quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

InteraBanger



A seção InteraBanger do Blog Arte Metal, além de procurar inovar e tirar o veículo de certa rotina, tem o intuito de interagir com o leitor, músicos e especialistas no assunto sobre álbuns polêmicos ou não de bandas já consagradas e relevantes.

“From the Very Depths”, 14º álbum de studio foi o escolhido. Há 4 anos o Venom não lançava um novo álbum de estúdio e os pais do Black Metal não fizeram feio com seu novo trabalho. Porém, as opiniões estão bem divididas acerca do novo petardo.

“Apático, fraco e nenhuma música empolga. Nenhum riff fica na cabeça, é um álbum que a gente ouve e nada soa marcante... Venom já passou da hora da aposentadoria.” (Renato Gimli Sanson, Heavy and Hell Press - http://heavyandhellpress.blogspot.com.br/)

“Sensacional! Sem perder a pegada e fazendo jus aos clássicos... Cronos rules! (J.P. Carvalho, vocalista da banda Yekun - https://www.facebook.com/yekunmusic?ref=ts&fref=ts)



“Pra mim o Venom perdeu aquela pegada ‘old school’, bagaceira nos últimos três discos. É um bom álbum, mas por se tratar de uma instituição como o Venom, acabou soando meio decepcionante. Venom tem que ser tosco, não pode ser polido.” (Ricardo Leite Costa, colunista do site Música e Cinema - http://musicaecinema.com/)

“Belo destaque como sempre do baixo de Chronos, a voz parece um pouco cansada, mas não comprometeu as músicas, um bom disco mostrando uma fase mais cadenciada da banda.” (Leandro Fernandes, colaborador)

“Relacionado aos lançamentos anteriores, ficou bom, mas longe daquela fase oitentista que era o forte Venom. Tem uma variação entre o peso e a velocidade, com mais elementos Punks, mas sem deixar a pegada crua da banda.” (Jhones Willian, leitor – Fartura/SP)

“Não gostei. Achei menos fraco que o anterior e só. A banda se perdeu totalmente. Está fazendo um som genérico. Pra mim a banda acabou no “Hell” (2008) e mesmo assim o último que acho ‘fodão’ mesmo é o “Resurrection” (2000)”. (Anderson Garcia, leitor – São Bernardo do Campo/SP)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records