quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Trinka Rua – “Trinka Rua”


(2018 – Nacional)

Independente

A diversidade musical é algo apaixonante e quando isso surge aliado ao talento é difícil conter a empolgação. O Trinka Rua, banda paulistana relativamente nova (surgiu em 2016), chega agora com seu primeiro trabalho lançado no final do ano passado de forma digital.

A banda alia ao Hardcore, o Hip Hop, Jazz, Pop e Baião, além de investir pesado no Ska. A mescla funciona, a banda exala talento e o resultado é empolgante. Se você imaginou nomes como Rage Against The Machine, Faith No More, NOFX e afins, acertou em cheio.

Fodase, Reminder of You Are e Babylon são composições que carregam pesado no Rapcore e mostra que a banda se sai muito bem nessa proposta. As músicas são brilhantes. Pocket e Casino por exemplo, trazem as influências de Ska com direito a orquestra de metais, e arranjos de qualidade ímpar.

O Hardcore cru aparece em faixas como Caution e Liberdade, soando bem diretas e com o ritmo frenético do estilo. Ainda há espaço para o Baião, como na excelente faixa Terra de Ninguém, onde diretamente o Forrócore, eternizado pelos Raimundos, vem à mente, porém sem letra debochada.

Aliás, outro ponto forte do Trinka Rua são as boas letras, abordando desde contextos sociais, até reflexões mais individuais. A banda precisa equilibrar duas coisas para manter mais sua identidade. Uma é focar mais sua música num estilo e deixar a variação para os arranjos, pois em alguns momentos uma música destoa da outra. Isso não é ruim, mas afeta a identidade. Outro ponto, porém, de uma visão mais particular, cantar mais em português seria ótimo, deixando o inglês para momentos especiais e esporádicos. No mais, um ótimo e gostoso trabalho de ouvir.


8,5

Vitor Franceschini

Um comentário:

  1. Uma honra essa resenha...Tamo junto e vamo pra cima que a estrada nos aguardo.. Tamo junto Arte Metal!!

    ResponderExcluir

Shinigami Records