sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Antivoid – “Senseless” – 2013 – Independente (Importado)

Quando um disco de Death Metal te pega pelas tripas e te vira do avesso, é porque agradou, e muito. É esse o caso desse material preciosíssimo dos portugueses da AntiVoid, cuja completa audição é um perigo, por deixar as vísceras expostas. E os caras foram atrevidos, já que a banda surgiu em 2012 (sob o atual nome) e já colocou no mercado um belíssimo ‘full’!

Sem brincadeira, trata-se de um Death Metal ‘ols school’ extremamente empolgante, sem precisar tocar a mil por hora o tempo todo. Pois é, os caras não exageram e equilibram os momentos mais velozes (que não tão rápidos assim) com outros mais cadenciados. E que resultado fenomenal saiu disso!

Há aqui e acolá umas levadas quase Hardcore/Crust que fazem qualquer um levantar e começar a se arrebentar no mosh pit. Mesmo que o ouvinte forme a roda sozinho no recinto.

A primeira faixa, Born to Die, tem um quê dos riffs da Napalm Death, daqueles tempos mais experimentais do grupo. Até o vocal remeteu um pouco a Barney Greenway, incrível! Mas a semelhança acaba aí. Aliás, o vocalista Vitor é um urso, com seus vocais obscuros e demoníacos. Muito bons!

Mas seria possível destacar qualquer outra composição, pela qualidade inquestionável que todas possuem. Não tem novidades no som da AntiVoid, mas tem aquele elemento-chave que faz toda a diferença: pegada.

As músicas são impressionantemente encorpadas, “cheias” mesmo, bem “soco na cara”. Esse efeito é, em grande parte, provindo do trabalho da gravação, aliada ao talento dos lusitanos. Não deixa sobreviventes.

E pra quem acha que será impossível adquirir o ‘debut’, é a hora da emoção: ele está disponível para download gratuito no site dos caras! Testemunhem um dos ótimos discos de Death de 2013 e espalhem a praga pelo planeta!


8,5


Christiano K.O.D.A. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records