sábado, 31 de outubro de 2015

Mephorash – “1557 - Rites of Nullification” – 2015 – Odium Records (Importado)

A Suécia tem grandes nomes do Black Metal como Marduk e Dark Funeral, por exemplo, mas sabe-se que o estilo não chega a ser tão tradicional como na vizinha Noruega. O país tem mais diversidade dentro do Metal, abrangendo outros subgêneros como Hard Rock e Death Metal, principalmente.

Mas é de lá, mais precisamente de Uppsala, que vem o Mephorash, banda que tem o foco no Black Metal, porém soa ainda mais abrangente. O som aqui apresentado neste seu terceiro disco irá agradar vários apreciadores de quase todas as facetas do estilo, já que é variado, ríspido e bem feito ao mesmo tempo.

São apenas quatro longas faixas (média de dez minutos) que possuem andamentos e climas variados, indo do mais brutal e agressivo a passagens Dark/Ambient. Com guitarras bem postadas, arranjos de teclados na medida certa dão o tom das canções que possuem climas desde o mais odioso, passando pelo épico e melancólico em alguns momentos.

Na maior parte a banda se utiliza de levadas marchantes, semi-cadenciadas que faz com que o trabalho soe intenso e imponente ao mesmo tempo. A temática no caso é bem curiosa já que a banda se utiliza de misantropia, ocultismo e o Qliphoth que tem origem judaico cabalista de aspectos anti-humanos. A banda também se utiliza de um visual intimista onde seus integrantes parecem mensageiros do apocalipse.

O trabalho vocal é o grande diferencial com rasgados sensacionais, coros agressivos e participações especiais que só engrandeceram o trabalho. A produção sonora é acima da média, e a embalagem digipack luxuosa só traz mais pontos para a banda (só no encarte que a impressão das informações e letras são impossíveis de serem lidas). Um ótimo trabalho e que merece atenção.


9,0

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records