sábado, 24 de fevereiro de 2018

Expulser – “The Unholy One”


(1992 / 2018 – Relançamento – Importado)

Greyhaze Records

Pode parecer exagero, mas “The Unholy One” é um álbum tão importante pra cena mineira quanto um “I.N.R.I.” (1987) do Sarcófago ou “Sexual Carnage” (1990) do Sextrash. O diferencial é que o disco foi lançado um pouco depois destes trabalhos e pegou a cena mineira já depois de explodir.

As referências acima foram citadas principalmente pelo fato de o Expulser trilhar os mesmos caminhos sonoros, pois encontramos neste debut aquele Death Metal típico das Minas Gerais, incluindo as temáticas blasfemas, sexuais e alcoólicas que eram comuns entre os grupos.

O diferencial do Expulser era o flerte com o Thrash Metal em seu instrumental mais dinâmico e direto, porém a banda ainda priorizava o Metal da morte como só as bandas brasileiras conseguem fazer até hoje. Riffs velozes cortantes, cozinha bate estaca e vocais urrados dão à tônica à uma sonoridade obscura e profana, porém enérgica e raivosa.

Não há muita variação rítmica, mas sim viradas insanas e a doses homeopáticas de melodia, que passam praticamente despercebidas devido à intensidade encontrada no trabalho. É aqui que faixas como Praise to the Almighty God, The Unholy One, Screams of Delights e Gore Pussy of Virgin (The Rape) se tornaram clássicos imortais do Metal nacional.

“The Unholy One” será relançado pelo selo norte-americano Greyhaze Records trazendo as três faixas do Split “Fornincations” (1990) como bônus. O trabalho sairá nos formatos de CD, cassete e LP de 12” em abril, com a capa refeita e remasterizado. Mais que merecido esse relançamento.


9,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records