quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Azorrague – “Bringer of Terror”

(2015 – Nacional)

Survivor Records

Banda de Curitiba/PR e que conta com músicos experientes do cenário (com ex-membros de Murder Rape e Evilwar), o Azorrague chega aos seus quase dez anos de carreira, totalizando dois full-lenghts e dois EP´s, sendo este segundo álbum – “Bringer of Terror” – seu mais recente trabalho.

Desfrutando de uma produção que atende aos padrões atuais, porém sem soar modernosa demais, a banda desfere um Death Metal que trilha os caminhos que passam por todas as facetas do gênero. Isso sem contar o flerte com o Thrash Metal, principalmente no quesito ‘levadas’, aonde o pique descamba praqueles lados. Vale lembrar que a produção é de Karim Serri (Doomsday Hymn) que já havia trabalhado com a banda no debut.

O trabalho de guitarra é primoroso. Riffs criativos e solos bem executados com boas melodias dão à tônica e se aliam a um baixo potente e uma bateria com pegada e muito bem explorada. Vocais guturais inteligíveis caem como uma luva na proposta da banda, que possui músicas cheias de variações rítmicas.

Bloody Hands, Funeral Invitation e a cantada em português O Ciclo Maldito da Perversão estão entre os grandes destaques, sendo que o diferencial vai para For All I Believe que inclui vocais femininos, mas não destoa das demais composições. Ótimo trabalho!


8,0

Vitor Franceschini



Um comentário:

  1. Obrigado pela excelente resenha, meu amigo. Muito gratificante ler isso!

    ResponderExcluir

Shinigami Records