sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Arte News: COLETÂNEA O SUBSOLO: absorvendo todas as críticas e transformando em combustível, O SubSolo anuncia o terceiro volume de suas coletâneas

COLETÂNEA O SUBSOLO: absorvendo todas as críticas e transformando em combustível, O SubSolo anuncia o terceiro volume de suas coletâneas
De todas as críticas que O SubSolo recebeu sobre os dois primeiros volumes da sua coletânea, a que mais fez a equipe repensar e se readaptar, foi que a mescla de todas as vertentes não soavam legal, por mais que queiramos dar espaço a todas, talvez um retoque aqui e outro ali, poderíamos tornar esse projeto ainda mais sólido. Mas como fazer isso? Eis que o Mundo  Metal trouxe sua resenha, com o redator Fábio Reis, que deu a seguinte ideia de fazer coletâneas temáticas, separando por vertentes, sendo assim anunciamos a COLETÂNEA VOLUME 3 - HEAVY METAL, abrangendo todas as vertentes do Metal em geral.

Diferente de alguns projetos, as Coletâneas O SubSolo tem como objetivo principal a distribuição do material como foco, sem lucro financeiro ou custo elevado do trabalho. As artes são criadas pelo colaborador Maykon Kjellin, fundador e redator do Portal O SubSolo, que teve a ideia de fazer as Coletâneas inspiradas no projeto "Coletâneas Underground" d'A Hora Hard. Toda prensagem e fretes são dividido entre as vinte (20) bandas participantes, sendo gastos cada centavo no envio do material para mídias (rádios, blogs e sites) de todo o país.

O responsável pela confecção do trabalho, organização das músicas e pela gráfica escolhida, é o colaborador André Bortolai, que além de redator do site, é também tecladista da InSoulitary, uma banda que apoia e colabora com todo o projeto das coletâneas, estando como faixa de abertura do Volume 1. Os outros colaboradores que receberam suas logos na contra-capa são: Loja Du Canto, Ananda Silveira Fotografia, Drakos Beer Pub, Bruno Rosa Estudio e A Hora Hard, sendo essa última a maior inspiração do site de estar na ativa.

CONFIRA AS BANDAS PARTICIPANTES E SUAS RESPECTIVAS MÚSICAS:

01 - AlkanzA - Em Coma (SC)
Formada em 2013 em Laguna/SC o AlkanzA inicialmente fazia músicas em língua estrangeira, com o tempo resolveram criticar o sistema nacional atual e optaram por fazerem isso em língua pátria. Com dois discos lançados "Colonizado Pelo Sistema" em 2015 e "O Céu da Boca do Inferno" em 2017, o grupo catarinense abre a coletânea O SubSolo Volume 3 com maestria, trazendo sua faixa "Em Coma" presente no ultimo disco. Recentemente o grupo mudou o planejamento do projeto para a cidade de Tubarão/SC, visando aumentar a divulgação dos álbuns e alcançar novos rumos.

02 - Krucipha - Mass Catharsis (PR)
O Krucipha foi formado em 2010 na capital paranaense. A sonoridade mescla influências de Death e Groove Metal, com um Thrash Metal visceral e pequenas pitadas de Hardcore NY. Conhecida pelo trabalho sério e por sempre estar em festivais renomados como River Rock, Orquidea Rock Festival, Otacilio Rock Festival, Agosto Negro Rock Festival e tantos outros que a banda vem participando ou já participou. A parte visual da banda tem como símbolo um "pinhão", fazendo uma homenagem as calçadas estampadas nas principais ruas da sua cidade natal. Com toda essa mescla de influências, são conhecidos como "Metal Pinhão".

03 - Endrah - Your Life Deleted (SP)
O Endrah foi fundado em 2002, mas apenas em 2004 se consolidou com o nome de Enrah. As letras perturbadoras da banda e a fúria do Endrah dão um resultado surreal para a sua sonoridade. Pela banda passaram excelentes bateristas como Bruno Santin e Fernando Schaefer (Fernandão), agora recentemente assumindo as baquetas do grupo, o Henrique Pucci (ex-Project46). O Single presente na Coletânea O SubSolo marca um recomeço com a nova formação e nem tão menos brutal, melhor ou pior, apenas diferente mas mantendo o mesmo clima e pegada característico do Endrah.

04 - Cavera - Little General (RS)
Na cidade de Carlos Barbosa/RS nasce o Cavera, banda de Thrash Metal com diversas influências distintas do Heavy Metal em geral. A semelhança dos vocais do disco "Unfit For Rational Consumption" com as vozes de Serj Tankian do System of a Down são as ligações mais frequentes sobre o grupo gaúcho.

05 - The Undead Manz - Only Bad Men (SC)
A banda The Undead Manz teve seu ano de nascimento efetivo 2014, sendo a materialização de uma ideia muito mais antiga de seu fundador, Z. Aficionado pelo estudo do comportamento humano, social ou isolado, das artes ocultas e os dogmas religiosos, pelo entendimento da existência e do cosmos, pela alquimia e pela física dos acontecimentos, Z sentiu-se na obrigatoriedade de expor tais estudos, suas concepções e conclusões.

Evidente que tal conhecimento não deveria ser desperdiçado àqueles não capazes, “não seriam atiradas pérolas aos porcos”. Desde os tempos antigos, a música era tida como sagrada, como um meio de transgressão, meditação, ou mesmo de doutrinação. A união de todos estes fatores deu vida aos Undeads, “seres que não estão mortos”, ou seja, criaturas vagantes inseridas no antro de uma sociedade sem vida.

06 - Final Disaster - Beware The Children (SP)
Em 2013 na cidade de São Paulo, surge um novo projeto do músico Kito Vallim que após o fim conturbado de um antigo projeto, resolveu dar continuidade na sua carreira como músico. A ideia foi de fazer músicas ásperas e agressivas, lançando um single em 2014 e entrando no mesmo ano para lançar seu vindouro disco, que lançado em 2017 é intitulado de: "The Darkest Path", contendo quatro faixas de alto nível, sendo uma delas, agora pertencente a coletânea O SubSolo Volume 3.

07 - XAKOL - Rise of a New Sun, Part 2: Sunrise (SC)
Natural de Caçador/SC e agora residindo em Florianópolis/SC, o músico Saulo Castilho que já escrevia desde seus sete (7) anos de idade, encontrou na música aos catorze (14) anos uma nova dimensão para suas expressões artistica, realizando suas primeiras composições musicais e ao mesmo tempo praticando contrabaixo. XAKOL foi escolhido por ser um 'nickname' adotado pelo músico nos tempos de adolescência em jogos e outras finalidades. Depois de outros projetos e muitas idas e vindas, o XAKOL se tornou um projeto sólido e capaz de encantar uma multidão. Suas músicas são a tradução da sua alma, a afirmação da sua identidade e espelho duas personalidade, visando apenas sua expressão pessoal, longe de agradar um mercado comercial ou críticos da música.

08 - All Seven Days - Ashes (AL)
Em 2012 na cidade de Maceió/AL, o All Seven Days deu seus primeiros passos e desde seus primórdios com músicas autorais. Remando contra a maré de outras bandas que se lançaram com material cover, para depois de algum tempo consolidado no cenário musical vir a compor, o All Seven Days resolveu mostrar suas origens desde o primeiro momento. A ideia principal era transmitir a mensagem de suas músicas para o maior numero de pessoas que fosse possível, vindo assim a transparecer sua alma em suas músicas.

09 - Plunder - Plunder (SC)
Com influências de grandes artistas do Heavy Metal, Plunder desembarca o projeto na cidade de Lages, na serra catarinense. Inspirados por Judas Priest, Ozzy, Iron Maiden, Black Sabbath, Metallica e outros nomes tão grandiosos do Metal, o grupo propõem uma sonoridade ímpar, trazendo aos nossos ouvidos um som de qualidade e totalmente original. Para fazer um trabalho coeso e multifuncional, os caras utilizam de guitarras com distorções, bateria groovada, baixo preciso e vocal agressivo, trazendo a origem do velho e bom Heavy Metal de volta aos ouvidos!

10 - Blood Eyes - Minha História (SC)
A Blood Eyes utiliza de uma alma pura como base para unir o consciente com o sentimento de reflexão e crítica, pois o ser humano desde os seus primórdios cria a ideia de possessão sobre o mundo, evoluindo sempre ao redor de si mesmo, julgando-se perfeito em sua imperfeição e é sobre isso que a Blood Eyes compõem, canta e faz barulho. Um Heavy Metal tradicional feito totalmente em Português, provando cada vez mais que o Metal pode ser feito em alto nível cantando em língua pátria, em busca de despertar o sentimento de liberdade e compreensão do próprio ser.

11 - Khorium - Quem Vai Pagar (RJ)
Aliando peso, groove, riffs de guitarra com influências do Thrash Metal com batidas Rap e com baixo funkeado. Khorium é considerada uma banda de Crossover com letras ácidas, expressando uma visão critica sobre a situação atual no Brasil e no mundo.

O nome Khorium vem de "Corium", produto altamente tóxico, radioativo, contaminante mortal, gerado da explosão de núcleo de reatores nuclares (casos como Fukushima e Chernobyl).

12 - HellArise - Human Disgrace (SP)
HellArise é uma banda de São Paulo na atividade desde 2009. Sua sonoridade busca agregar todas as diferentes influências de seus integrantes. O resultado dessa mistura é um som agressivo e variado, que passa pelo Heavy, Thrash e Death metal.

Após um periodo de alguns shows tocando covers, a banda começou a compor e preparar uma demo com suas primeiras músicas. Disso nasceu o trabalho gravado em Abril e maio de 2010, com o produtor musical Eduardo Murai. A demo incluiu quatro faixas: "Liar", "Human Disgrace", "Deadfall" e "My Outrage", com as duas últimas marcadas pela mistura de vocais limpos de guutrais de Morniëtári. O que agora marcara na história da banda é "Human Disgrace" estar presente e como um dos destaques desse terceiro volume da Coletânea O SubSolo Volume 3.

13 - Infestatio - Jeff (SP)
Formada em 2000, o grupo tem um EP intitulado " F.Y.A" com seis ótimas faixas. A faixa que compõe a coletânea será "Jeff", faixa que foi masterizada pelo produtor Ue Nastasi. Ue é responsável por discos de bandas como Lamb Of God, Biohazard, Gojira, Anthrax e Paradise Lost. 

14 - Threzor - Silent Execution (SC)
O Threzor surgiu recentemente na ilha da magia, ou melhor, na capital catarinense. Logo em sua primeira apresentação no evento que recebeu Jackdevil em terras catarinenses, o grupo despertou curiosidade do publico presente, os caras fizeram sua estreia já de cara com músicas autorais com influências notórias de Metallica. Para quem curte essa vertente tão aclamada no Metal, é uma banda a ser ouvida e seguida, pois vem buscando seu lugar na cena. 

15 - Morpheus' Dreams - Lobo-Guará (SP)
Se você curte bandas como Nightwish, Shiva in Exile, Loreena Mckennitt e Blind Guardian, não irá se decepcionar com Morpheus' Dream. O grupo já conta com dois EP's e um disco , lançado em março de 2017. Uma das melhores músicas da banda, a faixa "Lobo-Guará" fará parte da coletânea

16 - Honra - E.L.A. (BH)
Banda formada na cidade de Salvador/BA em 2010 pelos irmãos Diego e Luan Vianna, com uma proposta de fazer Thrash Metal abordando temáticas sobre alcool e diversos outros temas. No ano de 2014, o grupo baiano lançou um EP intitulado "Preliminares (Antiga Fase)" e recentemente o seu disco "Maldita Inocência". Com todas as influências mescladas, a banda se denomina Deathcore e por onde passa deixa um gostinho de "quero mais", por todo o espetáculo que deposita no palco e por todo o trabalho sério e eficaz que faz com a mídia nacional.

17 - Core Divider - Bloody Religion (SP)
Com influências de Fear Factory, Divine Heresy, Pantera, Machine Head, Napalm Death, Tool, Asesino e Slayer, a Core Divider é uma banda de metal com sonoridade de deathcore/thrash e groove. Formada no final de dezembro de 2015, o grupo aposta no peso das músicas e protestos contra qualquer tipo de guerra.

18 - Thousand Suns - Matter of Life (SC)
O sexteto formado por Daniel Schlemper, Pedro Ramos, Potter, Rodrigo Silveira, Saulo Castilho e Thiago Henrique já estão há 8 anos em atividades. Diretamente de Florianópolis, Thousand Suns lançou seu EP "World of Ares" que conseguiu ganhar uma notoriedade até na Espanha! Ouça "Matter of Life" que fará parte da 3ª coletânea d'O Subsolo!

19 - Orkane - Sickly World (SC)
A banda de Metal autoral formada em 2015 em Tubarão, Santa Catarina tem por seu estilo as bases do Thrash Metal dos anos 80 de bandas como Metallica, Megadeth e Slayer e combinado, também, influências do Metal mais atual. O quarteto formado por Ramon Motta, Artur Zamberlan Jr, Thiago Bitencour e Odione Soethe Schlicklmann tem um disco apenas. "Regress" conta com 10 faixas, sendo a Sickly World escolhida para integrar a nossa coletânea. Ouça! 

20 - Obscurity Vision - Last Chance to Life (SC)
Com 20 anos na estrada, a Obscurity Vision tem sua fama na undeground catarinense. O grupo, formado por Luiz Rodriguez, João Rodriguez, Rafael Vicente, Luiz Trentin e Altamiro Matos, já está para lançar seu debut álbum, intitulado “Dark Victory Day”. O primeiro disco da banda terá 14 faixas em inglês e pretende colocar o quinteto em outro patamar na cena metal do Brasil. Saca só o teaser do disco:

Essa matéria teve colaboração de: Marcel Caldeira.


BULL CONTROL: a agenda encorpada é reflexo de um trabalho honesto e focado
Ainda em divulgação do EP "Mundo Paralelo" lançado em Maio deste ano e do videoclipe de mesmo nome lançado a menos de um mês, o Bull Control continua focado em levar sua música para o maior número de pessoas possível, sendo que a agenda do grupo é um reflexo de um trabalho honesto e focado. Mesmo sendo uma banda nova por ter sido formada em 2015, se engana quem julga por conta disso, pois essa formação atual do grupo é considerada a mais experiente até o momento, fazendo com que os quatros membros olhem para o mesmo horizonte e mesclem suas ideias de acordo com o futuro da banda.

Um reflexo da aceitação e do ótimo lançamento do "Mundo Paralelo" é as datas que vem aparecendo para o grupo cearense, que cada vez mais vai se consolidando no cenário local e adquirindo um novo publico que acompanha a banda. Sobre essa fase do Bull Control, o vocalista Rodrigo "Digão" comenta:

"Acho que o trabalho desde a conclusão do EP até o videoclipe da música (que dá título a esse trabalho) é fruto de muito esforço e dedicação de todos os envolvidos dentro e fora da banda. Já estamos com uma boa visibilidade do videoclipe e uma aceitação maior por parte de toda a galera. Como a gente mesmo conversa internamente, este videoclipe é o fim do ciclo do EP, que foi lançado a cinco meses atrás e o início de uma nova saga.

O ano de 2017 em si pra banda foi de um todo proveitoso. Participamos do Garage Sounds, Forcaos e outros eventos onde a galera chegou mesmo com vontade em todas as apresentações da gente. Resolvemos fechar o ano tocando em locais que ainda não tínhamos tocado (ficamos devendo ainda a toca Good Garden, ano que vem quem sabe) como as cidades de Limoeiro do Norte , Maracanaú e aqui em Fortaleza no Estúdio Nuclear, após essas apresentações vamos focar em mais novidades para quem nos acompanha."

ASSISTA AO VIDEOCLIPE DE "MUNDO PARALELO"


Links relacionados:
Groove Music: http://migre.me/wzEF6
Play Store: http://migre.me/wzEHj
SoundCloud: http://migre.me/wzEMW

Redes sociais:

Bull Control agradece os apoios:
Gambiarra Homestudio, Estúdio Esconderijo, Pea Muita Produções, Associação Cearense de Rock, Movimento Underground Fortaleza e a todos os amigos que os acompanham nessa jornada.


Com patrocínio do Wacken Foundation, UGANGA inicia gravações de novo álbum, "Servus"
Em mais de 20 anos de carreira, o Uganga lançou cinco álbuns – alguns licenciados no exterior –, fez duas turnês pela Europa, centenas de shows por quase todas as regiões do Brasil e mais recentemente lançou seu primeiro DVD. Boa parte dessas produções do Uganga, sejam projetos de gravação ou circulação (turnês), têm recebido incentivo através de políticas públicas de cultura, comprovando a relevância do trabalho da banda, seja em seu sentido artístico/subjetivo ou social.

E o dia 26 de Outubro marca o início das gravações do novo álbum do grupo, intitulado “Servus”, que será mais uma vez patrocinado por um programa de incentivo à cultura, dessa vez um internacional, o Wacken Foundation.

O Wacken Foundation é uma organização alemã sem fins lucrativos criada para apoiar projetos de hard rock e heavy metal de todas as partes do mundo. A organização foi idealizada em 2008 pelos produtores do Wacken Open Air (W:O:A), o maior festival de hard rock e heavy metal do planeta, e tem a missão de manter ativa a produção criativa nesse segmento e estimular novas bandas e projetos. Desde 2010 o Wacken Foundation passou a fazer contribuições em Euros para projetos de gravações de discos, turnês e até mesmo festivais. Os projetos podem ser enviados durante todo o ano e uma comissão de curadores avaliam os mais relevantes que virão a receber o apoio. A vocalista alemã Doro Pesch figura entre a equipe de curadores. Entre os doadores estão nomes como o de Alice Cooper que fez recentemente uma doação de US$ 10 mil à fundação.

O Uganga apresentou um projeto de gravação de “Servus” ao Wacken Foundation no começo desse ano e foi contemplado com uma soma em Euros que vai ajudar a financiar a produção.
“A parceria com o Wacken Foundation foi mais uma vitória da banda e equipe à custa de muito suor, estrada, planejamento e amor à camisa” – declarou o vocalista Manu Joker.

“Servus” será o quinto disco de estúdio do Uganga e será gravado no estúdio Rock Lab em Goiânia onde a banda registrou seu disco anterior, o aclamado “Opressor”. A produção será assinada por Gustavo Vazquez e pelo próprio Manu Joker.

"Os nomes dos álbuns do Uganga sempre aparecem logo no início do processo, algumas vezes antes mesmo de qualquer música ou arranjo. A parada vem de uma vez, tipo psicografada, e com o Servus não foi diferente”, explica Joker sobre o título do novo trabalho. “O conceito tem a ver com duas coisas distintas: escravidão e respeito. Servus em latim quer dizer "escravo" e é uma representação das referências históricas que vêm nos inspirando neste trabalho, entre elas a ascensão e queda do império romano. A questão do respeito tem a ver com servir. Não no sentido serviçal, adulador, mas sim servir ao próximo como um semelhante sem esperar nada em troca. Acredito que somos parte de um todo muito maior e que precisamos trabalhar juntos pela sua continuidade."

O Uganga publicará fotos e vídeos em suas mídias sociais com mais informações sobre o andamento das  gravações.

Entre outras novidades, o DVD “Manifesto Cerrado”, lançado recentemente em versão digital, vai ganhar sua edição física em Dezembro. Lançado para celebrar os 20 anos de carreira do grupo, “Manifesto Cerrado” reúne um documentário de longa-metragem que conta a história da banda e um show inédito realizado na histórica estação ferroviária Stevenson em Araguari/MG. "Manifesto Cerrado" foi financiado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Araguari/MG e o seu lançamento online, totalmente gratuito, é uma tentativa de ampliar e democratizar o acesso ao material produzido.
Assista online o documentário: https://youtu.be/FLgcH9dN-OQ
Assista também o show na estação ferroviária Stevenson: 
https://youtu.be/vMtQBqmoNrM


LEGACY OF KAIN: banda lança seu álbum "I.N.V.E.R.S.O.".

Após meses de trabalho constante em estúdio, a banda curitibana de Groove/Thrash Metal Legacy Of Kain lançou no dia 25 de outubro o seu álbum de estréia, nomeado "I.N.V.E.R.S.O."

Com produção, mixagem e masterização feita pelo guitarrista Karim Serri no Silent Music Studio, o álbum tem 12 faixas e marca a estréia 'pra valer' do vocalista Markos Franzmann, apresentado originalmente no single 'Anestesia'.

Segundo os guitarristas Angelo Torquetto e Karim Serri, este é um álbum que satisfez os seus anseios como compositores. "Queríamos que esse álbum soasse mais pancada, que viesse diferente dos nossos trabalhos prévios. Com mais riffs, guitarras abertas, breakdowns bem encaixados dentre outros detalhes. Nos realizamos muito nas faixas compostas para o "I.N.V.E.R.S.O." e sei que a partir dele teremos um caminho melhor planejado para o futuro da Legacy Of Kain", complementam.

Boa parte das letras ficaram a cargo do vocalista Markos Franzmann que disse querer deixar uma abordagem sincera das lutas e perversidades que enfrentamos em nosso dia a dia. "Procurei abordar o temas de uma maneira mais aberta, para que cada um pudesse tirar a sua interpretação e também viesse a entender que o vilão sem nome retratado em algumas músicas pode ser qualquer um de nós. Algumas letras possuem um toque mais pessoal, mas ainda sim creio que muitos terão uma identificação, pois são situações recorrentes em nossas vidas." completa o músico.

A capa foi feita pelo renomado Carlos Fides do ArtSide Studio e pelas palavras de Angelo, "a capa expressa exatamente o que queremos passar. Para todo ato tem um começo e fim onde as consequências podem ser desastrosas. A capa deixa visível o legado de Caim que como diz a história, foi o primeiro assassinato cometido pelo homem; Caim matou o próprio irmão por inveja e desde então seguimos esses passos. O Fides captou exatamente a ideia que gostaríamos de passar."

No dia 27 de outubro será lançado um lyric video, desenvolvido pelo baixista  Leandro Soares, para a faixa "Inverso". Basta conferir direto no canal da banda.

Track List: 

01 - Condenados
02 - Inverso
03 - Legado
04 - Brasiu
05 - Distrito F_deral
06 - Tudo a perder
07 - Frieza no olhar
08 - Cicatrizes
09 - Vozes
10 - Anestesia
11 - Epiphania
12 - Não Justifica

Link para o download de "I.N.V.E.R.S.O.":


Lyric video DF:

Em breve o disco estará disponível nas principais plataformas de streaming.

Legacy Of Kain é:

Markos Franzmann - Vocal
Karim Serri - Guitarra
Angelo Torquetto - Guitarra
Leandro Soares - Baixo
Tiago Rodrigues - Bateria 

Links relacionados:


CREPTUM: novo EP ‘Reborn In Flames’ sai na próxima semana
Está tudo pronto para o lançamento de ‘Reborn In Flames’, novo EP do CREPTUM que trará uma música inédita, intitulada ‘Reborn in Darkness’ e uma versão para a música ‘Black Celebration’, um clássico do Depeche Mode!

‘Reborn In Flames’ será lançado de forma digital no dia 31 de outubro, próxima terça-feira, em seus canais oficiais. O EP foi gravado no Wax Studio, produzido pela banda, com capa por Raphael Grizilli (Tanatos).

Enquanto o EP não sai, o CREPTUM convida a todos a conferir seu premiado debut álbum, ‘of lies, curses and blood’, disponível para audição gratuita pelo link:


O trabalho, lançado pela Mutilation Records, também está disponível em formato físico diretamente com a banda e em versão digital, confira alguns links:



Sites relacionados:


GESTOS GROSSEIROS: aventuras e desventuras da turnê Norte/Nordeste em um belo texto
O GESTOS GROSSEIROS já está em casa e celebra mais uma bem-sucedida parte de sua ‘Turnê da Hipocrisia’, que já passou pela Europa e por todo o Brasil e logo irá para a América do Sul.

Para nos contar sobre tudo que aconteceu de positivo – e negativo – a banda publica um grande e completo texto sobre toda a turnê. Leia:

“Saudações! Bem vindos a turnê da hipocrisia!

“Após as turnês pela Europa (junho 2017), Sudeste, Sul e Centro Oeste (agosto, setembro 2017), chegava a hora de encarar a terceira turnê do ano, que ocorreria pelas regiões Nordeste e Norte do Brasil. Uma turnê que foi negociada desde fevereiro, nos mínimos detalhes, e estávamos ansiosos, pois sabíamos da responsabilidade que teríamos e que não seria fácil, pois 66,3% das viagens ocorreriam de avião, já que as distâncias entre as cidades não permitiam que fôssemos por terrestre devido ao tempo para chegar de um show a outro ou, por não existir estradas para o deslocamento, como é o caso entre as cidades de Macapá e Belém.

“Dia 6 de outubro embarcamos de Guarulhos para Recife, às 6h30min. Por volta das 9h30min, o irmão Cesar da Paganus Produções nos recepcionou no aeroporto de Recife. Nos levou até a rodoviária, onde almoçamos e embarcamos num ônibus que levou a banda para a cidade que ocorreu o primeiro show, em Surubim/PE. Vale ressaltar que o Cesar organizaria o show em Recife no dia 7, mas por problemas de saúde, ele optou por encaixar a banda no Hammer Fest, na cidade de Santa Cruz do Capibaribe/PE. Ou seja, quando a pessoa é profissional e comprometida, tenta fazer acontecer e foi o que o Cesar fez, mesmo não podendo organizar mais o show em Recife, deu todo suporte para a banda. Parabéns, Cesar e melhoras!
A viagem de Recife até Surubim levou aproximadamente 3h30min, chegamos cansados e fomos para o hotel descansar. Fomos recepcionados pelo irmão Denis, um dos organizadores. O show aconteceu na sede do moto clube Lobos do Asfalto, onde somente nós tocamos, mas o grande público nos surpreendeu, pois conheciam a banda, conheciam as músicas da banda e ficamos mais surpresos quando, ao término da última música, pediram bis e sabiam que as vezes, o nosso bis era a música Extreme Aggression do Kreator, uma versão da Gestos Grosseiros que foi registrada no segundo álbum da banda, Satanchandising.

“Os organizadores Dênis Coelho e Andre disseram que pretendem organizar mais eventos por Surubim e colocar a cidade como uma rota para as bandas que irão fazer turnê pelo Nordeste. Estão de parabéns pela organização, hospitalidade e todo suporte. Obrigado!

“Dia 7 foi uma aventura a parte, pois precisávamos chegar em Santa Cruz do Capibaribe a tarde, mas só tinha ônibus no início da noite entre Surubim e Sta Cruz. Então, o plano foi ir com um transporte denominado de Toyota, uma espécie de lotação aqui em Guarulhos. Os organizadores ficaram preocupados, pois uma banda viajar em um Toyota com várias bagagens, não seria algo comum. Mas, em turnê é assim, ou encara ou fica em casa. E foi o que fizemos, embarcamos na Toyota por volta das 12h e foi, diga-se de passagem, um dos melhores momentos de descontração da turnê. Pudemos apreciar as paisagens entre Surubim e Sta Cruz. O legal foi que a Toyota nos levou direto para o hotel, onde produtor Nidislei Costa recepcionou a banda e já levou para um almoço.

“Tivemos a honra de tocar no único festival anual de Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco, dividindo o palco com 5 bandas excelentes, dentre elas o War Cursed, de Campina Grande, Paraíba. Deixamos aqui o agradecimento para os caras do War Cursed, simpatia e humildade, pois deram suporte no nosso show e emprestaram toda a ferragem de bateria. Valeu, Marsell Senko! Tocamos bem tarde no Hammer Fest, mas o público insano por Metal, ficou até o final e agitou durante todo o nosso set list. Claro que teve Bis.

“No dia seguinte, partimos para João Pessoa, Paraíba. Se não fosse a correria do organizador Nidislei em nos arrumar um carro para ir até João Pessoa, teríamos que fazer uma verdadeira maratona de ônibus e chegaríamos em cima da hora. Mas deu tudo certo e chegamos em João Pessoa por volta das 15h. Aguardamos uns minutinhos e o organizador Mauro (que também é da banda Necrohunter), recepcionou a banda. O show não estava lotado, por ser num domingo, mas o público que compareceu agitou, comprou merchandising e nos cobrou para voltar em breve. Podem ter a certeza que voltaremos.

“Dia 9 começaria a maratona pelos aeroportos malditos, malditos pelo seguinte fato: os funcionários não sabem dar informações certeiras, principalmente funcionários das empresas aéreas, as quais cada hora falavam uma coisa no que diz respeito as bagagens que a banda levava. Viajamos 9 noves de avião nessa turnê, e nas 9 vezes teve treta. Até bagagem nossa foi extraviada, (pela Latam), até a Polícia Federal foi chamada para a banda (já em Guarulhos). Esses funcionários precisam entender que instrumentos, além de caros, são frágeis, não podem e nem devem ser jogados de qualquer jeito.

“Saímos de João Pessoa às 15h30min, demos uma passadinha em Brasília e tivemos 5h45min de conexão, até embarcamos no voo de Brasília para Macapá, onde chegamos na madrugada e fomos recebidos pelo produtor Romerito Miranda. O show de Macapá foi um dos mais insanos de toda turnê, tocamos no Bar do Pop, lotado. Praticamente vendemos todas as camisetas em Macapá. Dica para quem for tocar em Macapá: se prepare para o calor. Não temos palavras suficientes para agradecer o carinho dos fãs de lá, não tínhamos noção do quanto as pessoas gostavam da banda em Macapá.

“Dia seguinte, correria para Belém. Voo rápido, 40min aproximadamente, e o grande irmão Hugo, da banda Thunder Spell foi ao aeroporto nos buscar. Hotel, somente para um banho rápido e, em seguida, fomos para o local do show.

“O público compareceu em massa e, num piscar de olhos, os bangers de Belém fizeram esgotar as nossas camisetas. Isto significaria que os fãs de Rio Branco e Porto Velho ficariam sem camisetas. Assim como em Macapá, o show de Belém lotou e também destacamos o calor que estava por lá.

“Bom, agora, uma pausa de shows, para um fato desagradável. Quando se organiza uma turnê, a banda conta com a palavra (todos do Underground sabem disso, ou deveriam saber) de cada produtor. Funciona assim: produtor da cidade X, compra as passagens para a cidade Y.. produtor da cidade Y, compra as passagens para a cidade Z.. e assim por diante). Já sabíamos que o produtor de Manaus havia cancelado o show do dia 13, o que complicou, pois, para a banda chegar em Rio Branco, estava contando com as passagens de Manaus. Sabemos que os custos são altos e, muitas vezes, fazemos acordos, pois temos consciência do sacrifício que é para organizar um show. Mas também, não podemos aceitar que um produtor cancele o show depois de estar tudo okay por parte da banda e dos outros produtores, prejudicando não só a banda, mas também os outros. E foi isso o que aconteceu. Tivemos que arcar com 100% das passagens para Rio Branco, ou teríamos que cancelar toda a turnê, prejudicando todos os outros produtores que já haviam comprados outras passagens. Não achamos isso justo, e resolvemos encarar. O problema não é nem cancelar o show, mas cumprir com a palavra e pelo menos arcar com parte dos gastos. Mas não foi o que vimos por parte do produtor de Manaus. Não vamos entrar em detalhes, mas bater no peito dizendo que é Underground , isso e aquilo, é fácil, mas acima do Underground, estão pessoas envolvidas que dependeram da sua palavra. Sentimos muito, pois foi a segunda vez que esse mesmo produtor cancelou um show nosso por lá. Infelizmente, a banda não irá mais se apresentar em Manaus. Enfim, a banda está aberta para esclarecer dúvidas sobre o cancelamento de Manaus, recebemos muitas mensagens de pessoas que queriam nos ver, perguntando o motivo do cancelamento. Isso deveria ter sido feito a nível nacional por parte da produção. Nós, da banda Gestos Grosseiros, não iremos ficar calados com produtores RIP OFF, mesmo que tenham mais de duas décadas na cena.

“Por fim, fomos para Rio Branco onde tocamos no dia 14 no ótimo Studio Beer, com a organização do Igor (PI produções) e suporte do Bala (Studio Beer). Foi a primeira vez da banda em Rio Branco, no Acre, e foi gratificante a recepção dos fãs. Tivemos todo suporte por parte da organização e recomendamos que mais bandas de todo Brasil tentam tocar por lá.
Dormimos pouco e logo cedo embarcamos no voo para Porto Velho, em Rondônia. Esse show foi diferente, especial, pois após anos, iríamos nos apresentar em um evento ao ar livre. Desde o início das negociações com os organizadores Newton e Marcondes, fomos informados por eles da dificuldade em organizar um evento por lá. Mas, esses dois irmãos fizeram a diferença, conseguiram parcerias e apoio da prefeitura e fizeram um evento maravilhoso, com suporte total, do início ao fim. O evento foi num domingo e tocamos por volta das 22h30min. E o público? Foi embora? NADA DISSO! Porto Velho ficou em massa para nos assistir, foi um show memorável. Após o show, não conseguíamos guardar os instrumentos, pois as pessoas faziam questão de irem nos cumprimentar. Pra nós, ficou claro que, quando banda e organização se unem, a coisa sai, e sai bem feita. Porto Velho, nosso muito obrigado e podemos dizer que o show do dia 15 de outubro de 2017, foi um dos melhores da nossa carreira.

“Pela frente teríamos mais 3 shows, sendo nas cidades de Fortaleza/CE, Mossoró/RN e Campina Grande/PB. Infelizmente, por motivos financeiros oriundos pelo furo do produtor de Manaus/AM, foi preciso cancelar esses três shows. Pedimos desculpas para as pessoas que queriam nos assistir, mas algumas coisas não dependeram exclusivamente da banda.

“Deixamos aqui o nosso agradecimento aos fãs, amigos e a todos os organizadores, sem os quais não seria possível ter feito essa turnê. Ahhh… se todos os organizadores fossem comprometidos, dedicados e respeitosos como os irmãos Cesar (Recife/PE), Dênis e Andre (Surubim/PE), Nidislei (Santa Cruz do Capibaribe/PE), Mauro (João Pessoa/PB), Romerito (Macapá/AP), Hugo (Belém/PA), Igor e Bala (Rio Branco/AC), Newton e Marcondes (Porto Velho/RO), Gino e Fabrício (Fortaleza/CE), Marcondes (Mossoró/RN) e Diego (Campina Grande/PB).

“A banda Gestos Grosseiros tem orgulho do Metal nacional e da cena a qual pertence. Antes de falar da cena, viaje, caia na estrada, conheça a cena e veja que o Metal é mais forte do que redes sociais. A rede social é uma ferramenta forte para divulgação, mas o Metal, ainda é olho a olho.

“Obrigado! Kleber Hora (guitarra) / Edu Ossuco (baixo) / Andy Souza (bateria e voz)”

Uma galeria com fotos da turnê também foi liberada: https://goo.gl/nrM1qu

Mais shows estão sendo preparados e colocados na agenda do GESTOS GROSSEIROS!

O GESTOS GROSSEIROS liberou em seu canal todos os seus discos. Estão disponíveis o debut ‘Countdown to Kill’ de 2008, o visceral ‘Satanchandising’ de 2011 e o recém lançado ‘World’s Hypocrisy’, disco que vem sendo celebrado como o ápice dos quase 20 anos da banda. Ouça:

‘Countdown to Kill’: https://goo.gl/gCZkJM

‘Satanchandising’: https://goo.gl/WHeBex

‘World’s Hypocrisy’: https://goo.gl/mWeXme


Sites Relacionados:


THE WASTED: invadindo São Paulo no festival Overdrive Metal
O THE WASTED vai até a capital paulista levar seu Metal para os headbangers presentes no Overdrive Metal Fest.

O festival acontece neste domingo, 29 de outubro, no Cranius Rock Beer (Av. Itaquera, 2437) e conta ainda com as bandas Toxic Carnage, Spirit Crusher, Sanguinário, Kadabra Kadabra e Facing Fear.

O evento está marcado para começar às 14h e os ingressos custam apenas R$8,00. Mais detalhes e como chegar no local podem ser conferidos pelo link: https://goo.gl/Nup5JU

O THE WASTED divulga o álbum ‘Rotten Society’, lançado este ano e vem sendo elogiado pela crítica especializada com citações como “um nome muito promissor” pela renomada página A Música Continua a Mesma.

A versão física do álbum e todo o material oficial estão disponíveis para venda. Para comprar basta entrar em contato com a banda por e-mail ou Facebook. ‘Rotten Society’ também está nas distribuidoras de música digital, confira alguns links:


Um clipe para a música ‘Everything is Under Control’ foi lançado, assista:



Sites relacionados:


OBSCURITY VISION: Banda anuncia nova formação

Prestes a lançar seu debut álbum, “Dark Victory Day”, a banda de Death/Black Metal OBSCURITY VISION anunciou sua nova formação.

Trata-se do novo baixista Altamiro Matos, que já havia passado por bandas como Malice Garden, Necrofilia e Posthumous. O ingresso do músico ao grupo se deu após a saída de Nery Bauer, que havia trabalhado na gravação do vindouro álbum.

Com isto, a formação que seguirá divulgando o novo trabalho - previsto para novembro/dezembro de 2017 - se estabilizou com Rafael Vicente (vocal), Luiz Rodriguez (guitarra), João Rodriguez (guitarra), Altamiro Matos (baixo) e Luiz Trentin (bateria).

O show de estreia da nova formação acontecerá neste fim de semana (28/10), onde o OBSCURITY VISION se apresentará na primeira edição do “Bisho Metal Fest”, que acontecerá na cidade de Tubarão/SC. O evento ainda contará com as bandas Alkanza, Threzor, Orkane e Dead Nation, confira mais informações sobre o festival: 
http://www.sanguefrioproducoes.com/n/1085

Em outras notícias, os catarinenses divulgaram em sua página oficial do Facebook o lyric video da música “Violência”, um dos destaques de “Dark Victory Day”, confira:

https://www.facebook.com/obscurityvision.br/videos/2031159123766253/

Contato para assessoria de imprensa: 
www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/obscurityvision.br
http://www.obscurityvision.com/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/ObscurityVision/40



KHROPHUS: “Spreading The Madness Tour” retorna à Argentina para mais três shows em novembro

Aproveitando ao máximo o ano de 2017 e sua atual e bem sucedida turnê, o KHROPHUS já inicia os preparativos para mais uma passagem em território argentino.

Serão três apresentações no país dos ‘hermanos’, passando por Rosário (17/11), Buenos Aires (18/11) e finalizando em Córdoba (19/11), esta última no, já conhecido “Criminal Metal Camp 2017”, onde a banda estará dividindo palco com outras 30 bandas. Confira abaixo mais informações:

Rotten Fest 3 - Rosário/ARG
Data: 17/11/2017
Cartaz completo: 
https://goo.gl/wBLVhp
Evento no Facebook para mais informações: 
https://www.facebook.com/events/1227304900730081/

Vomitos de Mierda XI - Buenos Aires/ARG
Data: 18/11/2017
Cartaz completo: 
https://goo.gl/MHGJBc
Evento no Facebook para mais informações: 
https://www.facebook.com/events/493866314302758/

Criminal Metal Camp 2017 - Córdoba/ARG
Data: 19/11/2017
Cartaz completo: 
https://goo.gl/qTkZmc
Evento no Facebook para mais informações: 
https://www.facebook.com/events/407745882928324/
Vídeo de divulgação: 
https://www.facebook.com/CriminalMetalCamp/videos/1949528288637384/

Em outras notícias, a “Spreading The Madness Tour” segue até o final deste ano de 2017 e ainda está com datas disponíveis. Produtores interessados em levar o KHROPHUS para sua cidade escreva para 
contato@sanguefrioproducoes.com ou khrophus@hotmail.com e solicite um orçamento.

Contato para assessoria de imprensa: 
www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/Khrophus/
http://khrophus.com/site/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Khrophus/30  


GIL LOPES: Músico libera nova imagem misteriosa sobre seu projeto!
E ai galera! Mais uma semana de novidades, pois hoje vamos dar dicas sobre quem é o outro guitarrista do projeto.

Músico talentoso como os outros, com fortes influências no hard rock. Sua paixão pela arte realista e clássica também age como catalisador para a música, e essa influência é notavelmente expressada na sua técnica.

Com aproximadamente 7 anos de carreira musical, o nome certamente reforça a proposta de peso, qualidade e seriedade que Gil Lopes pretende expor.
Influenciado pelos “extremos” As I Lay Dying, Cannibal Corpse e Impending Doom, nosso futuro arquiteto mostra explicitamente por quê se tornou um dos pilares do projeto.

Gil obviamente comentou sobre a escolha:
Nosso segundo guitarrista foi na realidade o primeiro a quem chamei para esse novo projeto, porém, o segundo a aceitar o convite. O conheço a anos e as ideias dele são simplesmente matadoras! Os riffs são destruidores e o cara mostrou que vestiu a camisa do projeto e tem vivido o conceito e a ideia cada dia. Ele tem sido o responsável por dar aquele ar mais trevoso para as músicas. ”

Na semana que vem revelaremos o baterista do projeto!

Curtam a página, compartilhem, deem seus palpites sobre quem vocês acham que pode ser!


ASKE: Banda concede entrevista exclusiva para o site Cangaço Rádio Rock

Prestes a brindar a todos com seu novo trabalho, “Broken Vow”, a banda paulista ASKE ganhou um grande destaque no site Cangaço Rádio Rock.

Em entrevista, Filipe Salvini - baixista e vocalista - falou acerca deste material, e como o mesmo apresentará a nova fase do grupo, além de métodos de composição, gravação e muito mais.

Confira a entrevista completa acessando o link a seguir: 
http://www.cangacoradiorock.com.br/2017/10/entrevista-exclusiva-com-filipe-salvini.html

http://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/f7d58b1f2a97185c3dd9fb568a16848f.jpg

"Broken Vow" - sucessor do debut álbum “Once...” - apresentará a nova formação do ASKE ao público. Gravado, mixado e masterizado por Eugenio Stefane no 1979 Estúdio, São Carlos/SP, seu lançamento – tanto físico, quanto digital – ficará a cargo dos selos Corvo Records e Sangue Frio Records.

Ouça a faixa “Mardi Gras”, um dos destaques do vindouro álbum:

https://youtu.be/fd2Zg73xW48

Contato para assessoria de imprensa: 
www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/askeoficial/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Aske/27  


WARFIELD DEATH: Em entrevista, banda fala sobre os projetos atuais e futuros, confira!

Thiago ‘Madness’, guitarrista da banda sergipana WARFIELD DEATH, concedeu uma entrevista ao site Portal do Inferno.

Neste bate papo, o músico falou sobre o positivo momento atual que a banda vem atravessando, divulgação do álbum “Sucumbindo Ao Medo”, recentes videoclipes lançados, projetos futuros e muito mais.

“Temos a intenção de ainda em 2017 fazer mais um clipe. Se não houver nenhum problema grave, podem esperar por mais um álbum em 2018, pois só estamos esperando esse novo clipe para cairmos de cabeça neste novo projeto.” - completa o Thiago.

Confira a entrevista completa aqui: 
http://www.portaldoinferno.com.br/entrevistas/warfield-death-thiago-madness.html

http://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/93330f4ccf14d5c209645c97dcb5537b.jpg

Em outras notícias, “Sucumbindo Ao Medo” foi disponibilizado nos formatos físico e digital, e já pode ser encontrado facilmente pelos amantes do Metal extremo das seguintes maneiras:

Para adquirir o debut álbum do WARFIELD DEATH no formato físico, basta acessar o link 
http://sanguefrioproducoes.com/loja/inicio/38-warfield-death-sucumbindo-ao-medo.html, ou diretamente pela página oficial do grupo no Facebook - https://www.facebook.com/WarfieldDeath/ - e solicitar os valores.

Já para os apreciadores da mídia digital, é só pesquisar abaixo a sua plataforma principal de uso e pronto, veja:

Spotify: 
https://open.spotify.com/album/3b2bsPRc1V274oGR5l9wCh
Deezer: 
http://www.deezer.com/album/15519586
iTunes/Apple Music: 
https://itun.es/br/RX5kib
Groove: 
https://mediaredirect.microsoft.com/music/Album/1e585e0a-0100-11db-89ca-0019b92a3933
Claro Música: 
https://www.claromusica.com/dl.sh/ct/br/album/2480763
Tidal/Wimp: 
https://tidal.com/album/71359134

Contato para assessoria de imprensa: 
www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/WarfieldDeath/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/WarfieldDeath/49


AXECUTER: Banda é confirmada ao lado de The Exalted Piledriver em Joinville/SC

Divulgando o novo formato de lançamento do álbum “Headbangers Afterlife” - que acaba de sair em LP - a banda AXECUTER confirmou presença em mais um grande evento em 2017.

Trata-se do show com a lenda do Metal canadense The Exalted Piledriver, que vêm para apresentação única no Sul do Brasil. O evento acontecerá no dia 03/11no Garage, em Joinville/SC e contará ainda com as bandas Battalion, Antroforce, Harpago e Metal Genocide (Chile). Confira cartaz completo:

http://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/47fdf2494bcf932f2919502209bd65da.jpg

Link do evento no Facebook para mais informações: 
https://www.facebook.com/events/120200225334059/

Serviço:
Show: The Exalted Piledriver em Joinville
Local: Garage
Endereço: Rua: Inácio Bastos, 812 - Joinville/SC
Data: 03/11/2017
Horário: 19 horas
Ingressos: R$ 50,00 (antecipado, somente via depósito) - R$ 60,00 (na hora)
Mais informações: (41) 99902-5325 (WhatsApp)
Organização: VSF Entertainment

Em outras notícias, a nova versão de “Headbangers Afterlife” pode ser adquirida diretamente com a banda pelo e-mail 
axecutermetal@gmail.com por R$ 75,00 (frete a calcular), também é possível comprar o atual álbum em CD pelo valor de R$ 15,00 (frete a calcular).

“Headbangers Afterlife” também foi disponibilizado para streaming. Confira alguns links:

Spotify: 
https://open.spotify.com/album/2C4zpelmzkVTAB63bQlFgZ
Deezer: 
http://www.deezer.com/br/album/15500688

Contato para assessoria de imprensa: 
www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/axecuter/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Axecuter/24  


O GRITO: ajude a banda a conquistar importante premiação da plataforma “Winnin” e confira o novo clipe do grupo que concorre ao premio
Os músicos da banda carioca, O Grito, acabam de disponibilizar seu primeiro vídeo clipe oficial, a música escolhida é a inédita “Sem Perdão” que será lançada oficialmente no novo disco de estúdio da carreira da banda.

“Sem Perdão” também é a música que representa o grupo em uma votação envolvendo bandas do underground carioca, que tem como organizadora a plataforma de vídeos e áudios “Winnin”. Essa enquete visa abrir oportunidade para uma banda ganhar uma excelente premiação financeira e alguns produtos que ajudarão o grupo no lançamento de seu primeiro registro físico, além de oferecer esses prêmios, a banda vencedora se apresentará em um dos locais mais belos da cidade do Rio de Janeiro no Morro da Urca, popularmente conhecido como, O Pão de Açúcar.

Assista ao clipe de “Sem perdão”

O Grito possui em sua criação um fator diferenciado, os músicos buscam resgatar toda a magia e essência do rock setentista que foi o percursor de todos os estilos derivados dentro do Metal, porém, além de introduzir esses elementos clássicos, outro ponto positivo é a inclusão das raízes nacionais de bandas que marcaram uma geração em suas propostas musicais, assim como os grupos “Secos & Molhados” e os “Novos Baianos” que são duas grandes influências da banda O Grito.

Para votar e ajudar o grupo em alcançar esse objetivo é muito simples, clique no link abaixo e log seu facebook, essa solicitação será automática, após isso escolha o clipe da banda e clique em votar, pronto, você terá ajudado ao grupo para receber a premiação e tocar no Pão de Açúcar.

Link para votação:


EDU FALASCHI: segunda perna da “Rebirth of Shadows Tour” conta com 23 datas, superestrutura e tour bus

O vocalista Edu Falaschi (Almah) em parceria com as produtoras EV7 LIVE, EF4 MUSIC, PISCA PRODUTORA e MGB ENTERTAINMENT, orgulhosamente anuncia todas as datas da “Rebirth of Shadows Tour” que ocorrerá em Dezembro de 2017 e Janeiro de 2018. A turnê contará com uma superestrutura e um tour bus com muitas surpresas no repertório.
Em julho deste ano, Edu Falaschi fez sete apresentações cantando exclusivamente o repertório da banda em que foi vocalista por mais de dez anos. Agora, o músico anuncia mais datas entre 8 de dezembro e 21 de janeiro por todo o Brasil. Serão 23 shows em 40 dias. A novidade é que todas as apresentações contarão com uma superestrutura e surpresas no setlist com músicas pedidas pelos fãs em muitos anos.
Tanto as pequenas cidades quanto as grandes capitais terão a mesma estrutura de som e luz graças ao “tour bus”, destinado ao transporte de todo equipamento, recurso que o Angra dispunha em sua fase áurea, em 2003 e 2004. “Vai ser emocionante levar essa turnê para nossos fãs”, fala o músico com empolgação. No setlist, Edu promete incluir faixas jamais executadas mesmo nas turnês do Angra.
Ao lado de Edu estarão os músicos Aquiles Priester (bateria) e Fabio Laguna (teclado), membros originais das turnês dos álbuns “Rebirth” e “Temple Of Shadows”, além de Diogo Mafra (guitarra) e Raphael Dafras (baixo), ambos do Almah, e do guitarrista Roberto Barros.
 
Confira as datas da turnê “Rebirth of Shadows Tour”:
10.12.17 – Juiz de Fora/MG:
Ingressos – 
https://ticketmais.com.br/evento/view/20443/edu-falaschi
14.12.17 – Uberlândia/MG:
Ingressos – 
http://www.clubedoingresso.com/edufalaschi-uberlandia
19.12.17 – Varginha/MG:
(Ingressos no local)
21.12.17 – Belo Horizonte/MG:
Ingressos – 
https://www.centraldoseventos.com.br/events/show/edufalaschi
22.12.17 – Rio de Janeiro/RJ:
Ingressos – 
http://www.clubedoingresso.com/edufalaschi-rj
04.01.18 – Manaus/AM:
(Ingressos no local)
06.01.18 – Belém/PA:
Ingressos – 
https://ticketbrasil.com.br/show/5496-edufalaschi-belem-pa/

07.01.18 – Salvador/BA:
Ingressos – 
www.compreingressos.com (A partir de 31 de Outubro)
14.01.18 – Campina Grande/PB:
Ingressos – 
http://www.clubedoingresso.com/edufalaschi-campinagrande
17.01.18 – Itajaí/SC:
Ingressos – 
http://www.blueticket.com.br/grupo/edufalaschi
18.01.18 – Blumenau/SC:
Ingressos – 
http://www.blueticket.com.br/grupo/edufalaschi


MOONLIGHT PROPHECY divulga nova música
A banda de Power / Thrash MOONLIGHT PROPHECY se juntou com o Nine Circles para transmitir Escape The Ruins. A faixa foi tirada do próximo álbum da banda, “Vanquished”, que será lançado no dia 10 de novembro de 2017.


A banda Moonlight Prophecy foi formada neste ano pelo músico Lawrence Wallace.


NOT OVER YET: lança novo clipe com seleção de músicos
O NOT OVER YET lançou um vídeo musical para a música 'Crazy Tide' (feat. Zak Stevens, Chris Poland, Luca Princiotta), a música foi tirada do álbum de estréia da banda 'Axioms ​​Of Life’.

 A banda é um projeto de estúdio internacional que reúne artistas de renome mundial para criar o melhor álbum de Hard Rock. O vídeo pode ser visto aqui:


'AXIOMS ​​OF LIFE' apresenta como convidados: Luca Princiotta (Doro Pesch), Chris Poland (OHM / Megadeth), Blaze Bayley (Blaze / Iron Maiden / Wolfsbane), Zak Stevens (TSO / Savatage / Circle II Circle), Dylan Rose (Archer Nation), Charlie Huhn (Foghat / Gary Moore / Ted Nugent / Victory) e Greg Izor.

Mais informações:



Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records