sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Deep Memories – “Rebuilding The Future”


(2018 – Nacional)

Heavy Metal Rock / Misanthropic Records

O ex-Desdominus Douglas Martins divulgou por três meses o excelente EP “In Too Deep...”, lançado em julho último, e já pôde mostrar o que viria pela frente neste debut. Ao menos deixou as almas mais sombrias sedentas, pois o trabalho chamou atenção pela sua qualidade tanto musical quanto lírica.

Expectativa atendida, temos em mãos um dos melhores trabalhos de Doom/Death Metal da história do Metal nacional. Pode parecer exagero, mas só ouvindo pra confirmar tal façanha do multi-instrumentista e também é bom ressaltar que a união dos dois estilos mencionados limita o som da banda, que é mais abrangente.

Entre o mundo do Doom Metal e do Death Metal, Martins mostra influências do Black Metal, passando por momentos mais Dark e com muita ambientação focada no Atmospheric, gerando uma música que nos leva a sentimentos distintos como euforia, melancolia e obscuridade.

Com lindas melodias que se dissolvem em guitarras com bases agressivas, o ritmo cadenciado (não arrastado) carrega peso e camas de teclados que nos entregam a viagens depressivas e reflexivas, ora belas, ora mais perturbadoras. Enfim, desperta uma gama de emoções, que somente as almas mais fortes podem suportar.

O músico também trabalhou bem as linhas vocais, dando prioridade ao rasgado, com passagens limpas e sussurros em outros momentos, mostrando que “Rebuilding The Future” também é um disco versátil.  When the Time for My Last Breath Comes, Suffocating Grayish Darkness e Looking at the Black Mirror são os destaques, mas recomenda-se uma audição completa, para que a viagem chegue até o fim (ou não).


9,0

Vitor Franceschini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records