sexta-feira, 30 de maio de 2014

Violator – “Scenarios of Brutality” – 2013 – Kill Again Records (Nacional)

Evitando o máximo de comparações e esperando uma boa interpretação no que irei dizer agora, o Violator pode ser considerado o Sarcófago dos dias atuais. Não, nada a ver com a sonoridade e muito menos com o ‘status’ que a banda mineira alcançou no cenário underground mundial.

O fato, é que o quarteto candango hoje é a banda brasileira underground mais influente e cultuada no exterior (basta ver as várias menções em entrevistas, inclusive aqui no Arte Metal), assim como foi no passado a banda de Wagner Antichrist e Cia.

Indo para o que realmente importa, ou seja, o som, não há o que discutir. O Violator fez por merecer o reconhecimento. Este segundo full-lenght é a prova disso. O Thrash Metal praticado pela banda está ainda mais maduro, agressivo (um verdadeiro quebra pescoços), além de mostrar uma banda muito coesa.

Investindo na velocidade na maioria das composições, a banda inclui algumas leves quebradas, mas que não deixam o ouvinte respirar. Riffs e mais riffs, cozinha cheia de ‘feeling’ e vocais mais agressivos do que nunca dão a tônica do trabalho. A banda manteve a fórmula e se há algo diferente no trabalho é a evolução natural dos caras e das composições.

Interessante a banda inserir no encarte a história de cada letra em português e inglês, algo que deveria ser copiado por outros grupos. Ah! Não poderia deixar de mencionar a ótima produção a cargo de Andy Classen e da própria banda, no Stage One Studio, na Alemanha. Um trabalho que rechaça uma ‘coisa’: o Violator tem que voltar!


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records