quinta-feira, 25 de maio de 2017

Fire Down Below – “Viper Vixen Goddess Saint”

(2016 – Importado)

Ripple Music

Pesado, hein? Stoner de primeira linha. Lembra, o agora saudoso (penso eu), Soundgarden. Há ‘backing vocals’ e riffs bem na linha da banda de Seattle. Percebi influências, também, de Kyuss, Fu Manchu e Queens of The Stone Age que, brincando com a linha temporal (risos), fazem parte da primeira geração de Stoner, influenciada diretamente pelos anos 60 e 70, que tiveram (ou tem) reconhecimento tanto no undergorund e/ou no alternativo ou no mainstream. O Fire Down Below, além das mesmas referências, apoia-se nas bandas mais contemporâneas citadas acima.

As afinações ‘dropadas’ (mais graves) são muito interessantes e dão uma dinâmica distinta às composições. Normalmente, bandas de Stoner e Doom usam tal recurso. Fica ‘pesadão’, pois não há a necessidade de extrapolar o ganho dos ‘amplis’ (o volume sim!). O Fire Down Below está bem nessa linha.

Outro traço marcante é a evolução das harmonias, da tempestade para a calmaria. Universe Crumble, quarta faixa do álbum, demonstra claramente tal intenção. Não sou músico profissional, mas a experiência ensina que achar o ponto certo para as transições é primordial em bandas que desaceleram as músicas. Os caras entenderam bem tal conceito e o aplicam às composições.

As partes acústicas, além de inspiradas, dialogam coerentemente com o peso da cozinha e guitarras distorcidas. O ‘slide’, que aparece na introdução acústica, ficou perfeito! Os vocais são característicos ao estilo e narram momentos introspectivos, que chamam a atenção.

Gravado na Bélgica e masterizado em Portland (talvez, por isso, a forte ligação com o som do Stoner norte-americano, quem sabe...), “Viper Vixen Goddess Saint” é um debut de uma banda que promete muito para o futuro. Os criadores são Sam Nuytens (bateria), Jeroen Van Troye (vocais e guitarras), Kevin Gernaey  (guitarra) e Bert Wynsberghe (baixo).


8,5

Adalberto Belgamo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records