quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Brutallian – “Blow On The Eye” – 2015 – Independente (Nacional)

É simplesmente magistral sentir que a cena vem ganhando nomes que apostam no Metal em si mesmo, na sua faceta mais tradicional. É só sacar o que bandas como Primator e Hibria vêm apresentando, e o melhor de tudo, sem uma sonoridade datada e/ou muito menos socada no modernismo dos dias atuais.

O Brutallian é mais uma banda dessa leva, que aposta no Heavy Metal em si, trazendo influências de Judas Priest, Primal Fear e Nevermore. Apesar dos nomes citados, o quarteto de São Luís/MA impõe sua própria identidade destilando músicas que fazem jus ao seu nome.

Apostando em uma produção de alto nível a cargo de Felipe Hyily, Cid Campelo e da própria banda, o Brutallian consegue atingir uma sonoridade que soa atemporal. Isto é, com timbres de qualidade, as composições soam cristalinas, mas não carregadas em excesso de artificialidade.

Com um belíssimo trabalho de guitarras onde riffs e solos se impõem categoricamente, a banda consegue variar nos ritmos, soar agressiva e melódica ao mesmo tempo. A cozinha é um show à parte com linhas de baixo que enfatizam o peso e uma bateria com pegada que dita o ritmo de forma dinâmica e com boas viradas.

O vocal de Pablo Barros é um show à parte. Bebendo em fontes como de Warrel Dane (Sanctuary, ex-Nevermore) e Tim Aymar (Pharaoh, ex-Control Denied), ele ainda consegue transitar entre o suave e o agressivo. Destaque para faixas como Black Karma, I, the Scoundrel e Pain Masterpiece. Vale lembrar que a banda tem um pé no Thrash Metal e isso se comprova em You Can’t Deny Hate. Muito bom!


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records