segunda-feira, 29 de abril de 2019

Accept – “Symphonic Terror”


(2018 – DVD/CD – Nacional)

Nuclear Blast / Shinigami Records

Não é novidade nenhuma a relação do Rock e Heavy Metal com a música clássica, assim como as influências do Accept com o estilo, principalmente na figura do guitarrista e principal mentor da banda Wolf Hoffmann.

Pois bem, mesmo com essa aproximação e anos de estrada, a banda alemã ainda não havia mergulhado tão fundo como neste novo trabalho ao vivo registrado em DVD e CD, onde mostra sua apresentação no Wacken Open Air de 2017 ao lado da Orquestra Sinfônica da República Tcheca.

Claro que muitos puderam apreciar este show via streaming na época, mas o registro que temos aqui é praticamente impecável e exclusivo nos termos de captação visual (câmeras estratégicas por todos os ângulos e de qualidade altíssima de imagem), além da habitual e primorosa qualidade sonora que o Accept apresenta em seus shows. Para quem já viu a banda ao vivo, sabe do que se trata e quem não teve a oportunidade é isso mesmo que se houve do outro lado da tela.

A apresentação, além de contar com a habitual presença entusiasmada da banda, deu a sorte de acontecer em pleno crepúsculo alemão, o que embelezou ainda mais visualmente o set. Foi dividida em três partes, sendo a primeira uma aula de Metal abrangendo, além da clássica Restless and Wild, quatro faixas da nova fase da banda, que teve início lá em 2010. Aliás, quem diria que o Accept retornaria tão poderoso assim das cinzas e gravasse quatro álbuns muito acima da média, não?

Pois então ouvindo Die By The Sword, Koolaid, Pandemic e Final Journey, tendo a sensação que estamos ouvindo clássicos, lembrando que são todas desta nova fase, é de se embasbacar. Dispenso falar da performance dos músicos, que é intensa, lembrando que este foi o último trabalho com o clássico baixista Peter Baltes.

A segunda parte traz todo o protagonismo de Hoffman, que ao lado dos músicos Melo Mafali (teclado), Phillip Shouse (guitarra), Daniel Silvestri (baixo) e do também baterista do Accept Christopher Williams, além da já mencionada Orquestra, apresenta seis faixas do disco “Headbangers Symphony”, lançado em 2016.

Apresentação interessante, mostrando inclusive a felicidade e surpresa também dos músicos da orquestra tcheca ao se apresentarem num espaço diferente, tocando uma música diferente. Mas, parece que a ansiedade por mais coisas do Accept bate à porta assim que a terceira faixa, a ótima e extra no lançamento oficial Romeo and Juliet, começa a tocar.

No entanto, a terceira parte do show, que era a novidade na apresentação traz o Accept de volta, lembrando que na segunda guitarra está Uwe Lullis, e já de cara Princess Of The Dawn mostra o que o público queria. É muito legal e importante ressaltar, que a orquestra adicionou muito e caminha com a banda, o que deu errado em outros lançamentos/shows do tipo, que nem é preciso mencionar.

Outras faixas de destaque (na verdade todas chamam atenção) ficam por conta de Breaker, onde Mike Tornillo mostra que é definitivamente o cara ideal para a banda, Metal Heart, é lógico, além do final apoteótico para Balls To The Wall. Quase nove minutos de making of dos ensaios para o show no Wacken, além de pouco mais de oito minutos também de making of para o show do “Headbangers Symphony” são os bônus, pena que sem legenda.

2 CD’s com todas as faixas do DVD também completam o trabalho, que é praticamente quase um box e um verdadeiro deleito para fãs de Accept, Heavy Metal e boa música. Tudo embalado num digipak todo luxuoso com direito a encarte cheio de fotos. Um imenso e obrigatório lançamento.


9,0

Vitor Franceschini



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records