriaco (vocal/baixo), Yuriy Garnaev e Ivan Chernikov (guitarras) formam o Forlorn Path e este primeiro álbum contou com a colaboração do baterista James Applegate.

Antes de “Man´s Last Portrait”, o grupo americano havia gravado 2 EP´s. O som dos caras também não condiz com o que é costumeiramente feito na terra do Tio Sam e está mais pendido ao que é feito na Rússia e Escandinávia, pois é algo soturno e melancólico.

As maiores referências ao escutar a banda são nomes como Elysian Fields, Dissection e até Dark Tranquillity do começo de carreira. A particularidade dos caras está na veia um pouco mais melódica e depressiva, afinal as composições são bem pra baixo, apesar de não serem arrastadas.

A junção entre o Black/Death e Doom Metal é muito bem equilibrada gerando músicas magníficas como Empire Of Deacadence, As Hopes Fades, Man's Last Portrait e Relics. Todas carregadas de emoção e que emanam um sentimento repugnante e triste ao mesmo tempo.

Riffs diretos com passagens dedilhadas acústicas, bateria que se utiliza bastante de bumbos duplos e vocais que se alternam entre o rasgado (na maior parte) e o gutural dão a tônica do negócio. Tudo acompanhado por belos e discretos arranjos de teclado e uma boa produção.

Se você estiver esperando algo que segue a linha Gothic/Doom Metal com lances mais bonitinhos e vampirescos, pode pular fora. Agora se você procura algo extremo, agressivo, mas com uma melodia consternadora e climas deprimentes, eis o caminho.


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records