quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

InteraBanger



A seção InteraBanger do Blog Arte Metal, além de procurar inovar e tirar o veículo de certa rotina, tem o intuito de interagir com o leitor, músicos e especialistas no assunto sobre álbuns polêmicos ou não de bandas já consagradas e relevantes.

Não podíamos deixar pra trás o décimo lançamento de estúdio do Vader, a maior banda de Death Metal da Polônia. Então, coletamos opiniões (divididas) do seu mais novo álbum “Tibi et Igni”, lançado em maio deste ano!

“Melhor disco de Death Metal de 2014.” (Renato Sanson, Heavy and Hell Press - http://heavyandhellpress.blogspot.com.br/)

“Faltou foco nas bases ao meu ver! A alma de uma música são as bases marcantes, não sou fã de Vader, mas os outros trabalhos são superiores a esse, tem muitos efeitos estranhos do CD, parece que focaram mais em solos do que na essência da música! Talvez tentaram fazer algo diferente, mas não curti!” (Juarez Tavora, vocalista/baixista do Scourge)



“Vader é uma das melhores bandas Death que já vi na vida. Esse disco não decepcionou em nada. Agressividade está à flor da pele como sempre.” (Leandro Fernandes, colaborador)

“Eu prefiro o "Welcome to the Morbid Reich" (2011), por ser bem mais acelerado.” (Gabriel Rocha, Discography Metal Brazil - http://discographymetalbrazil.blogspot.com.br/)

“Bom disco, Vader sempre representa, mas com certeza eles estão cadenciando mais o som.” (Bruno Faustino, leitor – São Paulo/SP)

“Achei foda e o James Stewart (bateria) arrebenta como sempre. A música Where Angels Weep é minha predileta, dois minutos de deleite! Nota 9.0.” (Stanislau Kilmister, leitor – São Paulo/SP)

“Tá na minha lista dos melhores de 2014.” (Ivan Falcão, leitor – Teresópolis/RJ)

“Eu já tenho, mas não achei essa coisa toda! Os mais antigos, tipo “Litany” (2000), “Impressions In Blood” (2006) e “The Art of War” (EP, 2005), no meu ponto de vista são melhores!” (Rodrigo Bianchini da Luz, leitor)

“Vader nunca decepciona, né cara!? Curti bastante.” (Alexandre Rodrigues, multi instrumentista da Crushing Axes)

“Confesso que não sou um fã ardoroso da banda, mas esse achei foda.” (Alan Martins Wendling, leitor – Rio de Janeiro/RJ)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records