quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Cats In Space – “Too Many Gods”

(2015 – Importado)

Harmony Factory/Cargo Records

Apesar de “Too Many Gods” ser o primeiro trabalho do Cats In Space, seus músicos são gabaritados, estão na ativa há mais de 30 anos e já passaram por formações de nomes como The Sweet, Asia, T’Pau, Ian Gillan Band, Mike Oldfield, Airrace & Arena, entre outros.

A formação conta com o principal compositor Greg Hart (guitarra/vocal/sintetizadores), Paul Manzi (vocal), Steevi Bacon (bateria), Dean Howard (guitarra), Jeff Brown (baixo) e Andy Stewart (piano/sintetizadores) e resgata o que há de melhor no Rock clássico, Space Rock e AOR, além de doses pequenas de Progressivo.

Mesmo mostrando certa particularidade, a sonoridade nos remete a algo como se o Queen (principal influência) resolvesse fazer uma jam com Survivor, Sweet e Meat Loaf. O resultado é esplendoroso e parecemos estar diante de um Rock opera apresentado na Brodway, por exemplo.

Com arranjos espetaculares, melodia bem imposta, a banda destila composições agradabilíssimas que levam o ouvinte a uma viagem musical fantástica. Desde as linhas suaves e discretas de guitarras, passando pelo baixo sustentador e uma bateria versátil, temos uma música variada, que transita por diversos universos e mantém sua identidade.

Isso sem contar o belíssimo trabalho vocal. Além de Manzi possuir um ótimo timbre (na linha da Soul Music, Blues) e o utilizar com uma técnica perfeita, o cantor ‘contracena’ com participações especiais como a de Mick Wilson e sua belíssima voz, contando com belíssimos coros como ‘backings’. Ainda participam do trabalho o guitarrista Andy Scott (Sweet), Janey Bombshell, além do saxofonista Greg Camburn e do arranjador Mike Moran.

Faixas como Too Many Gods, Last Man Standing, Mr. Heartache e Only In Vegas possuem suas particularidades e se destacam de forma sucinta em relação às outras, já que o disco é pra ser apreciado do começo ao fim. O fato é que o Cats In Space lançou uma obra prima!


10

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records