quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Deventter – “Empty Set” – 2013 – Independente (Nacional)

Este é o terceiro trabalho dos paulistas do Deventter. O quinteto de Campinas faz um som interessante que mescla diversos estilos gerando um Metal alternativo (sem confundir com New Metal, por favor) que ao mesmo tempo pode ser perigoso. Perigoso, por quê? Vamos discorrer sobre, durante a resenha.

A banda sabe mesclar muito bem elementos que passam pelo Metal, pelo Grunge e até eletrônico com boa melodia e uma leve acentuação pop. Não há dúvidas que a música que resulta disso tudo é de ótima qualidade, porém entrará para o ‘hall’ daqueles discos do amem ou odeiem.

O trabalho possui guitarras pesadas, com riffs simples, mas bem executados, cozinha forte e agressiva. A acentuação pop se origina dos vocais de Felipe Schäffer, que são acessíveis e muito bons por sinal. Só peca em alguns momentos nasalados que lembram o terrível Marilyn Manson.

Destaque para Old Major, que abre o disco de forma enérgica, Blank Death e sua aura dramática e cheia de quebradas, além de Yellow Paper que possui uma pegada Punk e Curtains Will Retreat que fecha o disco com uma pegada emotiva e pop/Progressiva.

A produção a cargo de Adriano Daga e Brendan Duffey, no Norcal Studios, nem precisa ser mencionada já que ambos são renomados, principalmente nesta linha mais moderna do Metal. O Deventter agradará em cheio fãs de mentes mais abertas e que apreciam a nova safra do Metal, já os conservadores irão passar longe.


8,0

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records