quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Warfather – “Orschestrating the Apocalypse” – 2014 – Greyhaze Records (Importado)

Vocalista de três ótimos álbuns do Morbid Angel (Formulas Fatal to the Flesh, Gateways To Annihiliation e Heretic), Steve Tucker assinou apenas um projeto depois que saiu da lenda do Death Metal. Trata-se do Nader Sadek, onde gravou um full-lenght e um álbum ao vivo.

Agora, empunhando uma guitarra e assumindo os vocais, Tucker engloba este Warfather, que conta com Armatura (guitarra), Deimos (nome verdadeiro Eric de Windt, bateria) e com o baixista brasileiro Avgvstvs (nome verdadeiro Felipe Augusto, do Discordia).

O som apresentado é um ótimo Death Metal que une perfeitamente a brutalidade dos tempos atuais com a pegada certeira da sonoridade ‘old school’. Isto é, a quarteto une o útil ao agradável, mostrando o conhecimento de causa e uma execução primorosa, principalmente por parte das guitarras e seus riffs apocalípticos, além de solos interessantes que à vezes também servem de base.

A cozinha também mostra certa agressividade com uma bateria agressiva e com uma pegada certeira, tendo um baixo que acompanha muito bem. Um detalhe interessante são alguns arranjos sintetizados com uma aura maléfica que caíram como uma luva em composições como em My Queen Shall Not Be Mourned (talvez a melhor faixa do disco) e Waltz of the Solstice.

Ainda destaco Ashes and Runes e We Are the Wolves. A decepção ficou por conta da produção mediana demais para o nível da banda. Talvez o trabalho picado (os instrumentos foram gravados em estúdios diferentes, além da mixagem e materização serem feitas separadas) tenha contribuído com isso. Portanto, é inegável que há composições primorosas no petardo.


8,0

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records