sexta-feira, 11 de abril de 2014

E – Force – “The Curse” – 2014 - Mausoleum Records (Importado)

Oriunda do Canadá, o E – Force mostra um Thrash agressivo e cru, sem firulas. Com uma capa bastante explícita ao tema citado em letras, a banda abre o disco um uma intro curiosa com vozes femininas e gemidos. A veia criativa disso tudo é conhecida como Eric Forrest (Voivod).

O disco segue uma linha incrível e fiel ao estilo, incluindo elementos que deixam soar algo sombrio, com uma soturnidade interessante. Um excelente vocal rasgado e rouco, dá um toque especial nas canções que são bastante rápidas. Em Perverse Media nota – se uma monstruosidade de riffs e uma aula de bateria cheia de variações com bastante técnica. Ao longo do disco notamos quão é a capacidade da banda de se reinventar e Serpent’s Kiss mostra isso, com um destaque para o solo matador.

Mostrando uma pegada Black e com um baixo que não para nem pra respirar Awakened é excelente do início ao fim com seus gritos e urros, colocando a mostra um grande potencial vocálico.  Devoured; Mass Deception e Your Beloved Hate mostram uma pegada Thrash de “raiz”. O ‘gran finale’ fica por conta de The Curse Of The Cunt que mostra algo arrastado no início, mas com a agressividade de sempre predominando no disco inteiro.

Em suma, “The Curse” é um disco bom, temática boa e integrantes de alta capacidade de criação e versatilidade na medida.


7,0

Leandro Fernandes


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records